quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Onde comprar as novas camisas do City


Lançado no Brasil em setembro pela Umbro os novos uniformes do Manchester City temporada 2012/2013 agradaram em cheio aos seus fans.

O atual campeão da Premier League seguiu a tendência de diversos clubes da Europa e também lançou uma versão para a UEFA Champions League, a Camisa Manchester City Third ou Euro.

Durante a festa de lançamento em Bruxelas, Noel Gallagher (torcedor fanático do City) era só elogios para os novos kits, “O kit home é pura classe”. Para ele é mais belo da ultima década. Unindo o moderno e o radical, Gallagher também elogiou o modelo away. “Se é o manto com mais estilo em todos os tempos? Não há dúvida!”

Curtiram as camisas? Os novos mantos do atual campeão da Premier League estão disponíveis no Brasil na Futfanatics!  Inclusive com a personalização oficial da Premier League e aplicação do Patchs.




terça-feira, 30 de outubro de 2012

City têm 3 indicados para prêmio de melhor jogador do mundo; Mancini disputa entre os treinadores


A Fifa divulgou a lista que conta com os 23 melhores jogadores do mundo. 3 jogadores representam o City: Yaya Toure, Mario Balotelli e Sergio Aguero.

No dia 29 de Novembro será revelada uma lista final com três atletas e no dia 7 de Janeiro será a premiação para o melhor jogador do mundo.

Outro que representa o Manchester City é o treinador Roberto Mancini. O italiano está na lista dos 10 melhores treinadores do mundo e concorre com Vicente Del Bosque (Espanha), Pep Guardiola (ex-Barcelona), José Mourinho (Real Madrid), Roberto di Matteo (Chelsea), Jupp Heynches (Bayern de Munique), Jurgen Klopp (Borussia Dortmund), Alex Ferguson (Manchester United), Joachim Low (Alemanha) e Cesare Prandelli (Itália).

Abaixo a lista dos 23 melhores do mundo:

Sergio Agüero (ARG/Manchester City)
Mario Balotelli (ITA/Manchester City)
Karim Benzema (FRA/Real Madrid)
Gianluigi Buffon (ITA/Juventus)
Sergio Busquets (ESP/Barcelona)
Iker Casillas (ESP/Real Madrid)
Didier Drogba (Costa do Marfim/Chelsea/Shanghai Shenhua)
Radamel Falcao (COL/Atletico de Madri)
Zlatan Ibrahimovic (SUE/Milan/Paris-SG)
Andrés Iniesta (ESP/Barcelona)
Lionel Messi (ARG/Barcelona)
Manuel Neuer (ALE/Bayern de Munique)
Neymar (BRA/Santos)
Mesut Özil (ALE/Real Madrid)
Gerard Piqué (ESP/Barcelona)
Andrea Pirlo (ITA/Juventus)
Sergio Ramos (ESP/Real Madrid)
Cristiano Ronaldo (POR/Real Madrid)
Wayne Rooney (ING/Manchester United)
Yaya Touré (Costa do Marfim/Manchester City)
Robin van Persie (HOL/Arsenal/Manchester United)
Xabi Alonso (ESP/Real Madrid)
Xavi Hernandez (ESP/Barcelona)

Lesão no joelho tira Micah Richards dos gramados por 4 meses


Micah Richards saiu de campo sentindo muitas dores na última partida contra o Swansea. Após uma bateria de exames ficou apontado que o atleta rompeu o menisco do joelho direito. Richards passou por uma operação bem sucedida e já inicia sua recuperação. Ele deve ficar afastado dos gramados por cerca de 4 meses.

Richards disse que sentiu na hora que era uma lesão complicada, mas o atleta mostrou-se confiante em sua recuperação.






sábado, 27 de outubro de 2012

Tevez marca e dá vitória ao City em jogo longo contra o Swansea



Quem acompanhou o jogo do Manchester City contra o Swansea City viu duas partidas diferentes no Etihad Stadium. Se os 45 minutos iniciais foram meio parados e sem grandes emoções, nos 57 minutos do segundo tempo estavam em campo duas equipes com vontade de vencer. Mesmo com a agitação, somente Tevez marcou, deixando 1 a 0 a favor dos Blues.

Foi por volta dos 30 minutos de jogo que o Manchester City começou a se mostra em campo. O ataque fez bons dribles e passes dentro da área do Swansea City para tentar furar o bloqueio. Mesmo com a habilidade de manter a posse de bola ao mesmo tempo em que todo o Swansea estava recuado, os Blues não conseguiram abrir o placar. Tevez foi quem mais de destacou. O Swansea tentou um contra-ataque rápido, mas, como na maior parte do jogo, não ofereceu perigo real aos citizens.

Nos dez minutos finais do primeiro tempo o Swansea começou a aparecer mais em campo, ganhando espaço e criando contra-ataques mais agressivos e constantes. Aos 36 minutos, o Swansea conseguiu se organizar para furar o bloqueio do City. Michu chegou a marcar, mas estava impedido. Em outro ataque, Micah Richards tirou chutando para fora aos 39 minutos. Logo em seguida, o destaque dos Swans, Michu, tentou abrir o placar novamente. Hart conseguiu sair do gol a tempo de desarmá-lo.

No retorno ao campo o Manchester City estava com um pouco mais de gás. Os Blues voltaram com outra postura. O time conseguia se entender melhor, armando jogadas que facilitavam o ataque mais estruturado e eficiente. Aos 51 minutos, Nasri deu um ótimo passe para Balotelli. O italiano driblou o goleiro, mas demorou a chutar, enquanto ajeitava a bola, e não marcou. Logo em seguida os Swans responderam aos constantes ataques. Aproximando-se pelo canto, o Swansea quase abriu o placar se não fosse pela defesa de Joe Hart ao impedir Michu.


Depois de tanto se aproximar do gol dos Swans, Tevez abriu o placar ao chutar forte no canto do gol aos 60 minutos. A defesa não conseguiu tirar, deixando a bola passar por dois jogadores.


O goleiro Vorm teve que deixar o campo por ter se machucado ao tentar evitar o gol feito por Tevez.


Assim como na primeira metade do jogo, o Swansea começou a reagir de forma mais incisiva depois de passar um tempo em campo. Vez ou outra os times atacavam e contra-atacavam tentando ganhar espaço.

Micah Richards caiu no chão com dor no joelho direito aos 79 minutos. Depois de ser atendido no gramado, ele saiu com o auxílio do serviço médico. O inglês foi substituído por Kolo Touré sob os aplausos da torcida.


Os dois times continuaram jogando bem durante os 12 minutos de acréscimo – consequência de tantas paralisações e do atendimento médico duas vezes. Mancini aproveitou o tempo extra para mexer na equipe. Aos 95 minutos, Agüero foi substituído por Lescott. A torcida gritou o nome do argentino enquanto ele saía do campo.


Nos minutos finais, ambos permaneciam com o ritmo acelerado, mas o placar foi 1 a 0 para o City. Com o resultado, os Citizens permanecem assegurados na tabela e podem torcer por um empate entre os Derbys e os Blues de Londres na partida de amanhã.

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Manchester City v Swansea City - Preview



Barclays Premier League – 9ª rodada
Local: Etihad Stadium
Data: Sábado 27/10/2012
Horário: 14:30 (Brasília)
Árbitro: Martin Atkinson
Transmissão: ESPN Brasil

Depois da derrota para o Ajax na última quarta-feira, o Manchester City ficou abalado e deve entrar em campo com sede de vitória. Mancini assumiu a culpa pelo resultado e afirmou que é necessário perceber em quais pontos o time é fraco ao competir na UEFA Champions League:

- Você acha que podemos ir para baixo após uma derrota? Eu não penso assim. Nós somos fortes o suficiente para isso. Qualquer equipe pode perder um jogo. É importante entendermos o porquê e quais erros estamos cometendo. A partir disso, pode melhorar e talvez no próximo jogo não vamos fazê-los de novo.

O técnico do Swansea City, Michael Laudrup, em entrevista afirmou que será preciso ter mais atenção nesta partida contra os Blues porque o time vai se esforçar para superar a derrota desta semana:

- Eu não sei quantas mudanças vou fazer, mas tenho certeza que os 11 jogadores que entrarão em campo vão querer mostrar para a torcida que continuam aqui, que querem ganhar e que querem competir pelo título. Nós vamos ter que estar ainda mais preparados para esse jogo. Nós temos que estar em alerta desde o primeiro minuto.


Fatos:

- Na última temporada, quando estava sob o comendo de Brendan Rodgers, o Swansea City perdeu de 4 a 0 para o Manchester City no Etihad Stadium.

- Em sua estreia no Manchester City, Agüero marcou dois gols na partida contra o Swansea City pela 1ª rodada da Premier League 2011/2012. O Swansea tinha acabado de subir e perdeu por 4 a 0 para os Blues.

- O espanhol Michu, que chegou ao Swansea na última janela de transferência, marcou 6 de 8 chutes a gol nesta temporada.

- Dzeko marcou 5 gols durante os 278 minutos que ficou em campo na Premier League, tendo uma média de 1 gol a cada 56 minutos jogando.

- O Manchester City não perde há 33 partidas da Premier League disputada no Etihad Stadium.

- O City pontuou em casa, seja com empate ou vitória, nos últimos 35 jogos.

- David Silva continua sem jogar nesta rodada devido à lesão muscular.

- Os blues Pablo Zabaleta, Javi Garcia, Maicon e Jack Rodwell também não vão disputar a partida.

- James Milner fica fora por conta do cartão vermelho que levou na partida contra o West Bromwich na rodada passada.


Possíveis escalações:

Manchester City: Hart; Richards; Kompany; Nastasic; Clichy; Y Touré; Barry; Nasri; Balotelli; Sinclair; Agüero.

Swansea City: Vorm; Rangel; Chico; Williams; Davies; de Guzman; Routledge; Britton; Ki; Hernandez; Muchu.

City volta a especular meia da Fiorentina


A cada partida fica mais evidente que o City precisa de outro meia de ligação. No papel temos dois de alto nível: David Silva e Nasri, além de Yaya que as vezes atua mais avançado. Mas isso fica no papel, pois Nasri até agora não foi o jogador decisivo que todos esperavam, deixando o time dependente de David Silva. O espanhol, que está machucado, é o cérebro do time e sua ausência mostra que precisamos de reforços para a posição.

Na última janela o City tentou dois meias: Eden Hazard e Jovetic, ambos sem sucesso. O primeiro foi para o Chelsea e o segundo continuou na Fiorentina. A tentativa desses meias mostra que Mancini deseja reforçar a posição. Com a lesão de Silva o time se mostrou perdido e sem armação, fazendo com que as especulações voltem. Angelo Gregucci, que se juntou recentemente ao staff de Roberto Mancini, confirmou o interesse do clube no meia. Angelo elogiou o atleta e confirmou que ele está sim na lista de transferências do clube.

Outros nomes que chamam a atenção são os de Mario Gotze e James Rodriguez. Gotze é do Borussia e fez um estrago na partida contra o City, é jovem e considerado o Messi alemão. Sua contratação seria muito complicada, é muito difícil tirar um jogador alemão de seu país, mas vale a tentativa. O outro é colombiano e vem sendo o destaque do campeonato português atuando pelo Porto. É um meia clássico, típico camisa 10, todas as jogadas passam por ele, muita qualidade na bola parada, faz o jogo acontecer. Ambos são caros, o que dificulta a negociação, já que o City não pode cometer mais loucuras por causa do fair-play financeiro, ainda mas que com a provável eliminação precoce na Champions League o clube deixará de faturar muito dinheiro. Mas seriam ótimos reforços e causariam um impacto muito positivo.

Outra posição que não vem bem é a zaga. Kompany não vem jogando bem e Lescott muito menos. Contratamos Nastasic, mas este, muito novo, ainda não é a solução para nossos problemas. Não acho que precisamos urgente de uma contratação, pois esta mesma zaga (Kompany e Lescott), na temporada passada foi a menos vazada e teve grande performance. Então é questão de treinamento, atenção e dedicação. A fase é ruim mas se eles fizeram bonito temporada passada é questão de tempo para voltarem a grande forma.

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

City perde para o Ajax e se complica na fase de grupos


A derrota por 3 X 1 no Amsterdã Arena complicou a situação da equipe na fase de grupos da Champions League. Na lanterna da tabela, os citizens não conseguiram os três pontos primordiais para se manter vivo na busca pela classificação. Mancini deixou Balotelli no banco e apostou em Dzeko como titular.
  


No primeiro minuto um ataque da Ajax já demonstrava a pressão do time de Amsterdã em cima do City e a equipe não encontrava espaço para criar suas jogadas. Um escanteio pro Ajax ofereceu o primeiro perigo da partida para os visitantes. A primeira tentativa do City de abrir o placar foi um chute de Dzeko de fora da área, mas a bola passou do lado direito do goleiro Vermeer. Já para o Ajax, um chute de Eriksen deu um susto em Hart.

Com 12 minutos, as duas equipes tiveram chances de marcar, mas ambas foram desarmadas no campo de ataque. Pouco tempo depois, Yaya levou uma solada e fez um corte no pé esquerdo. Ele voltou para a partida após ser atendido fora do campo.
 
Muito pressionado pelo time holandês, o City apostava na troca de passes para tentar sair pro jogo enquanto o Ajax aproveitava o contrataque. Apesar de não estar tão bem em campo, Nasri aproveitou a bola servida pó Milner e abriu o placar aos 21 minutos. O torcedor blue viu a esperança de levar os três pontos, já que depois do gol o Ajax é quem levou a pressão.
O City tinha mais espaço para fazer a bola chegar ao ataque, mas os adversários ainda exploravam o contrataque. No finalzinho do primeiro tempo, o empate holandês veio com o capitão De Jong, que recebeu cruzamento pela direita e bateu de primeira no canto esquerdo de Hart.


A postura das duas equipes na primeira etapa definiu o resultado do jogo. O City voltou quase irreconhecível, apesar de ser o dono do primeiro ataque da segunda etapa, sofrendo boa marcação do time do técnico De Boer.

Aos 53 minutos, Nasri e Milner fizeram faltas para cartão amarelo, mas o árbitro não aplicou. Perdido em campo, o City levou o gol de virada aos 56 minutos quando Moisander marcou em cobrança de escanteio, cavado, diga-se de passagem.

Depois do gol, Mancini tirou Lescott para a entrada de Kolarov. Sem conseguir grandes finalizações e com algumas cochiladas na defesa, o terceiro gol do Ajax parecia inevitável.Aos 68 minutos, após um deslize da defesa blue, Eriksen chutou, a bola desviou em Clichy e foi pra rede sem chance de defesa para Hart.

Dois minutos depois, Barry saiu para a entrada de Carlitos Tevez. A partir daí a pressão do City passou a ser um pouco maior. Dzeko chegou a perderuma boa chance de diminuir o placar acertando a perna direita do goleiro após ganhar uma disputa de bola.

Aos 77 minutos Balotelli entrou no lugar de Milner. Yaya fez bom passe para Nasri, apagado em campo, mas ele não acertou a bola. Em um contrataque, quase veio o quarto gol do Ajax, pois Hart estava fora do gol tentando ajudar na defesa. Yaya recebeu cartão amarelo por segurar De Jong.

Sem conseguir sair da marcação, o City tentava trocar passes para chegar ao gol. Aos 85 minutos, Aguero arriscou de fora da área, mas a bola passou por cima do gol. Nem os 4 minutos de acréscimo foram suficientes para tentar buscar pelo menos o gol de empate.


Agora, o City volta a focar na Premier e enfrenta o Swansea City em casa no próximo sábado. A próxima partida pela UEFA Champions League é no dia 6 de novembro contra o Ajax, mas dessa vez no Etihad.

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Ajax v Manchester City - Preview


UEFA Champions League - 3ª rodada
Local: Amsterdã Arena
Data: Quarta-Feira - 24/10/2012
Horário: 16:45h (Brasília)
Transmissão:


Depois da vitória suada contra o WBA o City volta suas atenções para a Champions League novamente.
Ironicamente, nessa temporada estamos vivendo a mesma situação do ano passado.
Estamos chegando na terceira rodada com 1 ponto e precisando de duas vitórias contra o Ajax para ainda sonharmos com a classificação.

Na Champions passada, ganhamos as duas partidas contra o Villareal, vencemos os dois jogos, mas infelizmente não conseguimos a classificação. No mesmo horário, o Real Madrid estará enfrentando o Borussia em Dortmund, e para nosso beneficio a equipe merengue precisa vencer essa partida e o jogo da volta no Bernabéu.

O City terá alguns desfalques, David Silva voltou da seleção espanhola com um estiramento na coxa e deve voltar a equipe apenas no sábado contra o Swansea. Javi Garcia e Maicon continuam machucados e também não devem voar para Amsterdã.

A Champions League para o Manchester City até o momento não tem sido um caminho fácil de se percorrer, mas amanhã apenas os 3 pontos interessam, qualquer coisa abaixo disso já podemos começar a pensar na nossa participação na Europa League.

Prováveis escalações:

Ajax: Vermeer, Ardelweireld, Moisander, Blind, Poulsen, Eriksen, Sana, De Jong, Boerrigter e Babel.

Manchester City: Hart, Richards, Kompany, Lescott, Clichy, Barry, Milner, Yaya, Nasri, Tevez e Aguero.


Curiosidades:

* 15 jogadores do City estavam servindo suas seleções na semana passada, enquanto o Ajax teve apenas 5.

* Essa é a primeira vez que Ajax e City se encontram numa partida oficial.

* Nas duas últimas Champions League o City perdeu 3 dos seus 4 jogos fora de casa.

* A última vitória do Ajax contra uma equipe inglesa dentro de casa foi contra o Nottingham em 1980, temporada passada a equipe holandesa venceu o United dentro do Old Trafford pela Europa League.

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Palmas aos perseguidos



Triste daquele que sofre perseguição, pois se fizer bem, não será mais que a obrigação, e terá elogios frios, aquém do merecido, mas quando fizer mal, um mundo voraz de pedras atingirá suas costas, sem dó, sem chance de resposta.

A introdução soa até com um ar bíblico, mas não é, o trecho acima cabe muito bem em um jogador do City: Edin Dzeko, aquele a quem vários torcedores daqui do Brasil lhe rende uma paciência bastante curta, daquelas que o obriga a fazer no mínimo 3 gols por jogo, do contrário deve sair imediatamente, para a vinda de qualquer atacante top do mundo.

Os mesmos detém um infinito amor por Mario Balotelli, o italiano que até eu mesmo sei que tem bem mais potencial que o bósnio, mas que até hoje, em campo, viveu de partidas isoladas, e de nenhuma forma superou o que Edin apresentou, e a diferença é mais gritante ainda se for ver esta temporada. Balotelli é bem mais famoso pelas cagadas que faz, e que muitas vezes atraem uma atenção nada necessária ao clube, já que o mesmo virou o alvo predileto dos papparazzi.

Nada contra Mario, mas o que se nota é que quase toda idolatria em torno dele, ao qual adoram chamar de “mito” se dá pelas notícias extra-campo, que pipocam aos montes todos os dias, é algo tão insano que qualquer coisa insignificante vira manchete.

Em números totais da confiável Wikipédia inglesa, atualizados até 20/10, os dois estão tecnicamente empatados, mas Edin tem vantagem em dois gols: 21 a 19. Já apenas referente a 2012/13 são 6 gols de Dzeko, contra 2 de Balotelli, o primeiro é, sem dúvidas, nosso melhor e mais eficiente atacante no momento, fazendo mais até do que a dupla titular incontestável Tevez e Aguero, e isso tudo sendo ruim de bola...

Pois é, claro que não devemos ser só elogios, então vamos algumas criticas que concordo, pelo menos em partes. Não é um primor de técnica, muitas vezes se enrola e perde boas chances, parece ser jogador de segundo tempo, para quando a situação está preta, pois muitas vezes foi titular e teve atuações sofríveis, etc.

Existem atenuantes, acho que o nível de Dzeko, apesar de ser o pior dos quatro atacantes, está bem acima de ser um grosso, gols cara-a-cara todos perdem, e para um grandalhão ele é bom de bola. Na questão dos jogos, está resolvendo mais saindo do banco, pura verdade, foi mal quando ganhou uma chance contra o Borussia, e aproveitaram para malhar o Mancini em praça pública, mas vai dizer que ele não merecia, pelo que vinha fazendo? Outra, o tão amado Balotelli já teve muitas partidas de ser apenas um expectador, mas claro, as criticas são bem menos ferozes, se é que elas tenham existido...

Foi feito um investimento alto, de alguém que deveria vir para ser titular absoluto, então ele decepcionou um pouco, mas não deixou de valer a pena. Valeria apenas, em minha opinião, por aquele segundo gol no dia 13 de maio de 2012, que foi essencial para nos tirar de uma fila de 44 anos de espera, só que ele fez mais, como no último sábado, em que nos salvou com dois gols, marcando o da virada no apagar das luzes, e o bom começo não é inerente apenas a esta temporada, na anterior ele também iniciou com tudo, e fez jogos memoráveis, como aquele 1 x 5 contra o Tottenham.

O caso de Dzeko é pior do que o de Adriano Gabiru no Inter, mal comparando, o cara era contestado, mas virou ídolo depois de fazer o maior gol da história do clube, já no nosso caso, só por causa dele que Aguero fez “O gol”, e ainda assim acontece disso. Aliás, mesmo se ele tivesse feito aquele terceiro também, aposto que hoje estariam pedindo Falcão Garcia e Cia. no seu lugar...

sábado, 20 de outubro de 2012

Dzeko salva o Manchester City e tira invencibilidade do West Brom em casa


Mancini estava certo ao declarar que o jogo contra o West Bromwich não seria fácil. Embora os Citizens tenham dominado o início da partida, os Baggies conseguiram reagir muito bem, principalmente a pós a expulsão de Milner. Foram os anfitriões que abriram o placar, mas, com dois gols no fim do segundo tempo, Dzeko quebrou a invencibilidade dos Albions no estádio de Hawthorns, na 8ª rodada da Premier League.

Nos primeiros minutos da partida, não havia como imaginar que o primeiro tempo seria difícil para os dois times. O Manchester City dominava a partida inicialmente, conseguindo ter posse de bola de 61%. As 14 minutos veio a primeira boa chance dos Blues marcarem. Na cobrança de escanteio, Richards estava bem posicionado, mas acabou cabeceando para fora.

Aos 18 minutos Balotelli recebeu cartão amarelo pela chegada dura durante disputa de bola. Este seria o primeiro cartão dentre os vários dados aos dois times ao longo da partida.

Em jogada entre Balotelli e Tevez, o argentino não conseguiu abrir o placar, jogando para fora, aos 21 minutos, mesmo em frente ao gol.

Após Yaya perder a bola no meio do campo, James Morrison disparou em direção ao gol dos Blues. Milner fazia a marcação e deu um carrinho atrasado, derrubando o jogador dos Baggies. O Citizen levou cartão vermelho, aos 22 minutos. Na cobrança, a bola ficou na barreira. Esta foi a primeira oportunidade real dos Albions abrirem o placar.


Em uma boa jogada dos Baggies, aos 29 minutos, Joe Hart é atingido no joelho direito ao sair do gol. Dorrans não conseguiu desviar e mesmo saltando por cima do goleiro, o acertou. Após o susto, Hart voltou a jogar sem problemas.


Em quatro minutos (31 e 35), o West Brom levou dois cartões amarelo: um para Gabriel Tamas e outro para Yacob. O segundo foi devido à chegada dura em Tevez. Balotelli cobrou a falta, mas deixou na barreira.

Nasri tentou abrir o placar, mas deixou fácil a bola na mão de Foster aos 36 minutos. A defesa estava bem concentrada dentro da pequena área.

Aos 40 minutos, Balotelli fez ótima jogada. O italiano avançou bem, mesmo com forte marcação, passou entre dois Baggies. A finalização foi boa, mas Foster tirou com pé. Nos acréscimos, o goleiro teve que trabalhar para defender o chute de Tevez aos 47 minutos.


No início do segundo tempo os Citizens recuperaram o gás dos primeiros minutos de jogo. Os Blues conseguiam permanecer na área do West Brom.

Aos 59 minutos, tanto a torcida dos Baggies como a dos Blues prenderam o fôlego. Na cobrança de escanteio, Tevez bateu, Richards cabeceou, Balotelli pegou o rebote e chutou, na sobra, Yaya cabeceou. Mesmo com tantas tentativas, a finalização não foi boa e o jogo continuou no 0 a 0. Um minuto depois, Fortune recebeu cartão amarelo ao colocar a mão na bola. Na cobrança de falta, Yaya bateu, mas não houve finalização.

Mancini mexeu no time aos 63 minutos e substituiu Balotelli por Agüero aos 63 minutos. O argentino entrou com vontade de marcar e tentou furar o bloquei da defesa, mas não conseguiu.

O West Bromwich abriu o placar aos 67 minutos. Peter Odemwingle driblou a defesa e tocou para Long, que deu um toque na bola, desviando-a para o canto do gol. Joe Hart mal saiu do lugar, afirmando que o jogador estava impedido.

Na segunda substituição dos Blues, Dzeko entrou no lugar de Barry aos 78 minutos. Somente demorou dois minutos para o bósnio marcar. Em cobrança de falta Dzeko cabeceou e empatou.


Kolarov substituiu Tevez aos 82 minutos. Yaya Touré levou mais um cartão amarelo para o City aos 89 minutos.

Os times aproveitaram o acréscimo para correr atrás do desempate. Aos 91 minutos, Lukaku tentou marcar de bicicleta, mas Hart fez ótima defesa. Para não deixar por menos, os Citizens reagiram. Agüero disparou pelo canto e, ao se aproximar da pequena área, tocou para Dzeko, que ampliou para o City e fechou o placar em 2 a 1.


Com o resultado, o Manchester City permanece no terceiro lugar, agora com 18 pontos, e o West Bromwich na sexta posição, com 14 pontos. Na temporada, esta foi a segunda vitória dos Blues fora e a primeira derrota dos Baggies em casa.

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

West Bromwich v Manchester City - preview



Barclays Premier League - 8ª rodada
Local: The Hawthorns
Data: Sábado, 20/10/2012
Horário: 11h (Brasília)
Transmissão: Sem transmissão ao vivo


Hoje, o técnico do Manchester City, Roberto Mancini, declarou ao Daily Mail que considera o West Bromwich o melhor time da Premier League no momento. Mancini acredita que é preciso se concentrar no jogo de amanhã:

- Precisamos pensar e precisamos colocar tudo o que temos para o jogo de amanhã, porque vai ser muito difícil. Depois da partida nós vamos pensar sobre os outros jogos – declarou Mancini.


Fatos da partida:
- O West Bromwich não conseguiu marcar contra o Manchester City nos últimos quatro confrontos da Premier League.

- Em contra partida, os Baggies ganharam quatro jogos consecutivos que tiveram até agora em casa contra grandes times, o que não acontecia desde 1919.

- West Brom venceu seis e perdeu apenas um dos últimos oito jogos em casa na Premier League.

- O meia Mulumbu ainda não está confirmado para a partida.

- Os Blues não contarão com David Silva em campo por conta de uma lesão na coxa que o espanhol sofreu na partida contra a França, na última terça-feira, pelas Eliminatórias Europeias da Copa do Mundo de 2014.

- O Manchester City tem somente um ponto de vantagem em relação ao West Bromwich e 3 gols a mais.

- O City marcou nos últimos 13 jogos da Premier League.

- Manchester City teve mais chutes a gol do que qualquer outro time na primeira divisão (48).

- Nesta temporada os Blues venceram duas vezes fora de casa e empataram uma.


Convocados para a partida:

Manchester City: Hart, Pantilimon, Wright, Richards, Zabaleta, Lescott, Kompany, Nastasic, Kolo Touré, Clichy, Kolarov, Nasri, Milner, Yayay Touré, Barry, Sinclair, Agüero, Dzeko, Balotelli, Tevez.

West Bromwich: Daniels, McAuley, Olsson, Tamas, Dawson, Jara Reyes, Popov, Ridgewell, Mulumbu, Yacob, Dorrans, Morrison, El Ghanassy, Gera, Fortune, Odemwingie, Lukaku, Long, Rosenberg.


Não jogam:

Manchester City: David Silva, Javi Garcia, Jack Rodwell (os três com lesão na coxa) e Maicon (com lesão no pé).

West Bromwich: Jones (lesão no joelho), Reid e Brunt (lesão na coxa), Myhill (lesão no polegar), Thomas.


Data FIFA e os prejuízos ao City



Roberto Mancini confirmou uma triste notícia: David Silva vai perder o embate de amanhã contra o West Brom e, principalmente, do jogo vital pela Champions League contra o Ajax, em que o time necessita vencer ou vencer.

O meio-campista saiu mancando depois de apenas 12 minutos, no empate de La Roja em 1-1 contra a França em Madrid, na terça-feira.

"Nós temos um monte de problemas de contusão após a Data FIFA", revelou Mancini.

"David tem um problema no tendão e não está pronto para amanhã.”

"Esperamos que ele esteja pronto para o próximo jogo da Premier League contra o Swansea."

Javi Garcia e Jack Rodwell também estão se recuperando e não ficarão disponíveis para amanhã.

"Javi eu acho que vai ficar de fora por mais de uma semana talvez, Jack está fora também", confirmou o técnico.

O italiano também expressou preocupação com os selecionáveis ingleses que, segundo ele, estão "cansados", após o jogo contra a Polônia em Varsóvia ser adiado por um dia devido às chuvas.

"Eu acho que às vezes, quando temos esta situação, deveríamos mover o nosso jogo de sábado para domingo, se possível. Jogamos às 3 horas no sábado", destacou Mancini.

"Eu não estou desapontado, mas eu estou preocupado porque hoje os jogadores - Joe, James e Joleon - terão o primeiro treinamento em conjunto esta semana e amanhã já vamos jogar, mas não podemos mudar isso agora."

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Talento do City, Guidetti renova contrato



John Guidetti terminou com as especulações em torno de seu futuro no Manchester City, depois de assinar um contrato de três anos com os atuais campeões da Barclays Premier League.

O sueco provou seu talento na última temporada, disputando a Eredivisie, emprestado ao Feyenoord, marcou espetaculares 20 gols em apenas 23 partidas, despertando grandes expectativas e a cobiça de vários clubes.

Diante de tamanho estrondo, o City se apressou em prolongar a sua permanência no clube, oferecendo ao jovem de 20 anos, que tinha dois anos restantes de contrato, um novo acordo de longo prazo.

Guidetti tinha sido associado a uma reunião com Mark Hughes no QPR, além disto, clubes como o próprio Feyenoord o queriam novamente por empréstimo, mas já estava decidido a lutar por um lugar na equipe principal dos Citizens.

Ele disse: "É um momento muito emocionante fazer parte desse clube, nós somos os campeões da última temporada e o City está buscando agora ser o melhor em todos os sentidos, fazer parte disso e o clube mostrar que eles querem que eu seja uma parte é muito bom.”

"Vai ser competitivo com os jogadores que temos aqui, mas quem não gosta de ser competitivo?! Se tudo fosse fácil, não seria divertido! Eu sei que vou aprender muito com todos os grandes atacantes que estão aqui.”

"Eu sou apenas um jovem e se posso treinar todos os dias com os melhores atacantes do mundo, então eles vão me ajudar. Se eu posso ver o que eles fazem no treinamento, posso tentar fazer o mesmo e melhorar. "

Guidetti retornou do empréstimo ao final da temporada passada, depois de sofrer com um problema viral que o afastou dos gramados, e ao qual ainda está lutando para voltar à plena forma.

“Está indo bem - eu posso correr, posso passar, chutar, por isso estou definitivamente ficando lá, mas temos que ser um pouco mais pacientes.”

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Yaya, indispensável ou não?


Manchester Evening News

O City não concorda com a sugestão de que qualquer um de seus jogadores são indispensáveis. O passar do tempo nos diz que a palavra realmente não significa nada no futebol, os jogadores vêm e vão, com seus auges e declínios, e o clube continua.

Quando chegou a hora, até mesmo grandes nomes azuis como Bert Trautmann, Colin Bell e Georgi Kinkladze não foram indispensáveis. Mas há um homem na equipe atual que está tão perto dessa definição quanto talvez ninguém na história do clube.

Ele é a força motriz do meio-campo, o homem que fez mais do que a maioria para transformar o City em potência da Premier League, falamos de Yaya Toure.

A classificação da Costa do Marfim para a fase final da Copa das Nações Africanas, no último sábado, significa que Yaya ficará afastado por até seis semanas nesta temporada, isto mesmo, o mesmo sofrimento do começo deste ano acontecerá novamente...

Os marfinenses estarão novamente entre os favoritos para chegar à final do torneio, a ser realizado na África do Sul a partir de 19 de janeiro, só para maximizar a dor dos Blues.

Não estranhe o intervalo de apenas um ano, o normal é que seja realizado a cada dois, mas para sincronizar com o calendário internacional da Fifa, eles adiantaram o que seria apenas em 2014.

Na última temporada, a ausência Yaya enquanto ele estava com a seleção coincidiu com um dos momentos mais fracos da temporada, já que perdeu para o United na Copa da Inglaterra, foram eliminados pelo Liverpool nas semifinais da Carling Cup, escorregou para o Everton na Premier, mas conseguiu vitórias convincentes contra Wigan, Tottenham e Aston Villa.

Não foi coincidência estatística que, quando os Blues enfrentaram três jogos importantes em uma semana – contra o Fulham fora e em casa com Borussia Dortmund e Sunderland - os jogadores de linha que começaram em todos eles foram apenas Yaya, David Silva e Pablo Zabaleta, e este último só jogou porque as lesões minaram os concorrentes da posição.

Numa época em que rotação é a palavra da moda, e que os managers falam constantemente que é impossível para os jogadores atuar em todos as partidas, o meia resiste à tendência.

Em 2011/12, ele esteve sempre presente na primeira metade da temporada, a exceção de três duelos da Carling Cup, quando foi deixado nas arquibancadas.

A única vez em que lhe foi dado qualquer descanso durante o jogo, foi quando a equipe estava em uma vantagem confortável e para mais de 60 minutos de partida.

Ele foi substituído contra Wigan (3-0), Aston Villa (3-1), Villarreal (3-0), Newcastle (3-0), Bayern de Munique (2-0), Arsenal (1-0 , nos últimos cinco minutos), Blackburn (3-0), Arsenal (0-0, lesionado) e QPR (1-0, lesionado).

Em sua única aparição como substituto, contra o Norwich, ele virou uma nervosa vantagem de 2-1 para um acachapante 6-1, e foi um Golias num dos jogos mais cruciais da temporada, quando fez os essenciais dois gols em Newcastle que levou a decisão para a última rodada.

Como sabemos, ele machucou-se no épico duelo contra o QPR, e foi forçado a sair no intervalo. Se os fãs de Blues teriam sofrido todas as agonias que marcaram a heroica conquista, caso Yaya permanece-se em campo, é uma questão que nunca saberemos. Mas a sua importância é totalmente evidente, e esse padrão continuou para agora.

Ele é o único do City a ter jogado todos os minutos da Community Shield, Premier League e Champions League.

Mas não é a opinião do assistente David Platt, que quase estremeceu com a idéia de que Yaya é indispensável.

Ele era um dos apoiadores da ideia de que era necessário um reforço de peso durante o verão para garantir uma ausência menos sentida, quando da partida do marfinense, em janeiro.

Foi por isso que eles estavam tão interessados ​​em trazer Daniele de Rossi de Roma, uma transferência que naufragou quando o jogador expressou seu desejo de permanecer em seu clube de coração.

Mas os ventos podem mudar, e as notícias que saem da Cidade Eterna dizem que as relações de Daniele com o gerente Zdenek Zeman não andam boas, o que pode voltar a despertar o interesse do City na janela de transferências de janeiro.

No final, vieram Javi Garcia e Jack Rodwell, aquém do imaginado, e que não são substitutos diretos para Yaya, e nem tem grife para isto.

Perguntado se Yaya e Silva, simplesmente não podem ficar de fora, Platt disse: "Eles não são indispensáveis, temos de olhar para as coisas.”

"Queremos chegar a um ponto em que ninguém é indispensável. O que sabemos é que com Yaya, ele pode nos dar equilíbrio tanto, tanto controle do jogo, etc. Com David, quando você pensa que está enfrentando uma defesa apertada, ele pode abrir as coisas com a sua capacidade.”

"Abordamos cada jogo como se trata, com um olho sobre o que os jogadores fizeram e o que vão ter de fazer no próximo encontro.”

"Nós escolhemos uma equipe para o Borussia Dortmund, mas o manager já tinha um olho em Sunderland.”

Dilemas a parte, o fato é que a equipe no ano novo vai ficar interessante. Yaya - além de seu irmão Kolo e o jovem Abdul Razak - estão definidos para fazer suas despedidas após a peleja do dia de Ano Novo contra o Stoke, e é provável que percam as duas primeiras rodadas da Copa da Inglaterra, além de jogos contra Arsenal, QPR e Southampton, Fulham e Liverpool.

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

City e United, um só clube (!)



 Daily Mail

Acredite, por incrível que pareça, parece que é verdade, e está sendo revelada agora: um historiador de futebol mostrou que os dois rivais poderiam ter se unido, por volta dos anos sessenta.

Em 1964, o presidente do City, Frank Johnson, propôs a idéia de que os dois clubes se fundissem em um só, num momento em que ambos tinham boas relações extra-campo e os azuis estavam sofrendo alguns de seus dias mais sombrios.

Houve um forte sentimento de boa vontade entre os dois naquela época, com o City permitindo que seus rivais usassem Maine Road, enquanto o Old Trafford era reconstruído depois de ter sido danificado durante a Segunda Guerra Mundial.

No entanto, apesar dos devils estarem sofrendo com o desastre aéreo de Munique em 1958, eles tinham reconstruído sua projeção, o que significava que unir forças com o City era uma opção pouco atraente.

Gary James escreveu uma nova história sobre os Blues e falou sobre o que poderia ter sido.

"A idéia foi rechaçada por ambos os clubes antes de tornar-se pública", explicou James.

"Falei com Eric Alexander, cujo pai Albert era presidente na época, e ele disse que Frank Johnson, que surgiu com a idéia, muitas vezes aparecia com idéias malucas.”

"Outro de seus planos era tornar todo o campeonato regionalizado entre norte e sul.”

"O City [sob comando do então manager George Poyser] estava em uma baixa real na época.
Em termos de posição da Liga, não foi tão ruim quanto 1998-99, mas em termos de moral geral, atmosfera, o apoio era, de longe, o mais baixo da história do clube.”

"No final dos anos noventa, ainda tínhamos mais de 30.000 em média a ir nos jogos, e isso significava que o clube tinha alto perfil. Em 1964-65 estávamos na segunda divisão, o apoio caiu para menos de 15.000, e o interesse geral no clube também diminuiu.”

"Eu sempre acreditei nos anos noventa que iriamos voltar, por causa da força dos fãs, mas naqueles dias nos anos sessenta um monte de gente não se sentia assim.”

"Naquele tempo, grandes clubes como Bolton, Burnley e Blackpool, que tinham sido potências, começaram a cair, e clubes como o Accrington Stanley Park e Bradford Avenue estavam morrendo. Havia um sentimento de que isso poderia acontecer com qualquer um. Na verdade, tudo o que precisava no City era um plano e uma visão, e trazer o manager certo."

Felizmente isto não passou de uma maluquice, sofridos ou não, com seca de títulos ou não, nós somos City não pelas glórias, e sim pelo que o clube é, sua história fantástica, seus fãs mais que especiais. Lembrem-se, não somos muitos, mas somos únicos!

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Teoria e prática, o que vem dando errado?



Parece que muitas coisas esta temporada estão teimando em se repetir, e o mais gritante é na Champions League, novamente tivemos o azar de pegar o pior grupo, mas acontece, sabemos que somos qualificados e favoritos para passar a segunda fase, mesmo que tenhamos dificuldades. O aprendizado está aí, caberia analisar onde tínhamos pecado em 2011/12, o ponto crucial que nos fez cair na primeira fase, e buscar a todo custo não fazê-lo, não é simples como as palavras, mas é o óbvio.

TEORIA - Um time fortíssimo, capaz de bater de frente com todos, já tarimbado e campeão, respeitado nacionalmente, e agora sem a desculpa de estreia na competição, até porque alguns dos contratados já trouxeram uma experiência considerável, inclusive de títulos, como o caso de Maicon, aliás, reforços pontuais, apenas para melhoramentos da já sólida base.

PRÁTICA - Está claro que não aprendemos, aliás, não só isto, perdemos alguma coisa neste período inter-temporadas  Com essa ânsia ou necessidade de revezamento pelas várias competições, o entrosamento logicamente se prejudica, o time perdeu um pouco o “jeito” adquirido de jogar, algo que quando erradamente não se soluciona na pré-temporada, o é feito nas primeiras rodadas, enquanto isto as apostas são nas individualidades, pior, Silva, o motor do time, não começou bem, Aguero se machucou, não iria voltar arrebentando, e Nasri não é digno de confiança.

Lá atrás também a coisa não está boa, a exceção de Hart, que vem pegando o possível e o impossível, antes de sábado, o time tinha sofrido gols em todos os jogos, com vários erros individuais, um exagero para a área mais sólida da equipe há apenas alguns meses, ela que fez seu trabalho mesmo quando a linha de frente falhou.

Tirando a parte o começo devagar na Premier, pois esta dá muito tempo para uma volta por cima, a Champions não, nela não há paciência, é imediata. Pois bem, estreia com o Real, primeiro tempo péssimo, no segundo, apesar de ainda jogar pior, o City estava conseguindo um grande resultado, ganhando por 2 a 1 com mais de 40 minutos de jogo, em um intervalo de 4, tomamos a virada, por pura falta de sabedoria de segurar um resultado.

Mas tudo bem, passa, era uma derrota esperada, o pior veio depois, assim como na Champions passada fomos mais cedo do que o esperado por causa daquele empate em casa com o Napoli, tratamos de cometer o mesmo tropeço agora, e jogando mal, sendo pressionados, empatando no apagar das luzes e por pouco saindo com um resultado trágico, que jogaria tudo por água abaixo.

E assim estamos, temos a obrigação de vencer as duas contra o Ajax, torcer para o Real, quem sabe, conseguir duas vitórias sobre os alemães, para com isso jogarmos apenas pelo empate na dificílima partida em Dortmund, e pegarmos os espanhóis classificados e tranquilos em casa, porque, se passamos sufoco com os amarelos, imaginem contra o principal time do grupo?!

Não é ser pessimista por antecipação, é analisar a realidade, e ela não está muito favorável, por futebol apresentado ou resultados concretos. Tomara que a boa vitória sobre o Sunderland, neste último sábado, signifique uma mudança de rumos.

Assuntos

#FollowTheCaptain (1) #ManchesterCity #ManchesterUnited #Derby #City #United #RoyKeane #Ferguson (1) #SemanaDoClássico (4) #TOGETHER (3) 11ª rodada da Premier League (8) 12ª rodada da Premier League (3) 12ª rodada da Premier League 2013/2014 (2) 13ª rodada da Premier League 2013/2014 (1) 13ª rodada Premier League (1) 13ª rodada. (1) 14ª rodada da Premier League 2013/2014 (1) 14ª rodada Premier League (3) 14ª rodada Premier League 2013/2014 (2) 15ª rodada da Premier League (2) 16ª da Premier League (1) 16ª rodada da Premier League (2) 17² rodada da Primier League (1) 17ª Premier League 2013/2014; Premier League; Premier League 2013/2014; Kompany (1) 17ª rodada da Premier League (2) 18ª rodada Premier League 2013/2014 (1) 19ª rodada da Premier League (3) 19ª rodada da Premier League 2013/2014 (1) 1ª rodada da Premier League 2013\14 (3) 20ª rodada da Premier League (1) 20ª rodada da Premier League 2013/2014 (1) 21ª rodada da Premier League (3) 22ª rodada da Premier League (3) 23 (1) 23ª rodada da Premier League (4) 24ª rodada Premier League (3) 25ª rodada da Premier League (3) 26ª rodada da Premier League (4) 27ª rodada Premier League (2) 28ª rodada da Premier League (2) 2ª rodada da Premier League (2) 2ª rodada da Premier League 2013/2014 (1) 2º rodada Premier League (1) 30ª rodada da Premier League (1) 34ª rodada da Premier League (1) 35ª rodada da Premier League (2) 36ª rodada Premier League (3) 37ª rodada da Premier League (2) 38ª rodada da Premier League (2) 38ª rodada Premier League (1) 38ª rodada Premier League 2013/2014 (1) 3ª rodada Premier League 2013/14 (1) 4ª fase (2) 5ª rodada da Premier League (3) 5º rodada (1) 6ª rodada da Premier League (1) 7ª rodada da Premier League (4) 7ª rodada da Premier League 2013/2014 (1) 8ª rodada da Premier League (4) 9ª rodada (1) 9ª rodada Premier League (2) Abdul Razak (2) Abu Dhabi (1) Academia (19) Adam Johnson (48) Adam Sadler (1) Adebayor (38) ADUG (4) Aguero (86) Agüero (4) Aguero. (1) AJ (13) Ajax (5) Ajax. (1) Al Alin (1) Al Hilal (2) Alan Shearer (1) Alessio Cerci (1) Alex Ferguson (5) Alex Nimely (1) Alexis Sanchéz (2) Alvaro Negredo (16) Amistoso (3) Amistosos (6) Análise Tática (4) Ander Herrera (1) Anelka (1) Anfield Stadium (1) Arsenal (26) Ashley Young (1) Aston Villa (14) Atacantes (5) Aubameyang (1) Audi Cup (1) baines (1) bale (1) Balotelli (76) Barcelona (10) Barclays NY Challange (3) Barclays Premier League (2) Barnsley (2) Barry (35) Bayern (11) Belgica (1) Belhanda (1) Bellamy (16) Bellamy. (1) Bem Haim (1) Ben Mee (1) Benjani (2) Benteke (1) Besiktas (2) Birmingham (4) Birmingham. (1) Blackburn (7) Blog do City (3) Blog na Mídia (1) Blue Moon (1) Blue Moon Rising (1) Boa Vista (1) Boateng (3) Boca Juniors (1) Boca Júniors (1) Bojinov (1) Boleyn Ground (1) Bolton (3) Borussia Dortmund (5) Boyata (7) Boyota (1) Brasil (1) Brasileiros no City (1) Brian Kidd (2) Brian Marwood (1) Bridge (15) Brighton (1) Brittania Stadium (1) Caicedo (1) Camarões (1) Cameroon (1) Camisa nova (2) Campeões (3) Capital One Cup (8) Cardiff City (1) Carling Cup (29) Carlos Tevez (67) Categorias de base (10) Cavani (6) Centro de Treinamento (1) CEO (1) Champions (7) Champions League (54) Champions League 2012/13 (27) Champions League 2013/14 (2) Champions League Sergio Aguero Manchester City Alvaro Negredo Stevan Jovetic Vincent Kompany (2) Chelsea (33) Cisse (1) City (6) City Football Academy (1) City of Manchester Stadium (16) City v United (1) Cityticketx (1) Clichy (12) Community Shield (7) Complex Etihad (1) Comunicado Blog (2) Contratações (12) Contratações 12/13 (5) Contratações 13/14 (1) Contusões (5) Copa da Liga 10/11 (2) Copa da Liga 13/14 (1) Copa das Nações (2) Copa das Nações Africanas (3) Copa do Mundo 2010 (4) Copa Ueda 07/08 (1) Copa Uefa 08/09 (5) Copa Uefa 10/11 (4) Costa do Marfim (1) Costel Pantilimon (10) Crise no City (6) Crystal Palace (2) CSKA (2) Cunningham (1) Curiosidades (2) Daniel Agger (1) Danielle De Rossi (6) data FIFA. (2) David Gonzalez (1) David Luiz (3) David Moyes (1) David Platt (6) David Silva (109) david villa (2) De Jong (25) Deadlineday (1) Defensores (12) Deloitte (1) Demba Ba (1) Demichelis (2) Denis Suarez (4) Derby (32) Derby de Manchester (3) Desfalques (1) Dispensa 10/11 (3) Dispensa 12/13 (1) doping (1) Dubli Super Cup (2) Dunne (2) Dynamo Dresden (1) dzeko (38) Eden Hazard (5) Edin Dzeko (70) Edinson Cavani (2) Edison Cavani (2) EDS (20) Elano (5) Elenco (1) Eliaquim Mangala (2) Eliminatórias Copa 2014 (1) Eliminatórias Euro 2012 (4) Emirates Stadium (1) Empréstimos (3) Empréstimos 10/11 (6) Empréstimos 11/12 (3) Empréstimos 12/13 (5) English Team (3) Enquete (2) Entrevista (36) equipe do blog (1) Espanha (3) Especulação (16) Especulação 08/09 (11) Especulação 10/11 (43) Especulação 11/12 (18) Especulação 12/13 (22) Especulação 13/14 (3) ESPN (2) ESPN Brasil (3) Etihad (1) Etihad Campus (3) Etihad Stadium (70) Etuhu (1) euro 2012 (4) Euro2012 (4) Europa League (10) Everton (14) Executivos do City (15) FA (4) FA Cup (36) FA Cup 10/11 (18) FA Cup 11/12 (10) FA Cup 12/13 (12) FA Cup 2012/2013 (1) FA Cup 2013/2014 (5) FA Cup Final (4) Fabregas (1) Fábrica do City (9) Falcão (1) Fatos Bizarros (14) Ferguson (1) Fernandinho (8) Fernandinho. (1) Fernando (2) Ferran Soriano (8) FFP (2) FIFA (1) FIFA 12 (1) Financial Fair Play (3) Fiorentina (3) Foe (1) Football Association (1) Fox Sports (1) Frank de Boer (1) Fulham (8) Futebol Brasileiro (1) Gabriele Marcotti (1) Gael Clichy (12) Gai Assulin (1) Gareth Bale (4) Gareth Barry (8) Gary Cook (1) Gary Neville (1) George Evans (1) Gerrard (2) Gervinho (1) Gil Vicente (1) Giroud (1) Given (12) Goleiros (4) Gols (32) Grupo D (3) Hamann (1) Hargreaves (5) Harry Redknapp (1) Hart (50) Hazard (2) História (5) Howard Webb (2) hulk (3) Hummels (2) Ibrahim (5) Ibrahimovic (3) Iheanacho (1) Imagem (2) Inglaterra (2) Inter (5) Internacionalizar (1) Internet (1) Ireland (5) Isco (4) Jack Rodwell (6) James Milner (15) James Rodriguez (1) Janela de Transferências (4) Javi Garcia (14) Javi Martinez (1) javier pastore (1) Jerome Boateng (1) Jesus Navas (5) (6) Joan Roman (2) Joe Hart (31) Jogos Olímpicos 2008 (1) John Guidetti (14) Jose Mourinho (2) José Mourinho (6) Juan Mata (2) Karim Rekik (1) Keep Calm (1) Khaldoon Al Mubarak (4) Kia Joorabchian (1) Kolarov (44) Kolo Touré (20) Kompany (46) Kun Aguero (4) Kun Agüero (4) Lampard (1) Lavezzi (1) Lech Poznan (1) Leeds United (2) Leicester City (1) Lendas do City (20) Lescott (38) Liga do Reservas (1) Liga dos Campeões (4) Liga dos Campeões 4ª rodada (1) Liga Europa 10/11 (12) Liga Europa 11/12 (9) Ligue 1 (1) Lille (1) Linha Cronológica (1) Liverpool (21) Llorente (1) Logan (1) Londres (2) Lyon (1) Maicon (8) Maine Road (2) Maine Road FC (2) Málaga (3) Manchester (1) Manchester City (174) Manchester City Arsenal Etihad Stadium Premier League 13/14 Ingressos (1) Manchester City Arsenal Premier League 2013-14 Fixtures Manchester United (1) Manchester City Benfica Alvaro Negredo Stevan Jovetic Fiorentina Sevilla Eduardo Salvio (1) Manchester City Capital One Champions League Premier League Chelsea CSKA Newcastle (1) Manchester City Dortmund Mario Götze Isco Edin Dzeko (1) Manchester City Etihad Airways Bussiness negócios (1) Manchester City Etihad Campus Etihad Stadium Sheikh Mansour Premier League (1) Manchester City Etihad Stadium Premier League (2) Manchester City Fernandinho Premier League Champions League Manchester United Derby Shakhtar Entrevista (1) Manchester City Fernandinho Shakhtar Premier League Season 2013/14 Contratações Manuel Pellegrini (3) Manchester City Ferran Soriano Malaga Manuel Pellegrini New York City (1) Manchester City Hong Kong Champions League Camisa Away (1) Manchester City Ladies (1) Manchester City LG Etihad Stadium Etihad Campus (1) Manchester City Maicon Roma Serie A Premier League (1) Manchester City New York Yankees New York City Major League Soccer MLS NYCFC (1) Manchester City Portugues Site Ferran Soriano (1) Manchester City Racing Club Bruno Zuculini Argentina (1) Manchester City Real Madrid Isco Pellegrini (1) Manchester City Sevilla Jesus Navas Manuel Pellegrini Ferran Soriano Temporada 2013/14 Premier League (1) Manchester City Sheikh Mansour Etihad Campus Etihad Stadium Fernandinho Jesus Navas New York City Transferências (1) Manchester City Tour Nelson Mandela África do Sul (1) Manchester City Transferências Premier League Deadline Day Jovetic Barry Everton Fernandinho Negredo Navas (1) Manchester United (56) Mancini (27) Manoel Pellegrini (1) Manuel Pellegrini (15) Manuel Pellegrini Manchester City Roberto Mancini David Silva (1) Marc Vivien Foe (1) Marco (1) Marcos Lopes (2) Mario Balotelli (42) Mário Balotelli (10) Mário Balotelli. (2) Mario Gotze (1) Mark Hughes (23) Marketing e Propaganda (4) Mata (1) Matija Nastasic (12) MCFC (2) McGivern (2) Meias (12) Melbourne Heart (1) Melhor do Mundo (1) melhor jogador do mês (1) Mercado (2) Messi (1) Micah Richards (36) Michael Johnson (8) Michu (1) Milan (8) Milner (29) Mohammad Abu (1) MotM (32) MotM 10/11 (20) MotM 11/12 (4) Mourinho (1) Napoli (9) Nasri (27) Nastasic (3) Natalie Pike (1) Negredo (1) Negredo. (1) Neil Warnock (1) Neil Young (1) Newcastle (6) NextGen (1) Neymar (1) Nielsen (2) Nigel De Jong (11) Nike (2) Nir Biton (1) Noel Gallagher (3) Norwich (6) Norwich City (3) Notas (2) Nova Era (1) Numeração Plantel 10/11 (1) Oasis (11) Oitavas de final da Carling Cup (1) Old Trafford (1) Onuoha (5) Opinião (37) Oscar (2) Ozil (1) Pablo Zabaleta (9) Pablo Zabaletta (6) Parceria (1) Pellegrini (4) Peter Crouch (1) Petrov (4) Pizarro (6) Platt Lane (3) Polêmicas (7) Pontos Perdidos (1) Porto (9) Pós-jogo (5) Pré-Temporada 08/09 (6) Pré-Temporada 09/10 (4) Pré-Temporada 10/11 (15) Pré-Temporada 11/12 (4) Pré-temporada 12/13 (12) pré-temporada 13/14 (2) Pre-temporada Pre-Season Manchester City Manuel Pellegrini Jesus Navas David Silva Fernandinho Premier League 13/14 (1) Premier (1) Premier Academy League (1) Premier League (160) Premier League 07/08 (6) Premier League 08/09 (3) Premier League 09/10 (8) Premier League 10/11 (46) Premier League 10ª rodada (3) Premier League 11/12 (76) Premier League 12/13 (25) Premier League 13/14 (3) Premier League 14/15 (1) Premier League 1ª rodada (1) Premier League 2012/2013 (12) Premier League 2013/2014 (19) Premier League 2014-15 (1) Premier League 29ª rodada (2) Premier League 31ª rodada (2) Premier League 33ª rodada (1) Premier League 34ª rodada (1) Premier League 6ª rodada (3) Premier League Premier League 13/14 Manchester City Manchester United Everton Tottenham Newcastle (1) Premier League sub-21 (1) Premier League. (3) Preview (41) Projeto do Sheik (54) Promoção Blog Man City (4) PSG (4) QPR (7) Radames Falcão (1) Rafa Benitez (4) Ratings (1) Rayo Vallecano (1) Reading (1) Real Madrid (13) Recordar é viver (1) Renovação de contrato (4) Responsabilidade Social (1) Retrospectiva 2011/12 (11) Retrospectiva da temporada (11) Richards (10) Rio Ferdinand (1) Roberto Mancini (194) Roberto Mancini Manchester City Gazzetta Dello Sport (1) Roberto Mancini Manchester City MEN Gazzetta Dello Sport (1) Robinho (27) Roma (1) Roman Abramovich (1) Roque Santa Cruz (1) Rumores (4) Rumours (2) Saint Etienne (1) Samir Nasri (33) Santa Cruz (14) Santiago Bernabéu (1) Savic (12) Scapuzzi (2) Scott Sinclair (10) Seleção Argentina (1) Seleção Brasileira (1) Seleções (4) Sergio Aguero (62) Shakhtar Donetsk (1) Shaun Goater (1) sheikh mansour (15) Silva (17) Sky Sports (1) Sneijder (2) Soccer City in the Community (1) Southampton (6) Sporting Lisboa (3) St Mary's Stadium (2) St. Mary's Stadium (1) Stadium of Light (2) Stamford Bridge (3) Stevan Jovetic (9) Stoke City (13) Stuart Taylor (2) Sturridge (2) Suarez (2) Sub-18 (1) summer transfers (2) Sunderland (11) Super Sunday (1) Swansea (13) SWP (8) Sylvinho (3) Taison (1) tecnologia móvel (1) Temporada 2012/2013 (3) Temporada 2013/2014 (2) Tevez (132) The Hawthoms (1) Thiago Silva (3) Thomas Muller (1) Tottenham (18) Toure (7) Toure's (3) Transferência (1) Transferência 08/09 (5) Transferência 10/11 (17) Transferências (23) Transferências 11/12 (11) Transferências 12/13 (14) Txiki Begiristain (3) Txiki Berigistain (1) UCL (5) UCL 1ª rodada (1) UEFA (7) UEFA 12/13 (2) UEFA 13/14 (4) UEFA Chamipons League (1) UEFA Champions League (27) UEFA Europa League (1) UEL (1) Umbro (2) Uniforme (1) Uniforme 2010/2011 (3) Uniforme 2011/2012 (2) Uniforme Novo (1) United (9) Valência (1) Van Persie (5) Viagogo (1) Vidal (1) Vídeo 11/12 (1) Vídeos (3) Vieira (21) Viktoria Plzen (5) Villarreal (4) Villas Boas (1) Vincent Kompany (35) Vydra (1) Wabara (1) Walcott (1) Watford (2) Wayne Bridge (1) Wayne Rooney (4) WBA (2) Weidman (1) Weiss (5) Wembley (5) Wenger (1) West Bromwich (7) West Ham (13) Wigan (11) wilshere (2) Wolves (3) Wright-Phillips (15) Wright-Phillips e Santa Cruz (1) Yaya (11) Yaya Toure (120) York (1) Zabaleta (38) Zacharias Faour (1) Zola (1)