quinta-feira, 31 de maio de 2012

Premier League a mais rica, mas isso não significa lucro


A Premier League é a liga mais rica da Europa. Os clubes cada dia ganham mais dinheiro, mas também estão gastando mais com salários e na contratações de jogadores.

O campeonato na terra da rainha é o mais glamoroso e o mais assistido no mundo, milhões de pessoas ligam sua TVs para poderem assistir os craques que circulam em seus campos.

Mas o drama que misturou com o climax de alegria com o título do Manchester City depois de 44 anos com um gol do Sergio Aguero nos acréscimos vem com um preço salgado.

Segundo a agência Deloitte com sua auditoria anual afirmou que a Premier League continua sendo a mais rica do velho continente.

Mas em contrapartida números de 2010-11 mostram que apenas 8 clubes dos 19 (Birmingham não apresentou suas contas) tiveram lucros, isso mesmo depois da renovação histórica nos contratos de TV. O Newcastle foi o clube que teve o maior lucro com 33 milhões-esse valor conseguido com a venda de Andy Carroll para o Liverpool por 35 milhões de libras.

O Manchester City teve uma perda de 197 milhões, o clube gastou 144 milhões em transferências, entre elas o Edin Dzeko, em que o clube pagou 27 milhões pelo jogador. Outro problema para o City é a folha de pagamento que chega a 173 milhões.

Segundo as novas leis do Financial Fair Play, no período de 3 temporadas um clube não pode acumular perdas acima de 36 milhões de libras, se isso acontecer a equipe poderá ser banida da Champions League, quer dizer o City tem um longo caminho a percorrer.

Folhas de pagamentos mais altas da Premier


Chelsea---191 milhões
Man City--173 milhões
United- ---153 milhões
Liverpool--135 milhões
Arsenal----124 milhões

Maiores perdas

Man City-197 milhões
Chelsea---78 milhões
A. Villa---54 milhões
Liverpool-49 milhões
Bolton----26 milhões

Gastos com transferências

Man City-144 milhões
Chelsea---61 milhões
United----40 milhões
Tottenham-26 milhões
A. Villa----18 milhões

Maiores receitas

Newcastle-33 milhões
Blackpool-20 milhões
WBA-----19 milhões
Arsenal---15 milhões
United----12 milhões 

*Válido lembrar que esses são dados da temporada 2010-11

terça-feira, 29 de maio de 2012

Sneijder pode ser o plano B do City


Após ser rejeitado por Eden Hazard, que acertou com o Chelsea, o City irá atrás de Wesley Sneijder, segundo a imprensa italiana.

Roberto Mancini está convicto de que o clube precisa de mais um meia de qualidade para compor o elenco. E Sneijder é o alvo da vez.

O camisa 10 da Inter teve seu auge em 2010, ao ser vice-campeão do mundo com a Holanda e campeão da Champions League com o time italiano, mas na última temporada o meia teve uma temporada abaixo do esperado.

Sneijder não vive um bom momento, mas todos os jogadores da Inter foram mal na última temporada, ele não é o único culpado. Uma saída acredito que não será problema, visto que seu clube enfrenta problemas financeiros. O jogador ainda é novo, tem 27 anos, e seria o meia destro que Mancini procura. Com a ótima fase vivida pelos jogadores do City é bem provável que ele volte a jogar em alto nível.

A Euro 2012 será a grande vitrine de Sneijder. Mancini com certeza ficará atento no jogador e dependendo do desempenho dele poderemos tê-lo no Etihad na próxima temporada.

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Nosso herói quer ficar!


Sergio Aguero ainda não consegue acreditar na maneira que o City conquistou a Premier League. O argentino agora quer mais.

A primeira temporada do atacante no campeonato inglês foi brilhante. No total 30 gols e o título nacional. Além de ser o herói do título ao marcar o gol da virada no último lance.

Aguero é um craque a nível mundial e desperta interesse dos maiores clubes. Nos últimos dias vários jornais ligaram o nome do atacante ao Real Madrid. Segundo os jornais espanhóis o clube merengue estaria perto de oferecer 50 milhões de euros pelo atacante do City, mas Aguero já tranquilizou a torcida afirmando que sua vontade é de ficar. E de dinheiro não precisamos.


"O meu futuro é no City. Sempre há rumores, mas não há verdade nisso. Eu não penso em mudar para o Real Madrid ou qualquer outro clube." disse Aguero.

"Eu quero ficar. Ainda tenho mais 4 anos de contrato e não me vejo saindo daqui antes disso."

"Todos me receberam muito bem desde que cheguei. Me sinto a vontade no clube e minha família está feliz em Manchester. Eu quero ficar."

"Eu quero vencer tudo o que eu puder aqui. Já ganhamos um título e agora nós podemos ganhar mais. Depois que você vence o primeiro você fica desesperado para ganhar o segundo, terceiro, quarto, e com a gente será o mesmo."

"Vencemos a Premier League nesta temporada, porque não devemos acreditar que podemos vencer nos próximos anos também?"

Aguero ficou muito feliz com o título do campeonato inglês, mas agora ele quer conquistar a Europa com o City.

O Argentino disse ainda que a próxima Champions League será crucial para o clube mostrar que é uma potência no cenário mundial. Outra questão abordada por Aguero foi que não há briga de egos dentro do elenco, que todos se respeitam, convivem muito bem um com o outro e que estão todos sempre juntos.

Por fim Sergio Aguero afirmou que o seu gol contra o QPR aos 94 minutos foi o momento mais importante de sua carreira.

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Roberto Mancini e a procura por reforços


Roberto Mancini tem 99 dias para transformar o City de Reis da Inglaterra para Imperadores da Europa.

Junto com Khaldoon Al Murabak e Sheikh Mansour, Mancini tem um pouco mais de 3 meses para moldar o elenco que não apenas saiba lidar com os rigores das competições, mas ganha-los.

Mancini disse logo após o título: "Barcelona e Real Madrid todo ano compram 2 a 3 jogadores e gastam um bom dinheiro." 

"Eu penso que com o Manchester City vai ser o mesmo. Nós precisamos melhorar. Nós precisamos reforçar para jogarmos a Champions League e Premier League."

Khaldoon já pediu cautela, dando a entender que não haverá mudanças dramáticas no elenco do City. Mas isso não impedirá que Roberto Mancini pense grande.

Afinal, não estamos em 2009, quando Mark Hughes usou o dinheiro que tinha para trazer bons jogadores da Premier League como exemplo Joleon Lescott e Gareth Barry.

Um zagueiro do Everton ou um jogador de meio de campo do Aston Villa não estão nos planos de Mancini, ele tem apenas olhos para os melhores do mundo, e está completamente certo.

Com dúvidas sobre o futuro de Kolo Toure e sobre a capacidade técnica de Stefan Savic para substituir Lescott ou Kompany se for preciso, um zagueiro está na lista de Mancini de compras.

Na terça-feira a Gazetta dello Sport colocou na sua primeira página a intenção de Roberto Mancini em tentar contratar Thiago Silva depois de ter tido um encontro com Adriano Galliani.

O agente de Thiago Silva logo veio a desmentir e não dando muitas esperanças a Mancini.

"Thiago Silva e nem eu tivemos contatos com Manchester City ou Barcelona." disse Paulo Tonietto

"Sua preferência é ficar no Milan. Apenas os executivos do Milan podem decidir se eles vão vender o jogador.  No momento os rumores que estão circulando sobre o futuro do jogador são apenas especulações."

Existe algumas outras opções no mercado como Giorgio Chiellini. Na Itália dizem que é muito difícil o jogador deixar a equipe depois de ter decidido ficar na Juventus em 2006 quando surgiu o escândalo do Calciopoli e assim rebaixada para a Série B.

Holger Badstuber que fez uma temporada muito boa com o Bayern Munique é outra opção, mas como sabemos é muito difícil tirar jogadores alemães de seu país.

Uma opção mais óbvia é o Javi Martinez, porque Mancini poderia matar dois coelhos com apenas uma machadada.

Mancini pretende dar uma reforçada no meio de campo, com Owen Hargreaves não tendo seu contrato renovado e David Pizarro voltando para a Roma o City ficou carente nesse setor.

Nigel De Jong continua com problemas para renovar, e com isso poderá ser vendido, com isso mais um buraco se abre naquele setor.

Martinez tem apenas 23 anos, é uma das revelações da boa equipe do Bilbao. O espanhol é zagueiro de profissão mas tem a versatilidade de atuar como primeiro volante com muita facilidade. Sua multa recissória é de 24 milhões de libras com a equipe de San Mames, e seu salário não será tão exorbitante fazendo que o City não se complique com o Financial Fair Play.



Roberto Mancini terá muitas dificuldades em contratar jogadores sem que os Sheriffs do FFP fiquem de olhos abertos nos movimentos da equipe, ainda mais porque o italiano também está de olho nas opções de ataque.

Jonh Bico agente de Eden Hazard já afirmou que o jogador já concordou com os termos de contrato de City, Chelsea e United, e que decidirá seu futuro em 10 dias. Mas os diretores da equipe estão relutantes em pagar o salário que o belga deseja.

O presidente do Napoli Aurélio de Laurentiis está fazendo o melhor para assustar possíveis compradores do uruguaio Edison Cavani, dizendo que apenas uma Mega Oferta poderá faze-lo pensar em vender o jogador.

Mas se Mancini não conseguir todo o dinheiro que precisa para contratar esses dois jogadores ele pode tentar conseguir algum dentro da própria equipe.

Tanto Roque Santa Cruz e Emmanuel Adebayor já disseram que desejam mudar do City.

Edin Dzeko disse que pretende ficar na equipe, mas se houver uma boa oferta Mancini pode pensar em vender o jogador, e Adam Jonhson já perdeu todos os créditos com o treinador.

Mário Balotelli e Carlos Tevez também são outros jogadores que são muito talentosos, mas que trazem problemas da mesma forma que seus gols.

Os dois também também afirmaram que estarão na equipe na próxima temporada, mas se os maiores clubes da Europa começarem a fazer ofertas, a última palavra com certeza será a do clube.


Fonte: MEN





Mostre o seu amor pelo Manchester City. Se você é maior de 18 anos, preencha o formulário e represente o Manchester City Brasil em sua cidade. Acesse o link  http://blog.manchestercity.com.br/p/novosmembros.html 











quarta-feira, 23 de maio de 2012

Eden Hazard: A corrida para assinar um futuro superstar


Última partida do Lille na temporada no domingo passado contra o Nancy, com a classificação para a Champions League já assegurada, e já com o título fora de seu alcance, seria apenas mais uma partida para cumprir tabela, seria se não fosse um pequeno detalhe: Eden Hazard.

Ao final da partida jornalistas estavam espremidos na minúscula sala de conferência do clube, para ouvirem a definitiva palavra do jogador que disse que revelaria em que clube ia jogar na próxima temporada.

"Eu não fiz minha escolha ainda" foi as palavras que sairam da boca do jogador que logo encolheu seus ombros. Foi um banho de aguá fria em todos aqueles que esperavam ansiosos a decisão do jogador, muitos disseram que sua atitude foi estúpida.

Hazard fez sua última partida contra o Nancy, a mesma equipe que ele fez sua estréia como profissional em novembro de 2007 quando ainda tinha 16 anos. No domingo Eden fez um hat-trick, e deixou claro porque United, City e Chelsea estão atrás do belga.

Ao todo o jogador fez 20 gols na temporada, ficando apenas atrás de Nenê do PSG e Olivier Giroud do Montpellier, mas Eden  foi o primeiro no número de assistências com 15 no total, o credenciando ao título de melhor jogador da Ligue 1 pelo segundo ano consecutivo.

O preço para contratar Eden Hazard está no valor de 35 milhões de libras e poderá se tornar a transação mais cara da história do futebol francês, superando o valor de 26.2 milhões de libras que o Chelsea pagou por Michael Essien em 2005.

Essa temporada o futebol de Hazard subiu mais um nível, e isso se dá a vários fatores: A confiança adquirida por ter conquistado a Ligue 1 e a Copa da França na temporada anterior, a mudança de posição, saindo da ala esquerda e jogando mais centralizado já na segunda metade do campeonato, e a chegada de Joe Cole com quem o jogador se entrosou muito rápido.

Joe Cole em entrevista aos jornais britânicos em dezembro disse que não queria colocar pressão no Hazard, mas que o jogador tinha um talento incrível, e que poderia se tornar um dos melhores do mundo.

Aos 21 anos o jogador já chegou ao status de grande jogador, mas isso não lhe deixa fora de problemas. No verão passado Eden foi substituido no segundo tempo pelo técnico da seleção belga Georges Leekens contra a Turquia em Bruxellas, num jogo válido pelas eliminatórias da Euro 2012.

Um fotógrafo conseguiu flagrar o jogador junto com seu pai aos arredores do Estádio Roi Baudouin comendo hamburguers enquanto o jogo estava ainda em andamento. Ele pediu desculpas, mas o treinador Leekens suspendeu ele da seleção por 3 jogos. O jogador ainda não conseguiu deslanchar sua carreira na seleção marcando apenas 1 gol em 26 jogos.

Eden se diz fã do Anderlecht, mas parece haver uma desconexão entre o jogador e a Bélgica, da mesma forma que Lionel Messi tem com a Argentina, pois ambos tiveram o desdobramento de suas carreiras no exterior.

Hazard nasceu na pequena cidade de La Louviere, apenas 30 milhas da fronteira com a França. O jogador foi descoberto quando ainda tinha 14 anos e jogava pelo Tubize.

O talento do belga já enfureceu adversários no passado. A equipe do Lille estava ganhando do Nancy por 3x0, e o jogador André Luiz se queixou que Hazard estava tirando sarro deles com a bola, driblava um adversário e o esperava para driba-lo de novo, até seus companheiros acharam que ele exagerou.

No último domingo o técnico Rudi Garcia tirou o jogador antes do término da partida para que ele fosse ovacionado pela torcida, mas cada um de seus companheiros de equipe correram para abraça-lo individualmente.

Não foi apenas uma indicação de carinho dos jogadores que viram o jogador crescer no clube, mas o quanto eles apreciam sua ética de trabalho, o jogador não é um egoísta. Ao ser perguntado se esta tinha sido a melhor temporada da carreira dele veio a resposta: "As estatísticas dizem que sim, mas na temporada passada ganhei dois títulos com a equipe, e nessa nada."


Eden Hazard quer brilhar individualmente, e ser bem pago para faze-lo, mas ele também deseja ganhar títulos, agora só nos resta esperar sua decisão em 10 dias.

Eden Hazard

Nascido: 7 de janeiro de 1991, La Louviere, Bélgica

Carreira em clubes:

2007-2012 Lille(192 jogos, 50 gols)

Carreira internacional:

26 jogos pela seleção belga, 1 gol
estreiou contra Luxemburgo em novembro de 2008

Títulos

Ligue 1 2010-11, Copa da França 2010-11

Honras individuais

Melhor jogador jovem da Ligue 1: 2008-09, 2009-10
Melhor jogador do ano na Ligue 1: 2010-11, 2011-12

Fonte: The Independet


O drama de John Guidetti


Manchester Evening News

A grande promessa citizen da atualidade, John Guidetti, irá perder a Eurocopa pela Suécia depois de não conseguir se recuperar de um nervo infectado, que interrompeu sua curta carreira.

Mas o jogador de 20 anos vem dando passos satisfatórios na condição da coxa, ao qual foi inicialmente diagnósticado como uma infecção por um virus misterioso, que atacou no mês passado.

O treinador da Suécia, Erik Hamren, estava desesperado para incluir o atacante ao elenco que vai para Polônia e Ucrânia, neste sentido, Guidetti foi submetido a um tratamento de choque elétrico em uma tentativa de restaurar a sensibilidade em sua perna direita e participar da Euro 2012.

Sua atuações na Euro também seriam a chance de confirmar seu talento, e entrar e evidência para Mancini aproveitá-lo no Etihad na próxima temporada, após uma passagem marcante pelo Feyenoord.

Guidetti marcou 20 gols em 23 jogos no futebol holandês, incluindo impressionantes três hat-tricks em quatro partidas. Mas não joga desde que marcou na vitória por 3-0 sobre o Excelsior, em 14 de abril, após a deflagração do problema.

"Estou terrivelmente decepcionado", disse ele depois de ter sido cortado da equipe da Suécia. "Eu tive uma temporada fantástica no Feyenoord e queria fazer minha estréia na equipe nacional.”

Mas Guidetti, pelo menos, vem revelando através de sua conta no Twitter como está melhorando a cada dia, é uma notícia muito mais positiva do que quando começou a perder a sensação de sua própria perna.

Na época o médico Casper van Eijck disse: "Eu não posso dar garantias sobre o regresso de Guidetti ao futebol.”

"Parece que algum vírus se apoderou dele. Você não pode tratar de um vírus com medicamentos. Ele precisa de muito descanso.''


A condição dele dera semelhanças preocupantes ao do ex-jogador do City nos anos 60, Fred Eyre, que ficou paralisado da cintura para baixo depois de ser atingido por um vírus misterioso em julho passado.

Eyre está se recuperando agora, depois de passar por reabilitação, e é capaz de andar e dirigir, mesmo ainda estando sem sentir as pernas.

Ele espera que o jovem possa continuar seu progresso e retorne ao City para cumprir o seu potencial como uma das principais revelações dos últimos anos. A própria história de Eyre é inspiração suficiente para acreditar que irá fazer uma recuperação completa.

"Esperamos que, como tal, um rapaz grande e forte, ele possa livrar-se do que aconteceu, e bem mais rápido do que um senhor de 68 anos", disse.

Os Blues ainda estão por decidir se incorporarão Guidetti para a próxima temporada, mas os holandeses fazem questão de mantê-lo por lá mais um ano após seus feitos sensacionais.

terça-feira, 22 de maio de 2012

7 jogadores deixam o City



O Manchester City precisa enxugar sua folha de pagamento, e a maioria dos jogadores que não foram aproveitados na temporada 2011/2012 devem deixar o clube.

Owen Hargreaves lidera a barca. O experiente volante chegou ao City em Agosto do ano passado em uma transferência livre. Em pouco menos de um ano o inglês atuou em apenas 4 partidas e marcou 1 gol, contra o Birmingham pela Carling Cup, um belo chute de fora da área. Hargreaves tem um grande histórico de lesões, e isso o prejudicou muito.

Outro que deixa o clube após chegar em dezembro de 2010 é Gai Assulin. O jovem meia israelense sempre foi uma promessa do futebol mundial quando atuava pelo Barcelona, mas nunca deslanchou. No City veio para jogar nas categorias de base, mas nunca mostrou o futebol que todos esperavam. No profissional não teve nenhuma oportunidade. No final de 2011 Assulin ganhou uma valiosa oportunidade de experiência ao ser emprestado para o Brighton.

Ahmed Benali também está na barca. O jovem chegou a ser emprestado na última temporada para o Rochdale, mas não despertou interesse no City em renovar.

Da divisão de base Paul Clowes, Lucas Coulson, Tom Halsall e George King também foram liberados.

Boa sorte a todos os jogadores no futuro!

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Especulações - Parte I


Roberto Mancini já havia dito em entrevistas passadas que o City precisa se reforçar para vencer a Champions League e a Premier League. O italiano acredita que precisamos de 2 ou 3 reforços de peso para serem titulares.

O nome mais cotado era o de Eden Hazard, meia belga que atua pelo Lille e que foi eleito pela segunda vez consecutiva o melhor jogador do campeonato francês. Mancini foi até a França observá-lo e gostou do que viu. Porém Hazard vem se mostrando um jogador mercenário. O meia é alvo do City e do United e em todas as entrevistas deixa um suspense no ar, deixa aberta as portas para quem quiser pagar mais. Já chegou a dizer em entrevista que iria vestir azul na próxima temporada, depois afirmou que iria jogar em Manchester e agora diz que o Chelsea também está na briga por ele.

O City, que antigamente tinha que pagar altos salários para os jogadores irem pro Etihad, hoje não precisa mais disso. A diretoria aceita pagar £140mil/semana de salário, contra os £200mil/semana que ele quer e que o United parece que aceita pagar, Chelsea também. Isso só mostra que o jogador não se importa com que time irá jogar, quer colocar dinheiro no bolso.

Caso não consiga assinar com Hazard, o City irá atrás de Younes Belhanda, marroquino de 22 anos que é o camisa 10 do Montpelier e tem características parecidas com a do meia do Lille. Belhanda foi eleito o jogador revelação do campeonato francês e principal responsável pelo título do Montpelier no francês. E o jovem marroquino sairia bem mais barato pro City. Pelos vídeos no youtube e pelo que falam dele parece ser um grande jogador e de muito futuro, além de não ser mercenário.

Outra notícia é que Mancini se reuniu com dirigentes do Milan para estudar a contratação do Thiago Silva. O zagueiro brasileiro hoje é um dos principais defensores do mundo e iria formar a melhor dupla de zaga ao lado de Kompany. A negociação sairia por cerca de 30 milhões de euros. Será bem difícil conseguir tirar o 'monstro' do Milan, mas Mancini está empenhado nisso. Seria muito bom para o City e para o Brasil também, que ficou manchado com os torcedores do City após a péssima passagem do Robinho por lá.

Van Persie também é muito especulado no City, mas como Tevez deve permanecer é improvável a contratação do holandês. É um grande jogador, mas é caro e tem um histórico grande de lesões, além de estar com quase 30 anos.

E o Barcelona mostrou interesse em Pablo Zabaleta. O argentino chama a atenção dos espanhóis por jogar em várias posições. Hoje o Barça tem Abidal em recuperação de um câncer, tem Puyol e Pique que machucam muito. Zabaleta está sempre disponível, por isso o interesse.

Jogador que não deve voltar para o City é Emmanuel Adebayor. O atacante afirmou que viveu uma ótima temporada no Tottenham e que está torcendo muito para que o dono do clube consiga sua contratação. Alguém ai sentirá falta? Eu não.

David Pizarro também não deve renovar o empréstimo com o City. O chileno afirmou que deseja encerrar sua carreira na Roma.

O mercado ainda não abriu, abre no dia 01/06, mas Mancini quer contratações rápidas, não quer novela, para que o City entre na temporada com o elenco fechado. Em breve teremos novidades.



quinta-feira, 17 de maio de 2012

Quatro jogadores do City convocados pela seleção inglesa para a Euro


Roy Hodgson, novo treinador da seleção inglesa, anunciou a lista de convocados para a disputa da Euro 2012 na Polônia e Ucrânia. Entre eles, 4 jogadores do City terão a missão de ajudar o English Team no torneio: Joe Hart, Joleon Lescott, Gareth Barry e James Milner.

A ausência mais sentida foi de Micah Richards, que hoje é um dos melhores laterias do mundo e perdeu vaga para Glen Johnson, que fez uma temporada apagada com o Liverpool, ficando 37 pontos atrás do City na Prermier League, e Phil Jones, do United, que também não é nenhum grande jogador. No mínimo muito estranho essa decisão. Outro jogador que sempre era convocado e ficou de fora é Adam Johnson.

Dos jogadores do City convocados o único titular absoluto é Joe Hart. O goleiro do City é unanimidade entre os ingleses. Gareth Barry pode ser titular também, mas depende de como Hodgson irá montar esse time. Lescott disputa vaga com Cahill, para formar dupla com Terry. Acho que Cahill leva uma vantagem sobre o camisa 6 do City por atuar com o Terry no Chelsea e ter um certo entrosamento. Milner deve ser reserva.

CONVOCADOS:


Goleiros: Joe Hart (Manchester City), John Ruddy (Norwich City) e Rob Green (West Ham)

Defensores: Glen Johnson (Liverpool), Phil Jones (Manchester United), John Terry (Chelsea), Joleon Lescott (Manchester City), Gary Cahill (Chelsea), Ashley Cole (Chelsea), Leighton Baines (Everton).

Meias: Theo Walcott (Arsenal), Stewart Downing (Liverpool), Alex Oxlade-Chamberlain (Arsenal), Steven Gerrard (Liverpool), Gareth Barry (Manchester City), Frank Lampard (Chelsea), Scott Parker (Tottenham), Ashley Young (Manchester United) e James Milner (Manchester City).

Atacantes: Wayne Rooney, Andy Carroll (Liverpool), Danny Welbeck (Manchester United), Jermaine Defoe (Tottenham).






quarta-feira, 16 de maio de 2012

Torcida do City faz festa Brasil afora


Se o Manchester City deu um show durante todo o campeonato inglês, a sua fiel torcida não deixou por menos. E podemos incluir a torcida brasileira, que esteve presente durante todos os jogos da temporada e vibrou muito, mesmo que distante. Sempre tem alguém que duvida que possa existir sentimento por um clube estrangeiro, mas a torcida brasileira do City faz questão de provar o contrário.

Muitos torcedores, e cada um de uma região, nos mandaram uma foto no dia do jogo assistindo e comemorando, portanto vamos homenagear estes que colaboram tanto com o Manchester City Brasil.



                                                  Rodrigo e Fernando - Juiz de Fora/MG.
                             


                                                       Allyson Falcon - Goiânia/GO.



                                                    Augusto Allan Marques - Olinda-PE.


Carlos Junior - Taboão da Serra/SP.


Evans e a Sra.Evans - Londres-Inglaterra.


Everton e Leandro - São Paulo-SP.


Fabiano Yagami Apicum-Açu/AM.


Gabriela Benvenuti - Guarulhos/SP.


Grafite Melo - Brasília/DF.


Guilherme - Porto Alegre/RS.


João Baptista Duarte - Mossoró/RN.


João Hugo - Belém/PA.


Manoel - Pombal/PB.

Matheus Vinicius - São José do Rio Claro/MT.


Patrick Gurgel - Florianópolis/SC.


Rafael Caberlin - São Paulo/SP.


Rafael e o nosso mascote - Rio de Janeiro/RJ.


Raul Ramos - Ribeirão Preto/SP.


Rodrigo Lagoa - Goiânia/GO.


Ingrid Norberto e Henrique Bravim - Vitória/ES.


Agradecemos a todos os torcedores e leitores pela confiança. Agora é continuar no mesmo caminho e brigar pela Champions League. C'mon City!

Khaldoon: "Típico City foi destruído"


Manchester Evening News

O presidente do Manchester City, Khaldoon al-Mubarak classificou os eventos sensacionais de domingo no Estádio Etihad como o fim do “Tipico City”.

Durante quatro décadas, os azuis foram um sinónimo de fracasso. A combinação de ter que viver na sombra do United, juntamente com uma capacidade permanente de capitular em momentos de maior pressão criou uma aura especial em torno de um clube.

Lentamente, porém, esta a imagem tem sido dissipada. E, com a gana para marcar duas vezes e arrebatar um título da Premier League que parecia ter escorregado contra o QPR, Khaldoon acredita que a história foi reescrita.

"Todo mundo vai ter sua própria experiência do que aconteceu no domingo", disse ele.

"Eu não acho que qualquer campeonato seja decidido assim por muitos anos vindouros.”

"Talvez algumas pessoas imaginavam que seria o "típico City ". Nós não somos típicos. Nós destruímos esse pensamento.”

"Este clube quer ganhar mais do que qualquer coisa e vai lutar até o último chute do jogo."

Khaldoon revelou os rumos da temporada mudaram depois de uma conversa pós-jogo com Roberto Mancini no mês passado, logo após o Blues perderem por 1-0 para o Arsenal - um resultado que os deixou oito pontos atrás do United, com apenas seis jogos remanescentes.

"Tínhamos duas opções. Podíamos levantar a bandeira branca ou nos levantar e lutar até o último segundo do campeonato.”

"Eu tive uma conversa com Roberto. Nós dois nos entreolhamos e decidimos tirar a pressão todos.”

 "Sentimos que, se pudéssemos vencer todos os jogos e ter um pouco de sorte, ainda poderiamos vencer.”

"O que Roberto fez magnificamente foi tirar a pressão de toda a equipe."


Foi sugerido depois do jogo contra os gunners que se as coisas não melhorassem, Mancini poderia ser demitido neste verão, mas Khaldoon salientou que é um grande fã do italiano.

"Roberto é um vencedor", declarou. "Ele é um personagem muito forte, que quer ganhar mais do que ninguém que eu já vi. Ele está tão motivado e tem uma quantidade incrível de energia. Estivemos muito próximos ao longo dos anos e sei como ele trabalha.”

"Alcançamos nosso objetivo,  ele ganhou o campeonato e uma grande quantidade de crédito.”


Claro, nada disso teria sido possível sem a generosidade do proprietário Sheikh Mansour, que passou mais de 1 bilhão de libras para seu projeto, e que está definido para expandir ainda mais na construção do centro de treinamento e academia.

Como é a sua preferência, Mansour permaneceu em casa, em Abu Dhabi no domingo, assistindo na TV como o City ganhou seu primeiro título há 44 anos.

"Ele não perdeu um único minuto nesta temporada", encerrou Khaldoon.

terça-feira, 15 de maio de 2012

City consquistou a Premier; e não a comprou


MANCHESTER CITY são os merecidos campeões.

Nós fizemos o melhor em várias partes nessa temporada, tentamos jogar o título pelo ralo, mas depois de 38 jogos nós jogamos o futebol mais excitante, de total ataque, e demos o maior entretenimento de todas as equipes da Premier League.

Talvez tenhamos uma família disfuncional, mas somos um time unido. Um trabalho em progresso, um time sendo montado para o futuro, mas uma equipe que foi gelificando e entrosando durante todo o campeoanto.

Talvez tenhamos ganho a Premier League apenas nos saldos de gols, mas agora podemos gritar que somos o time a ser batido: Os orgulhosos detendores do troféu que merecemos ganhar.

Ontem muitas pessoas disseram que a útlima rodada da Premier foi o que o campeonato realmente merecia.

Tudo foi "organizado" para que o título fosse decidido nos últimos minutos da última partida. Quando Edin Dzeko e Sergio Aguero mudaram toda a história e transformaram um derrota de 2x1 para uma vitória de 3x2.

A Premier League 2011-12 foi muito apertada, vantagens minúsculas, e terminou de uma maneira mais apropriada possível.

Nós ganhamos a liga e mostrando para nossos rivais que os noisy neighbours vieram para ficar.

Mas muitas pessoas não estão felizes com a nossa conquista, isso com certeza. Muitas pessoas falaram, escreveram que a nossa vitória foi falsa, porque foi construída depois de um massivo investimento do Sheikh Mansour.

Nós vivemos num tempo de dificuldades, onde um mero possesso de riqueza, talvez um pouco extravagante, é visto como imoral, tachado como um pecado.

Nós vamos alegremente contra essa ordem.Nós não temos vergonha de estar gastando muito além do ponto da vulgaridade.

Nós estamos felizes em trazer jogadores expensivos, fazer que o mercado de transferências se torne uma loucura, pagar salários exorbitantes para jogadores como Mário Balotelli e Carlos Tevez. Realmente é facil para os HATERS nos odiar.

Ok, nós pagamos pelo nosso sucesso, é inegável esconder isso, mas também é inutil discutir isso.

Futebol é como sexo: Todo mundo paga por ele, de uma maneira ou de outra.

Quem acredita que esse é um esporte onde os clubes cultivam seu próprio sucesso dentro de casa está vivendo num mundo de sonhos que se evaporou(se algum dia existiu) aos arredores de 1968, na época que ganhamos nosso último título antes de domingo.

Futebol hoje em dia é um ramo da industria de entretenimento, e a maioria dos clubes(principalmente aqui na Inglaterra) são marcas controladas por veículos de investimentos globais, extensões dos super ricos globais.

Em todos os casos o prestígio de se tornar campeão justifica todos os meios.

Manchester City não apenas conseguiu trazer os melhores "mercenários", mas como faze-los se tornar um equipe de campeões.

Com o Roberto Mancini a equipe foi evoluindo em todos os sentidos, gols foram surgindo e o espírito de nunca desistir se tornou marca da equipe.

Temos jogadores excepcionais em cada posição, da segurança de Joe Hart, passando pela liderança de Vincent Kompany, a força de Yaya Toure, na magia de David Silva e no oportunismo de Sergio Aguero.

Temos também alguns loucos no elenco, Super Mário Balotelli e Carlos Tevez fazem parte desse grupo, são jogadores talentosos, mas Mancini engoliu toda a loucura dos dois atacantes e continuou com o time ganhando apesar dos problemas.

A vitória do City será a mais difícil para os torcedores do United esquecerem, que assitiram o time deles ganharem do Sunderland por 1x0 no Stadium of Light, e estavam acreditando que o título mais improvável e o mais satisfatório da história do clube estava ficando em Old Trafford.

O que mais dói nos torcedores do United é saberem que um mês atrás eles estavam com a Premier League praticamente ganha, mas os vizinhos barulhentos os assombraram, e caçamos a glória até o final.

E os Reds é que sempre fizeram isso com as outras equipes. Nada tem um gosto tão amargo do que sua própria medicina.

Sejamos honestos, City foi melhor que o United nessa temporada em todos os sentidos. O famoso 1x6 em Old Trafford pode ser considerado um resultado maluco, que acontece uma vez na vida, mas se formos lembrar o 1x0 no Etihad Stadium há 15 dias atrás a história é diferente.

Apenas um equipe se apresentou como campeão naquela noite, e foi a mesma equipe que superou todos os prognósticos do domingo a tarde.

Mancini espera reforçar ainda mais o elenco


Após o título da Premier League Roberto Mancini quer mais. O treinador tem um elenco recheado de estrelas na mão, mas espera receber o apoio financeiro necessário para reforçar ainda mais o clube. O nosso estágio hoje é outro, portanto Mancini já começa a imaginar o time ideal para vencer a Champions League.

O Sheikh Mansour comprou o clube em Agosto de 2008 e nas janelas de transferências seguintes sempre disponibilizou muito dinheiro para o clube contratar jogadores, mas com o fair-play financeiro o clube adota uma medida mais cautelosa. O presidente Khaldoon Al-Mubarak já afirmou em entrevistas que não há necessidade de gastar mais, pois o elenco é muito qualificado, mas Mancini quer mais.

"Clubes como Barcelona e Real Madrid a cada ano compram dois ou três jogadores e gastam muito dinheiro. E eu acho que o Manchester City deve fazer o mesmo. Precisamos melhorar. Precisamos ter força para jogar a Champions League e a Premier League." disse Mancini a BBC Sport.

Mancini está certo. Temos sim um dos melhores elencos do mundo, mas não somos os melhores ainda. Mais duas ou três contratações pontuais e o City estará apto a brigar com Barcelona e Real Madrid.

Hazard é o nome mais cotado para vestir a camisa do City. Em recente entrevista na França, o meia belga afirmou de vez que jogará em Manchester na próxima temporada. Os rivais estão brigando pela contratação da revelação desde a última janela. Hazard já havia dito também em entrevistas passadas que vestirá azul na próxima temporada. Mancini quer fechar o elenco rápido, não quer mais negociações demoradas como nas temporadas passadas, portanto em breve devemos ter novidades.

Outra questão abordada por Mancini foi a permanência de Balotelli. Jornais italianos afirmam que o City irá oferecer dinheiro mais Balotelli por Thiago Silva, outros que iremos oferecer Balotelli em troca de Ibrahimovic. E o treinador italiano foi bem claro na sua declaração, dizendo que a chance dele ficar é de 101%. Balotelli continua! O atacante também afirmou que deseja continuar no clube, que hoje não se vê jogando em outro lugar.

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Um jogo para sempre!



Não era para vir fácil, nunca é para vir fácil para um time como esse... Toda a história de sofrimento, de desconfiança, de críticas, de chacotas, não permitiria que essa torcida conseguisse ver a glória de forma fácil, e já tínhamos sentido isto na final da FA Cup em 2011.

Para ser torcedor do City deve-se ter um coração muito forte, é de ficar sem palavras para descrever o final desta Premier League histórica, e não é porque estou quase sem voz de tanto gritar após o gol, ou pela emoção que tive de ficar me tremendo, é simplesmente por ser indescritível, não só para nós Citizens, mas para qualquer fã de futebol.

Tinha tudo para ser uma goleada, jogando em casa, onde destroçamos tantos adversários ao longo da temporada, onde não tínhamos perdido sequer um jogo para ninguém no campeonato, com um adversário que fez uma campanha aquém do que poderia, ameaçadíssimo pelo rebaixamento, com resultados sofríveis como visitantes, e ainda treinado pelo lixo do nosso ex-técnico... Estava escrito, não seria páreo, o time iria passar o trator em cima dos londrinos! Não, não...

O nosso jogo não fluiu bem, apesar da posse de bola gigantesca, estávamos pressionados por um misto de nervosismo e uma retranca enorme deles. Para piorar o United tratou logo de ficar em vantagem em Sunderland, e nós ainda perdemos o essencial e herói Yaya Toure, apesar de sairmos para o intervalo em vantagem.

Eles conseguiram empatar logo no início, a falha foi de Lescott, zagueiro que sempre caminhou com alguma desconfiança por outros lances, mas que não merecia ficar marcado pela perda do título, muita injustiça para quem fez uma dupla segura e confiável ao lado de Kompany.

Aí começou o desespero de todos os lados, e o futebol não perdoa nem as melhores equipes quando estas não conseguem ter calma, aconteceu o inacreditável: 1 x 2 QPR. A partir daí foram minutos de perplexidade, descrédito, frustração, e maior ainda quando via aquela torcida, aquela mesma que viveu com muito mais intensidade os anos negros, o sentimento desta virada de situação, o renascimento, o fim das filas... Eu os vi chorando, em prantos, e pensei o porquê do futebol ser injusto, pois eles não mereciam aquilo...

Sequer consegui ficar sentado, pensei em nunca mais acompanhar a Premier League, tínhamos chegado até ali para isso? Para dar o título a quem nunca mereceu? Seria uma punição dos deuses ao City por apenas tentar reconstruir sua própria história? Dominar toda a partida e perder tudo no último jogo com crueldade? Cada bola tirada pela defesa, cada chute para fora aumentava a descrença, não havia mais jeito...

Até que naqueles cinco minutos finais a história que tanto sonhamos foi refeita, e uma derrota inacreditável se tornou uma vitória épica, típica do MCFC. Os deuses do futebol nos deixaram sofrer até os 49 para nos lembrar do nosso passado humilde, para nunca esquecermos que sempre temos que caminhar com os pés no chão, lutando por nosso espaço a cada jogo, sem medo de ser feliz. Mas com o gol de Aguero eles nos mostraram o que espera para quem nunca perde a esperança e a vontade de vencer, apesar dos anos e anos de uma fila que parecia ser eterna, um dia acontece à recompensa, nem que seja no minuto final.

Sofremos! Merecemos! Vencemos! Os ingleses ainda mais, não agüentaram e extravasaram esse engasgo de 44 anos invadindo o gramado, isto é ser City! Parabéns a todos!!!

domingo, 13 de maio de 2012

Thank you, Sheikh Mansour!


Obrigado Sheikh Mansour!

Manchester City é campeão da Premier League


Como definir a 38ª rodada da Premier League? Emocionante! A alegria, a frustação, o desespero e a esperança não podem ficar de fora. Mas, sem dúvida, emoção é o que melhor define o dia de hoje. A partida no Etihad Stadium era de grande valor para os dois times. Os Blues ergueram a taça, depois de conseguir o empate e o desempate em apenas 4 minutos dos acréscimos no segundo tempo. O placar final: 3 a 2. Nessa partida, só vencedores. O City quebrou o regime de 44 anos na Premier League e o QPR conseguiu se manter na primeira divisão.

O Manchester City começou a partida como sempre faz quando joga no Etihad Stadium: ofensivo. Nada de ficar recuado, até porque, um empate não seria o suficiente quando também dependia do resultado do United. O mesmo número de pontos dos Manchesters tornava a disputa ainda mais acirrada.

O Queens Park Rangers não tentava um jogo mais ofensivo com receio de desproteger o gol. O time londrino também dependia do resultado de outra partida. Os Rangers tinham que torcer contra o Bolton para não voltar à segunda divisão.

Ao decorrer do tempo os dois times ficavam mais nervosos. A vitória significava muito para ambos. O City quebraria o regime de 44 anos sem ganhar a Premier League e o QPR não seria rebaixado, tendo saído da segunda divisão nessa temporada.

Aos 17 minutos Barry derrubou Barton e fez uma falta perigosa a favor dos Rangers. Joe Hart não teve dificuldades em defender, mas o lance fez as torcidas prenderem o fôlego.

Para desespero dos Blues, no Stadium Of The Light o placar saia do empate com um gol de Rooney, aos 21 minutos. A vitória dos Reds não podia atrapalhar. Era preciso fazer direito o trabalho e sair com mais uma vitória do Etihad Stadium. A taça não podia ser tirada das mãos dos Citizens.

Aos 26 minutos, a esperança de conseguir o primeiro gol, mas Silva deixou a cobrança de falta na barreira. O City continuava insistindo, mas não conseguia finalizar bem.

Em meio a troca de passes Yaya passou para Zabaleta, que com o pé direito chutou sem ajeitar. A bola passou por entre as mãos do goleiro Paddy Kenny, acertou a trave e entrou. Aos 39 minutos o Manchester City voltava a segurar a taça. Yaya, que vinha reclamando de dores na perna, foi substituído aos 44 minutos por De Jong.
Depois de três minutos de acréscimo e dos intervalos, o jogo retornou bem emocionante. Aos 47 minutos Djibril Cissé empatou, após receber um cruzamento e conseguir correr sem marcação. O chute foi certeiro no lado esquerdo do gol de Joe Hart.

Aos 55 minutos teve confusão em campo. Barton agrediu Tevez e levou cartão vermelho, dando falta a favor do City. Antes de sair de campo, o jogador dos Rangers discutiu com o juiz e bateu em Aguero, que caiu no chão. Os jogadores reservas do Manchester City entraram em campo para segurar e retirar Baston.

O Manchester City mudou a postura depois do empate e da confusão. Os Blues estavam desesperados por marcar. Aos 60 minutos teve confusão na área dos Rangers. Kenny deixou o rebote para frente, Aguero conseguiu alcançar e chutar. O goleiro segurou o soltou a bola, mas conseguiu agarrar de novo a tempo, dessa vez, em cima da linha.

Para aumentar a pressão, o QPR, mesmo com um jogador a menos, conseguiu o desempate aos 66 minutos. Mackie marcou de cabeça após receber o cruzamento. Hart e Lescott não conseguiram tirar.

Na segunda substituição do City, Balotelli entrou no lugar de Tevez aos 75 minutos. Em pouco tempo, o jogador italiano já era fortemente marcado. Bothroyd recebeu cartão amarelo ao segurar a blusa de Balotelli, dando falta a favor dos Blues. Silva cobrou, mas não conseguiu finalizar. Aos 90 minutos, Super Mario quase empatou.

Cinco minutos de acréscimo para marcar dois gols. Parecia impossível. Mas não foi. No fim dos 90 minutos Dzeko conseguiu o empate após a cobrança de escanteio de David Silva.
Quatro minutos depois, Aguero driblou o jogador e tirou o desempate. A torcida, o time, a equipe técnica; todos foram à loucura.
Depois de 44 anos sem vencer a Premier League, o Manchester City voltou a erguer a taça. A virada nos momentos finais trouxe uma vitória ainda mais prazerosa. O resultado foi como de costume: depois de muita luta, de muita garra; com apoio dos torcedores, dos jogadores; para fazer jus a anos de história.

Blue Moon rising!

sábado, 12 de maio de 2012

Manchester City x Queens Park Rangers - Preview






Barclays Premier League - 38ª rodada
Local: Etihad Stadium
Data: Domingo - 13/05/12
Horário: 11:00 - (Brasilia)
Transmissão: ESPN

O último jogo da temporada já á amanhã e os jogadores e torcedores do City não podem esperar mais. Amanhã, os Citizens enfrentam o QPR em casa. O time de Londres se encontra na 17ª posição, e tem chance de ser rebaixado, por isso vem com força máxima.
O United está com com um saldo menor de oito gols. Mas não podemos relaxar, pois nada é impossivel para o time de Ferguson. Todos os jogos são no mesmo horário, então não haverá vantagem de ninguém de jogar depois, ou antes.

O jogo:
- Os jogadores de Mancini estão todos disponíveis, por isso a equipe será a mesma dos últimos jogos.
-Shaun Derry e Akos Buzaski enfrentam lesões que podem melhorar até o dia do jogo, mas não é certeza.
- Samba Diakite e Alejandro Faurlin também vem de lesões, e não são relacionados para o jogo mais importante da temporada.

Curiosidades:
-Sergio Aguero foi eleito pelos internautas o melhor jogador do ano.
-O zagueiro belga do City, Vincent Kompany, foi eleito o melhor jogador da temporada.
-O City venceu 17 jogos em casa, e apenas empatou um, não teve nenhuma derrota.

Prováveis Escalações:
City: Hart, Zabaleta, Kompany, Lescott, Clichy, Yaya Toure, Barry, David Silva, Nasri, Aguero, Tevez.
QPR: Kenny, Onuoha, Ferdinand, Hill, Taiwo, Mackie, Barton, Derry, Taarbat, Zamora, Cisse.

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Limpeza total-Mesmo com o título Mancini pode mudar o elenco


Os torcedores do Manchester City a cada momento mais anciosos para domingo chegar e se tudo der certo poderem ver seus heróis levantarem um título do Campeonato Inglês depois de 44 anos.

Mas Roberto Mancini já tem olhos para algo mais grandioso...

Dominação


Os famosos Noisy Neighbours(apelido colocado por Fergie) já tem planos de terminar as contratações da nova janela o mais rápido possível.

Isso significa trazer jogadores que possam garantir regular sucesso, tanto na Europa e na Inglaterra por muitos anos que ainda virão.

Manchester City pretende gastar em torno de 100 milhões de libras em novas contratações, mas antes o clube precisa balancear os livros para se adaptar ao FFP da UEFA, que começará com força na temporada 2013-14.

Para isso Roberto Mancini terá que fazer um pequeno limpa no elenco que poderá ser campeão no domingo.

No mínimo 9 jogadores do elenco atual poderão ser negociados para que Mancini monte um elenco mais formidável, não apenas para estar a frente do United, mas para poder concorrer igualmente contra Barcelona e Real Madrid na Champions League.

Nigel De Jong, Edin Dzeko, Kolo Toure, Stefan Savic, Aleks Kolarov, Adam Johnson são alguns jogadores que poderão dá lugar a novas caras no elenco.

Emmanuel Adebayour, Roque Santa Cruz e Wayne Bridge poderão ter seus contratos cancelados.

Isso tudo para que Roberto Mancini possa ter o sinal verde e trazer jogadores que possam fazer o elenco mais competitivo.

Jogadores como Robin Van Persie, Eden Hazard, Gareth Bale, Edison Cavani, Ezequiel Lavezzi, Younes Belhanda parecem estar na pequena lista de possíveis reforços.

Carlos Tevez disse que deseja ficar no clube e a diretoria e Mancini não tem nenhum problema com isso, mas se algum clube chegar com a quantia de 25 milhões de libras ele poderá ser negociado.

Nigel De Jong que tem apenas mais um ano de contrato com a equipe e ainda não renovou poderá ser vendido por qualquer equipe que tenha 10 milhões em mãos.

Edin Dzeko depois de um começo avassalador caiu de produção, o jogador não está feliz no banco de reservas, e o seu treinador na seleção da Bósnia deseja que o jogador deixe a equipe. O grande problema do City com Dzeko é que o jogador é considerado caro para mercados como o italiano e alemão.

Kolo Toure, Stefan Savic, Aleks Kolavov e Adam Jonhson serão orientados a procurar novos clubes.

Kolo deseja jogar na França e deverá ter mercado naquele país. AJ que não atingiu o nivel esperado por Mancini deverá ir para o Sunderland ou Liverpool, ainda mais com a chegada do Hazard.

Aleks Kolarov foi praticamente ofuscado pela grande temporada de Gael Clichy, que além de ser muito melhor na defesa que o Sérvio, começou a mostrar suas qualidades no ataque nas últimas partidas.

Stefan Savic que chegou apenas nessa temporada ao City também deverá ser negociado após não ter uma atuação convincente na equipe quando foi chamado.

Se a saída dos dois zagueiros forem confirmadas, Mancini correrá atrás de zagueiros no mercado para compor o elenco.

Vamos aguardar para saber o que o próximo mês nos revela.




quarta-feira, 9 de maio de 2012

Yaya quer dar o título de presente para os torcedores


Não bastasse ser o herói do título da Fa Cup com gol da vitória na semifinal e na final, herói na última partida marcando os 2 gols na vitória sobre o Newcastle, Yaya quer entrar ainda mais na história do clube.

O marfinense mostrou todo seu reconhecimento pelos torcedores do clube, os quais ele os considera melhores do mundo.

"Eu quero ser campeão por causa dos torcedores, que sempre me apoiaram desde que cheguei ao City. Na verdade, a partir do primeiro dia o apoio deles me deixou determinado a devolve-los algo especial."

"Eu cheguei para fazer história, e o meu objetivo é ajudar a fazer do City um clube de sucesso."

"Na temporada passada vencemos a Fa Cup e temos que continuar assim. E no próximo jogo tentar ganhar nossa partida final. Sabemos que será difícil, mas eu acredito neste time e nos nossos jogadores e sabemos que teremos o mesmo apoio fantástico dos torcedores que tivemos durante toda a temporada."


Yaya também fez questão de exaltar o trabalho de Roberto Mancini, segundo o camisa 42 o italiano sempre acreditou nos jogadores e sempre passou confiança para eles, que Mancini sempre diz que eles devem confiar neles mesmo.

Mancini acredita que o City tem apenas dois dedos no título


Roberto Mancini afirmou que o Manchester City tem apenas dois dedos no Troféu da Barclays Premier League.

O City está apenas há uma vitória de conquistar o campeonato inglês após 44 anos depois de vitórias convincentes contra United e Newcastle.

Manchester City enfrentará no domingo o QPR que está lutando contra o rebaixamento e tem o pior aproveitamento fora de casa entre todos os times da Premier, mas Mancini não pensa assim.

O italiano disse a toda comissão técnica e jogadores para não começarem a sonharem com o título ainda, porque ainda existe uma partida a ser jogada, e para ele vai ser complicada.

"Eu tive um bom pressentimento depois da vitória contra o Newcastle, e os jogadores também tiveram o mesmo, mas nós precisamos jogar contra o QPR com o estado de espírito perfeito."


Mancini está tentando deixar os jogadores da equipe com os pés no chão no confronto contra o ex técnico da equipe Mark Hughes.

Roberto não mudou a forma da equipe se preparar essa semana, a intenção é não mudar o planejamento. O treinador acredita que se a equipe perder o foco essa semana o confronto contra o QPR pode se tornar mais complicado.

"Nós temos que trabalhar para que os jogadores continuem com os pés no chão. Nós fizemos isso quando enfrentamos o United, e fizemos a mesma coisa semana passada contra o Newcastle, nós não vamos mudar nada. Se nós não mantivermos nossa concentração e nos preparar bem para a partida, poderemos ter complicações."


Alex Ferguson está tentando atrapalhar a concentração do Manchester City dizendo que a equipe pode ser o novo Devon Loch(um famoso cavalo que caiu e perdeu uma corrida de turfe em 1956 faltando apenas alguns metros da chegada), mas Mancini afirma:

"Nós não temos nenhuma pressão. Quando estávamos ganhando de 1x0 contra o Newcastle talvez tivemos alguns momentos nervosos, mas não agora."


"Nós precisamos jogar apenas mais uma partida, e precisamos apenas fazer a mesma coisa do domingo passado.


O herói da partida passada Yaya Toure acredita que Roberto Mancini fez um trabalho maravilhoso mantendo as esperanças da equipe de ganhar o título mesmo quando estavam há 8 pontos atrás do United.

"Temos que dar todo o crédito ao Mancini, ele é um chefe inacreditável. Ele sempre acreditou em nós, e sempre nos disse para acreditarmos mais em nós mesmo. Ele sempre dizia que o United podia perder alguns pontos e que nós deveríamos ganhar as nossas partidas."


"Ele acreditava que se ganhássemos nossas partidas colocaríamos pressão no United, e isso aconteceu."


"Vai ser um sentimento maravilhoso se ganharmos o título, porque eu vim para o City para fazer história, e espero que possa fazer isso no próximo final de semana. Mas nós sabemos que será uma partida difícil porque o QPR precisa de alguns pontos para se manter na Premier League."


Renovação


Roberto Mancini tem apenas mais um ano de contrato com o Manchester City, o clube tentou fazer a renovação em novembro, mas o treinador disse que estava apenas focado na temporada.

Há duas semanas atrás o Sheikh Mansour disse que o treinador tinha o seu total apoio, e hoje a imprensa noticia que seu contrato será renovado mesmo que o City não ganhe a Premier League no domingo.

Dizem que seu contrato será de mais 4 anos no valor de 22 milhões de libras, se tornando o treinador mais bem pago na Inglaterra.

Grande Sheikh e principalmente parabéns a Roberto Mancini que provou a todos aqueles que desejavam e desejam a sua cabeça que ele é um grande treinador.

Ficamos felizes pela sua permanência pois sempre apoiamos o italiano nos momentos mais difíceis da temporada.

terça-feira, 8 de maio de 2012

Duas equipes e duas posturas diferentes


Há um mês atrás quando o City perdeu para o Arsenal  Roberto Mancini resolveu mudar a tática e tirar a pressão de seus jogadores. Assim ele começou os "mind games", Ferguson disse que tinha muita munição para queimar.

Naquele momento o italiano vinha a imprensa apenas para dizer que o Manchester City estava lutando apenas pela sua honra na competição, que o título já era do United, e Mancini em nenhum momento pediu ajuda de nenhuma equipe.

Desde domingo Alex Ferguson e seus jogadores começaram a fazer pedir ajuda ao QPR.

Hoje lendo os jornais vi que Rio Ferdinand está pedindo ajuda para seu irmão Anton, Ashley "Diver" Young também está fazendo mesmo.

O mais impressionante foi Ferguson dizer ao seu ex pupilo Mark Hughes que ele tem um trabalho a cumprir, até porque foi demitido de uma forma anti-ética do City.

Para quem não sem lembra Hughes nunca foi o homem escollhido pelo Sheikh Mansour, quando ele adquiriu o clube Sparky estava no comando da equipe e nada poderia ser feito, uma mundança naquele momento estaria descartada.

Com todo o suporte que tinha o Galês não conseguiu formar um time competitivo, com apenas 2 vitórias em 11 jogos Gary Cook que era o Diretor Executivo pediu permissão ao Sheikh para procurar outro técnico, e Mancini foi escolhido.

Na manhã de sábado do dia 19 de dezembro de 2009 todos os jornais já diziam que seria a última partida de Hughes no comando do City, e logo após a vitória de 4x3 sobre o Sunderland ele foi demitido, e Roberto Mancini foi efetivado imediatamente.

Mark Hughes nunca engoliu sua demissão, sempre que participava de programas esportivos ou transmissões de futebol aproveitava para atacar o City e Roberto Mancini, tanto que os dois tiveram problemas ao se cumprimentarem no final do jogo quando o treinador estava no Fulham.

Acredito que a partida de domingo será complicada por esses motivos, Hughes tentará de todas as formas se vingar do City, ele também sabe que sua equipe precisa de 1 ponto para se garantir na Premier League.

Aqui na Inglaterra existe uma expressão que se chama "Parking the bus" que praticamente significa colocar todos os jogadores atrás da linha da bola e ficar só na defesa, e podem ter certeza que ele fará isso.

Toda essa temporada o City e Mancini mostraram que são totalmente diferentes do United e do Fergie.

Em nenhum momento precisamos de ajuda da arbitragem e FA, se tivéssemos sido favorecidos como eles hoje já seríamos campeões, e o mais importante, nunca pedimos para Wigan ou Everton para nos ajudar, os resultados aconteceram e nós fizemos a nossa parte.

O desespero realmente tomou conta do time vermelho, e lembrando eles estão preocupados com o QPR mas estão esquecendo que tem uma partida para vencer contra o Sunderland.



domingo, 6 de maio de 2012

Inspirado, Yaya deixa o City muito perto do título


A penúltima rodada da Premier League foi eletrizante para o lado azul de Manchester. Em dia inspirado, Yaya marcou dois e deixou o City a 90 minutos de colocar a mão na taça depois de uma espera de 44 anos.
No início do primeiro tempo, as duas equipes jogavam de forma rápida e erravam muitos passes. O Newcastle dominou os primeiros 15 minutos de jogo enquanto a estratégia do City consistia na marcação. Apesar disso, a zaga do City era sólida e não deixa o adversário finalizar.


Aos 10 minutos, David Silva quase abriu o placar em um chute cruzado. Aos 20 minutos, o City já mantinha o domínio da partida, mas ainda cometia pequenos erros. Aos 37, Yaya faz uma falta e recebe cartão amarelo. No final da primeira etapa, a zaga do Newcastle salvou um chute de Barry em cima da linha. Antes do árbitro encerrar a primeira etapa, Carlitos Tevez fez boa jogada, mas Barry estava impedido.
 
No segundo tempo o City voltou mais ofensivo enquanto o time da casa se aproveitava dos contra ataques e dos erros de passe do visitante. Aos 50, Perch derrubou Tevez próximo à área. Yaya bateu mal e mandou pra fora.

Investindo em forte marcação, o Newcastle não havia feito nenhuma finalização nos primeiros 13 minutos da segunda etapa. Aos 61 minutos, Nasri saiu para a entrada de De Jong. Com a zaga do Newcastle fechada, o City não conseguia finalizar suas jogadas e o time era obrigado a voltar rapidamente para se defender do contrataque adversário. Parecia muito difícil trabalhar as jogadas dentro da área.

Aos 69, Dzeko substituiu Tevez e poucos segundos depois, em boa jogada, Aguero ajeitou para Yaya, que em chute de muita potência de fora da área, abriu o placar para o City levando a torcida ao delírio. Aos 71, Perch saiu para entrada de Ferguson na equipe do Newcastle. Três minutos depois, Aguero perdeu uma chance incrível de ampliar o placar. Tentando empatar o jogo, o Newcastle arriscava em jogadas áreas. Ferguson fez uma falta dura em Silva e recebeu um cartão amarelo.

Buscando ampliar o placar e garantir o resultado, a equipe de Mancini continuava lutando. Em 2 minutos Yaya perdeu duas chances e marcar. Em uma delas, caiu na frente do goleiro e ainda conseguiu ajeitar para Aguero, que chutou pra fora.

Na pressão dos minutos finais, Richards substituiu Silva aos 85 e só precisou de três minutos para ver o companheiro, Yaya marcar pela segunda vez. O gol foi uma consequência de uma boa troca de passes, consolidando o bom entrosamento dos homens de Mancini. O homem do jogo ainda viu sua torcida cantando para ele.
Os gols de Yaya nesta partida certamente ficarão na memória do torcedor do Manchester City. O sério Mancini deixou o Saint. James Park sorridente e confiante que no próximo domingo sua equipe se consagrará campeã. Apenas noventa minutos separam os citizens do título e a partida em casa contra o Queens Park Rangers promete fortes emoções. O City só depende dele mesmo e a ordem é uma só: vencer!

Contribuição: Sebastian Aiello

Assuntos

#FollowTheCaptain (1) #ManchesterCity #ManchesterUnited #Derby #City #United #RoyKeane #Ferguson (1) #SemanaDoClássico (4) #TOGETHER (3) 11ª rodada da Premier League (8) 12ª rodada da Premier League (3) 12ª rodada da Premier League 2013/2014 (2) 13ª rodada da Premier League 2013/2014 (1) 13ª rodada Premier League (1) 13ª rodada. (1) 14ª rodada da Premier League 2013/2014 (1) 14ª rodada Premier League (3) 14ª rodada Premier League 2013/2014 (2) 15ª rodada da Premier League (2) 16ª da Premier League (1) 16ª rodada da Premier League (2) 17² rodada da Primier League (1) 17ª Premier League 2013/2014; Premier League; Premier League 2013/2014; Kompany (1) 17ª rodada da Premier League (2) 18ª rodada Premier League 2013/2014 (1) 19ª rodada da Premier League (3) 19ª rodada da Premier League 2013/2014 (1) 1ª rodada da Premier League 2013\14 (3) 20ª rodada da Premier League (1) 20ª rodada da Premier League 2013/2014 (1) 21ª rodada da Premier League (3) 22ª rodada da Premier League (3) 23 (1) 23ª rodada da Premier League (4) 24ª rodada Premier League (3) 25ª rodada da Premier League (3) 26ª rodada da Premier League (4) 27ª rodada Premier League (2) 28ª rodada da Premier League (2) 2ª rodada da Premier League (2) 2ª rodada da Premier League 2013/2014 (1) 2º rodada Premier League (1) 30ª rodada da Premier League (1) 34ª rodada da Premier League (1) 35ª rodada da Premier League (2) 36ª rodada Premier League (3) 37ª rodada da Premier League (2) 38ª rodada da Premier League (2) 38ª rodada Premier League (1) 38ª rodada Premier League 2013/2014 (1) 3ª rodada Premier League 2013/14 (1) 4ª fase (2) 5ª rodada da Premier League (3) 5º rodada (1) 6ª rodada da Premier League (1) 7ª rodada da Premier League (4) 7ª rodada da Premier League 2013/2014 (1) 8ª rodada da Premier League (4) 9ª rodada (1) 9ª rodada Premier League (2) Abdul Razak (2) Abu Dhabi (1) Academia (19) Adam Johnson (48) Adam Sadler (1) Adebayor (38) ADUG (4) Aguero (86) Agüero (4) Aguero. (1) AJ (13) Ajax (5) Ajax. (1) Al Alin (1) Al Hilal (2) Alan Shearer (1) Alessio Cerci (1) Alex Ferguson (5) Alex Nimely (1) Alexis Sanchéz (2) Alvaro Negredo (16) Amistoso (3) Amistosos (6) Análise Tática (4) Ander Herrera (1) Anelka (1) Anfield Stadium (1) Arsenal (26) Ashley Young (1) Aston Villa (14) Atacantes (5) Aubameyang (1) Audi Cup (1) baines (1) bale (1) Balotelli (76) Barcelona (10) Barclays NY Challange (3) Barclays Premier League (2) Barnsley (2) Barry (35) Bayern (11) Belgica (1) Belhanda (1) Bellamy (16) Bellamy. (1) Bem Haim (1) Ben Mee (1) Benjani (2) Benteke (1) Besiktas (2) Birmingham (4) Birmingham. (1) Blackburn (7) Blog do City (3) Blog na Mídia (1) Blue Moon (1) Blue Moon Rising (1) Boa Vista (1) Boateng (3) Boca Juniors (1) Boca Júniors (1) Bojinov (1) Boleyn Ground (1) Bolton (3) Borussia Dortmund (5) Boyata (7) Boyota (1) Brasil (1) Brasileiros no City (1) Brian Kidd (2) Brian Marwood (1) Bridge (15) Brighton (1) Brittania Stadium (1) Caicedo (1) Camarões (1) Cameroon (1) Camisa nova (2) Campeões (3) Capital One Cup (8) Cardiff City (1) Carling Cup (29) Carlos Tevez (67) Categorias de base (10) Cavani (6) Centro de Treinamento (1) CEO (1) Champions (7) Champions League (54) Champions League 2012/13 (27) Champions League 2013/14 (2) Champions League Sergio Aguero Manchester City Alvaro Negredo Stevan Jovetic Vincent Kompany (2) Chelsea (33) Cisse (1) City (6) City Football Academy (1) City of Manchester Stadium (16) City v United (1) Cityticketx (1) Clichy (12) Community Shield (7) Complex Etihad (1) Comunicado Blog (2) Contratações (12) Contratações 12/13 (5) Contratações 13/14 (1) Contusões (5) Copa da Liga 10/11 (2) Copa da Liga 13/14 (1) Copa das Nações (2) Copa das Nações Africanas (3) Copa do Mundo 2010 (4) Copa Ueda 07/08 (1) Copa Uefa 08/09 (5) Copa Uefa 10/11 (4) Costa do Marfim (1) Costel Pantilimon (10) Crise no City (6) Crystal Palace (2) CSKA (2) Cunningham (1) Curiosidades (2) Daniel Agger (1) Danielle De Rossi (6) data FIFA. (2) David Gonzalez (1) David Luiz (3) David Moyes (1) David Platt (6) David Silva (109) david villa (2) De Jong (25) Deadlineday (1) Defensores (12) Deloitte (1) Demba Ba (1) Demichelis (2) Denis Suarez (4) Derby (32) Derby de Manchester (3) Desfalques (1) Dispensa 10/11 (3) Dispensa 12/13 (1) doping (1) Dubli Super Cup (2) Dunne (2) Dynamo Dresden (1) dzeko (38) Eden Hazard (5) Edin Dzeko (70) Edinson Cavani (2) Edison Cavani (2) EDS (20) Elano (5) Elenco (1) Eliaquim Mangala (2) Eliminatórias Copa 2014 (1) Eliminatórias Euro 2012 (4) Emirates Stadium (1) Empréstimos (3) Empréstimos 10/11 (6) Empréstimos 11/12 (3) Empréstimos 12/13 (5) English Team (3) Enquete (2) Entrevista (36) equipe do blog (1) Espanha (3) Especulação (16) Especulação 08/09 (11) Especulação 10/11 (43) Especulação 11/12 (18) Especulação 12/13 (22) Especulação 13/14 (3) ESPN (2) ESPN Brasil (3) Etihad (1) Etihad Campus (3) Etihad Stadium (70) Etuhu (1) euro 2012 (4) Euro2012 (4) Europa League (10) Everton (14) Executivos do City (15) FA (4) FA Cup (36) FA Cup 10/11 (18) FA Cup 11/12 (10) FA Cup 12/13 (12) FA Cup 2012/2013 (1) FA Cup 2013/2014 (5) FA Cup Final (4) Fabregas (1) Fábrica do City (9) Falcão (1) Fatos Bizarros (14) Ferguson (1) Fernandinho (8) Fernandinho. (1) Fernando (2) Ferran Soriano (8) FFP (2) FIFA (1) FIFA 12 (1) Financial Fair Play (3) Fiorentina (3) Foe (1) Football Association (1) Fox Sports (1) Frank de Boer (1) Fulham (8) Futebol Brasileiro (1) Gabriele Marcotti (1) Gael Clichy (12) Gai Assulin (1) Gareth Bale (4) Gareth Barry (8) Gary Cook (1) Gary Neville (1) George Evans (1) Gerrard (2) Gervinho (1) Gil Vicente (1) Giroud (1) Given (12) Goleiros (4) Gols (32) Grupo D (3) Hamann (1) Hargreaves (5) Harry Redknapp (1) Hart (50) Hazard (2) História (5) Howard Webb (2) hulk (3) Hummels (2) Ibrahim (5) Ibrahimovic (3) Iheanacho (1) Imagem (2) Inglaterra (2) Inter (5) Internacionalizar (1) Internet (1) Ireland (5) Isco (4) Jack Rodwell (6) James Milner (15) James Rodriguez (1) Janela de Transferências (4) Javi Garcia (14) Javi Martinez (1) javier pastore (1) Jerome Boateng (1) Jesus Navas (5) (6) Joan Roman (2) Joe Hart (31) Jogos Olímpicos 2008 (1) John Guidetti (14) Jose Mourinho (2) José Mourinho (6) Juan Mata (2) Karim Rekik (1) Keep Calm (1) Khaldoon Al Mubarak (4) Kia Joorabchian (1) Kolarov (44) Kolo Touré (20) Kompany (46) Kun Aguero (4) Kun Agüero (4) Lampard (1) Lavezzi (1) Lech Poznan (1) Leeds United (2) Leicester City (1) Lendas do City (20) Lescott (38) Liga do Reservas (1) Liga dos Campeões (4) Liga dos Campeões 4ª rodada (1) Liga Europa 10/11 (12) Liga Europa 11/12 (9) Ligue 1 (1) Lille (1) Linha Cronológica (1) Liverpool (21) Llorente (1) Logan (1) Londres (2) Lyon (1) Maicon (8) Maine Road (2) Maine Road FC (2) Málaga (3) Manchester (1) Manchester City (174) Manchester City Arsenal Etihad Stadium Premier League 13/14 Ingressos (1) Manchester City Arsenal Premier League 2013-14 Fixtures Manchester United (1) Manchester City Benfica Alvaro Negredo Stevan Jovetic Fiorentina Sevilla Eduardo Salvio (1) Manchester City Capital One Champions League Premier League Chelsea CSKA Newcastle (1) Manchester City Dortmund Mario Götze Isco Edin Dzeko (1) Manchester City Etihad Airways Bussiness negócios (1) Manchester City Etihad Campus Etihad Stadium Sheikh Mansour Premier League (1) Manchester City Etihad Stadium Premier League (2) Manchester City Fernandinho Premier League Champions League Manchester United Derby Shakhtar Entrevista (1) Manchester City Fernandinho Shakhtar Premier League Season 2013/14 Contratações Manuel Pellegrini (3) Manchester City Ferran Soriano Malaga Manuel Pellegrini New York City (1) Manchester City Hong Kong Champions League Camisa Away (1) Manchester City Ladies (1) Manchester City LG Etihad Stadium Etihad Campus (1) Manchester City Maicon Roma Serie A Premier League (1) Manchester City New York Yankees New York City Major League Soccer MLS NYCFC (1) Manchester City Portugues Site Ferran Soriano (1) Manchester City Racing Club Bruno Zuculini Argentina (1) Manchester City Real Madrid Isco Pellegrini (1) Manchester City Sevilla Jesus Navas Manuel Pellegrini Ferran Soriano Temporada 2013/14 Premier League (1) Manchester City Sheikh Mansour Etihad Campus Etihad Stadium Fernandinho Jesus Navas New York City Transferências (1) Manchester City Tour Nelson Mandela África do Sul (1) Manchester City Transferências Premier League Deadline Day Jovetic Barry Everton Fernandinho Negredo Navas (1) Manchester United (56) Mancini (27) Manoel Pellegrini (1) Manuel Pellegrini (15) Manuel Pellegrini Manchester City Roberto Mancini David Silva (1) Marc Vivien Foe (1) Marco (1) Marcos Lopes (2) Mario Balotelli (42) Mário Balotelli (10) Mário Balotelli. (2) Mario Gotze (1) Mark Hughes (23) Marketing e Propaganda (4) Mata (1) Matija Nastasic (12) MCFC (2) McGivern (2) Meias (12) Melbourne Heart (1) Melhor do Mundo (1) melhor jogador do mês (1) Mercado (2) Messi (1) Micah Richards (36) Michael Johnson (8) Michu (1) Milan (8) Milner (29) Mohammad Abu (1) MotM (32) MotM 10/11 (20) MotM 11/12 (4) Mourinho (1) Napoli (9) Nasri (27) Nastasic (3) Natalie Pike (1) Negredo (1) Negredo. (1) Neil Warnock (1) Neil Young (1) Newcastle (6) NextGen (1) Neymar (1) Nielsen (2) Nigel De Jong (11) Nike (2) Nir Biton (1) Noel Gallagher (3) Norwich (6) Norwich City (3) Notas (2) Nova Era (1) Numeração Plantel 10/11 (1) Oasis (11) Oitavas de final da Carling Cup (1) Old Trafford (1) Onuoha (5) Opinião (37) Oscar (2) Ozil (1) Pablo Zabaleta (9) Pablo Zabaletta (6) Parceria (1) Pellegrini (4) Peter Crouch (1) Petrov (4) Pizarro (6) Platt Lane (3) Polêmicas (7) Pontos Perdidos (1) Porto (9) Pós-jogo (5) Pré-Temporada 08/09 (6) Pré-Temporada 09/10 (4) Pré-Temporada 10/11 (15) Pré-Temporada 11/12 (4) Pré-temporada 12/13 (12) pré-temporada 13/14 (2) Pre-temporada Pre-Season Manchester City Manuel Pellegrini Jesus Navas David Silva Fernandinho Premier League 13/14 (1) Premier (1) Premier Academy League (1) Premier League (160) Premier League 07/08 (6) Premier League 08/09 (3) Premier League 09/10 (8) Premier League 10/11 (46) Premier League 10ª rodada (3) Premier League 11/12 (76) Premier League 12/13 (25) Premier League 13/14 (3) Premier League 14/15 (1) Premier League 1ª rodada (1) Premier League 2012/2013 (12) Premier League 2013/2014 (19) Premier League 2014-15 (1) Premier League 29ª rodada (2) Premier League 31ª rodada (2) Premier League 33ª rodada (1) Premier League 34ª rodada (1) Premier League 6ª rodada (3) Premier League Premier League 13/14 Manchester City Manchester United Everton Tottenham Newcastle (1) Premier League sub-21 (1) Premier League. (3) Preview (41) Projeto do Sheik (54) Promoção Blog Man City (4) PSG (4) QPR (7) Radames Falcão (1) Rafa Benitez (4) Ratings (1) Rayo Vallecano (1) Reading (1) Real Madrid (13) Recordar é viver (1) Renovação de contrato (4) Responsabilidade Social (1) Retrospectiva 2011/12 (11) Retrospectiva da temporada (11) Richards (10) Rio Ferdinand (1) Roberto Mancini (194) Roberto Mancini Manchester City Gazzetta Dello Sport (1) Roberto Mancini Manchester City MEN Gazzetta Dello Sport (1) Robinho (27) Roma (1) Roman Abramovich (1) Roque Santa Cruz (1) Rumores (4) Rumours (2) Saint Etienne (1) Samir Nasri (33) Santa Cruz (14) Santiago Bernabéu (1) Savic (12) Scapuzzi (2) Scott Sinclair (10) Seleção Argentina (1) Seleção Brasileira (1) Seleções (4) Sergio Aguero (62) Shakhtar Donetsk (1) Shaun Goater (1) sheikh mansour (15) Silva (17) Sky Sports (1) Sneijder (2) Soccer City in the Community (1) Southampton (6) Sporting Lisboa (3) St Mary's Stadium (2) St. Mary's Stadium (1) Stadium of Light (2) Stamford Bridge (3) Stevan Jovetic (9) Stoke City (13) Stuart Taylor (2) Sturridge (2) Suarez (2) Sub-18 (1) summer transfers (2) Sunderland (11) Super Sunday (1) Swansea (13) SWP (8) Sylvinho (3) Taison (1) tecnologia móvel (1) Temporada 2012/2013 (3) Temporada 2013/2014 (2) Tevez (132) The Hawthoms (1) Thiago Silva (3) Thomas Muller (1) Tottenham (18) Toure (7) Toure's (3) Transferência (1) Transferência 08/09 (5) Transferência 10/11 (17) Transferências (23) Transferências 11/12 (11) Transferências 12/13 (14) Txiki Begiristain (3) Txiki Berigistain (1) UCL (5) UCL 1ª rodada (1) UEFA (7) UEFA 12/13 (2) UEFA 13/14 (4) UEFA Chamipons League (1) UEFA Champions League (27) UEFA Europa League (1) UEL (1) Umbro (2) Uniforme (1) Uniforme 2010/2011 (3) Uniforme 2011/2012 (2) Uniforme Novo (1) United (9) Valência (1) Van Persie (5) Viagogo (1) Vidal (1) Vídeo 11/12 (1) Vídeos (3) Vieira (21) Viktoria Plzen (5) Villarreal (4) Villas Boas (1) Vincent Kompany (35) Vydra (1) Wabara (1) Walcott (1) Watford (2) Wayne Bridge (1) Wayne Rooney (4) WBA (2) Weidman (1) Weiss (5) Wembley (5) Wenger (1) West Bromwich (7) West Ham (13) Wigan (11) wilshere (2) Wolves (3) Wright-Phillips (15) Wright-Phillips e Santa Cruz (1) Yaya (11) Yaya Toure (120) York (1) Zabaleta (38) Zacharias Faour (1) Zola (1)