segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

O que esperar para 2014?


Chegamos ao fim de mais um ano, como passa rápido o tempo! Em maio já vai acontecer o segundo aniversário daquela conquista épica que nos colocou no hall dos grandes clubes ingleses da atualidade, impondo aos outros respeito e a mostra que estávamos em um projeto sério, de longo prazo e disposto a render frutos, e não uma brincadeira destinada a dar errado e prejudicar o clube. A fase das dúvidas passou, e hoje só olhamos a frente, visando os próximos objetivos desta caminhada gloriosa.

Em um ano em que só se pensa em Copa do Mundo, tanto com relação a jogadores, sonhando carimbar convocações para o torneio, ou seja, querendo comer a bola neste primeiro semestre, e ao mesmo tempo preocupados em passar longe de contusões, que a partir de agora podem ser fatais para a participação no torneio, como também para torcedores, vivendo a expectativa pela chegada do meio do ano. Mas até lá o mundo gira e a vida vive, ou seja, existem outras obrigações a serem cumpridas.

A temporada começou diferente para a Premier League, prometendo, e, efetivamente efetuando mudanças na ordem natural vigente há algum tempo na Terra da Rainha. As alterações de comando em Chelsea, City e United, considerados maiores favoritos ao título, estando alguns passos a frente dos demais, os colocaram em uma inédita situação de incerteza, principalmente em relação aos diabos, que há muito tempo não passavam por isto, e ao qual usariam o começo do torneio para se ajustarem aos princípios dos novos comandantes, o que certamente causaria percalços pelo caminho. Havia ainda a expectativa pelo Tottenham, turbinado com os euros madrileños devido à venda de Bale.

Não deu outra, os três tiveram seus tropeços, o que abriu margem para surpresas, e fez desta competição a mais disputada em muitos anos: quem imaginaria a virada de ano com o já muito desacreditado Arsenal na liderança? Com Liverpool e Everton embolando tudo? Acho que quase ninguém... Para nós tudo começou caótico com as horríveis partidas fora de casa, perdas de ponto para equipes como Aston Villa, Sunderland e Cardiff até hoje fazem falta para o que seria uma liderança tranquila nos dias atuais. Na Champions ainda tivemos a derrota para o Bayern, única perda de pontos em casa na temporada, e que nos fez ter um pouco de calafrios e lembrarmos das melancólicas eliminações nas temporadas anteriores.

Felizmente o ano se encerra em um momento bem diferente, com a equipe na melhor das formas: na total briga pelo título da Premier, ao qual somos um trator sem freio em casa, vencendo todas as partidas até aqui, com direito a goleadas sobre Tottenham (6-0), United (4-1) e Arsenal (6-3), e, aos poucos, voltamos a ter resultados fora dos nossos domínios, embora ainda com algumas doses de sofrimento. Na Champions finalmente nos livramos do carma, e passamos da maldita primeira fase, ainda que em segundo, mas terminamos com moral, com a melhor campanha da história para um segundo colocado de grupo, e devolvendo a derrota em casa para o Bayern com um grande triunfo na Allianz (2-3). Para completar a cereja do bolo, ainda nos encontramos nas semifinais da Capital One Cup (antiga Carling), onde enfrentamos os Hammers neste início de janeiro. É uma copa que normalmente não vale muita coisa, mas a expectativa de um derby na final aumenta e muito sua importância, além de um título ser sempre bom, até visando dar um gás para a disputa das demais competições.

Sob estas boas perspectivas começamos 2014. A grande preocupação ainda é a defesa, e acredito que, mais que nunca, temos de contratar um zagueiro BOM e pronto para ser titular. Demichelis e Lescott definitivamente não passam confiança, falham demais, até acho que o argentino está jogando bem mais do que era previsto, justamente pela falta de opções. Nastasic sofreu com contusões, e ainda não recuperou a forma da temporada passada, anda muito sonolento como se pode ver nas disputas perdidas durante a última partida, contra o Crystal Palace. Em suma, precisamos urgentemente de um companheiro para Kompany, do contrário a coisa vai ser difícil...

Felizmente as dúvidas no gol estão se dissipando, Hart voltou, ganhou confiança e vem nos salvando como nos velhos tempos. Uma preocupação a menos... De restante, penso que as contratações, se existirem, devem ser pontuais, mais visando compor elenco do que nomes caros.

Nos piores momentos da temporada, com uma variação de atuações abissal entre jogos em casa e fora, cheguei a pensar que Pellegrini era um bom treinador, mas apenas para copas, torneios curtos e eliminatórios. Fui precipitado no julgamento, mas o fato é que a irregularidade tem nos custado até hoje. Estas diferenças diminuíram bastante, e os resultados começaram a aparecer, mas ainda há o que melhorar. O time, fora dos seus domínios, ainda tem panes que culminam na entrega rápida de resultados positivos, tomando sufoco de equipes fracas, contra o Fulham também foi assim, mas, ao contrário dos primeiro jogos, corremos atrás e recuperamos a vantagem. Não pode ser assim sempre, claro que não se pode cobrar da equipe os mesmo padrão de jogo que o de seus domínios, não tem como, mas temos que ser mais consistentes nestas partidas “enjoadas”, evitando a sonolência habitual de alguns momentos. O importante é que, mesmo não jogando tão bem, tragamos o resultado para casa, o que parece que está começando a acontecer.

É bom dizer que a Champions não é obrigação ainda, e que se formos eliminados agora nesta fase não vai ser surpresa e o time não merece ser apedrejado, pelo simples fato do nível da equipe que vamos enfrentar. Mas algo é certo: os catalães também tem que nos temer, não só pelo futebol grande que eles sabem que estamos jogando, mas também porque os mesmos não são como eram antigamente. O jogo do Barça não flui leve como antes, e as goleadas espetaculares rarearam. Parece que os adversários, assim como vem acontecendo com a Seleção Espanhola, aprenderam os macetes do seu jogo e se prepararam para anulá-lo, e ainda há a temporada abaixo do esperado de Messi. Nem mesmo na fraca Liga Espanhola os resultados tem sido tão fáceis, logo, diante de um adversário de nível, concluímos que o confronto vai ser parelho, e desta vez temos no nosso banco um treinador que teima em superar expectativas e ir longe neste tipo de competição. Tanto em relação ao duelo, como a competição, temos que ter o pé no chão e estar cientes das dificuldades, mas ao mesmo tempo digo, porque não sonhar?

A Premier sim, mais uma conquista desta será importantíssimo, e nos firma de vez no cenário nacional. Sinto que ela está muito pendente para o nosso lado, depende apenas da nossa competência para fazer por merecer. Dos três já citados como favoritos, o City foi quem mais rápido superou os sobressaltos, e, principalmente, quem vem convencendo dentro de campo, principalmente pela máquina assustadora dentro do Etihad. Resta saber se equipes como o líder Arsenal vão resistir até o final, pessoalmente não acredito, a não ser que Wenger mude sua política de muito tempo, e dê uma boa reforçada na equipe, mas para isto temos que aguardar as definições do próximo mês. A primeira prova de fogo foi esta maratona de fim de ano, e por enquanto estamos saindo dela bem, a outra será o fim da janela de transferências de janeiro, onde efetivamente vamos saber quem vai aguentar o tranco e se manter na briga até o final. Então, que o City seja eficiente nela e não fique para trás.

Como possíveis cerejas do bolo existem a Capital One Cup e a FA Cup. Na primeira estamos pertinho do triunfo, que com grande possibilidade deste ser justamente contra o United, a primeira partida da semifinal contra o West Ham já acontece no próximo dia 08. A segunda tem seu início para nós já no próximo final de semana, nosso adversário é o tradicional Blackburn, fora de casa.

Nosso ano começa com uma pedreira logo no dia primeiro, enfrentando o Swansea no País de Gales. As recordações não são boas, e não é necessário dizer o quanto o jogo é importante e a vitória é necessária. É a verdadeira prova que o pesadelo das viagens para fora de Manchester acabou.


Que o dia 11 de maio de 2014, praticamente dois anos depois da ocorrência de uma data inesquecível para todos os citizens seja o marco de mais um grande momento para esta equipe. Que venha o ano novo!

Júnior Martins

sábado, 28 de dezembro de 2013

Com gol de Dzeko, Manchester City vence o Crystal Palace


Agora com 25 pontos a menos que o gigante Manchester City, o Crystal Palace não foi o adversário fácil que era esperado no gramado do Etihad Stadium. O confronto da 19ª rodada da Premier League terminou com o placar de 1 a 0 com o gol de Dzeko no segundo tempo, resultado que dá a liderança aos Blues até o momento.

Com um jogo mais aberto e ataques mais intensos, os Citizens criaram mais chances de abrir o placar no primeiro tempo. David Silva, Fernandinho e James Milner foram as principais ameaças ao gol de Julián Speroni. As jogadas em equipe dentro da área dos Eagles forçavam os visitantes a se fecharem ainda mais para, pelo menos, segurar o empate com uma das maiores equipes do campeonato.


Aos 30 minutos, um susto para as duas equipes. Durante um ataque, Jerome não conseguiu desviar ou parar e foi ao encontro de Joe Hart. O goleiro, que estava abaixado para segurar a bola, foi acertado pelo Glazier e teve um corte embaixo do olho. Após receberem tratamento em campo, Jerome saiu mancando e deu lugar a Chamakh, Já Hart continuou e, mesmo com o machucado, fez um bom trabalho durante toda a partida.

Crystal Palace conquistou espaço no segundo tempo. Na volta do intervalo, os Eagles pareciam mais confortáveis em campo para arriscar mais e não travar tanto o jogo. Embora mais soltos, foram poucos sustos para os Citizens.


Como de costume, os Blues cresceram na metade da partida e fecharam o jogo com o gol da vitória no segundo tempo. Dzeko marcou aos 66 minutos. Jésus Navas recebeu enquanto estava livre e preferiu passar para Edin, que estava mais atrás, mas melhor posicionado em frente ao gol. O bósnio não perdeu tempo e finalizou sem ajeitar.

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Manchester City é vice-líder após vencer Liverpool


O Manchester City recebeu o Liverpool em casa no confronto do Boxing Day. A 18ª rodada da Premier League, disputada no Etihad Stadium terminou com o placar de 2 a 1 para os Blues. O Red Coutinho abriu o placar. Os gols de empate e da vitória vieram ainda no primeiro tempo. O resultado poderia ser outro caso não houvesse um impedimento marcado errado pelo bandeirinha quando Suarez rumava para uma ótima finalização.

Foram poucos os momentos em que o jogo não estava com um ritmo dinâmico. As duas equipes entraram em campo dispostas a saírem vitoriosas. A bola mal começava a rolar e Navas já carimbava a trave. Com uma jogada pela esquerda, Kolarov cruzou para o espanhol ao receber de Yaya. Jesus finalizou cabeceando aos 5 minutos. Em seguida, Kompany também tentava marcar de cabeça após Nasri cobrar escanteio.

Aos 14 minutos, Suarez também tentava abrir o placar ao finalizar com uma cabeçada, mas acertava a trave. Em cinco minutos, Os Reds voltavam a área do City com o ataque bem forte, resultado da agilidade de Sterling. A jogada foi parada quando o bandeirinha sinalizou impedimento do jogador. Essa era a oportunidade do Liverpool de marcar primeiro.


Os Reds não desanimaram e abriram o placar aos 24 minutos com uma boa jogada entre Sterling e Philippe Coutinho. O inglês passou pela defesa dos Blues e optou em deixar para o brasileiro finalizar. Philippe chutou e mudou o placar para 1 a 0.


Aos 30 minutos, Kompany conseguiu o empate, mesmo com Martin Skrtel segurando-o pela blusa.

Em uma jogada muito bem trabalhada, Luis Suárez recebeu e passou para Coutinho. O brasileiro finalizou, mas Joe Hart tirou muito bem e não deixou que os Reds virassem. Em seguida, foi o momento do Liverpool ser pressionado. Negredo se infiltrou na defesa dos Reds e só não saiu do empate porque Skrtel acelerou para chegar no momento exato e tirar.


No único minuto de acréscimo do primeiro tempo que os Blues marcaram o segundo gol. Com uma boa jogada em equipe, Navas passou bem pra Nasri, que avançou um pouco mais e achou Negredo livre mais a frente. O espanhol ainda ajeitou antes de bater. O goleiro Mignolet chegou a tocar na bola, mas não conseguiu tirar, deixando que o Manchester City virasse o jogo.


O início do segundo tempo foi mais apreensivo para os Blues. O Liverpool pressionou os anfitriões em busca do empate, pelo menos. Joe Hart mostrou estar em forma ao fazer defesas difíceis. O ataque dos Reds se tornou mais constante e teve Suarez como destaque. Com muita agilidade, o jogador se infiltrava bem na defesa e fazia Hart trabalhar.

Pellegrini fez as três substituições dos Blues para tentar mudar a dinâmica da partida. Milner entrou no lugar de Nasri aos 72 minutos. Cinco minutos depois, Negredo deixava o gramado para Dzeko jogar. E aos 87 minutos, Silva foi substituído por Javi Garcia.

O confronto entre o Manchester City e o Liverpool foi o último do tradicional Boxing Day. Com a vitória, os Blues subiram para o segundo lugar, ficando atrás do Arsenal por somente um ponto.

sábado, 21 de dezembro de 2013

Manchester City vence Fulham por 4 a 2 fora de casa


O Manchester City foi até Londres disputar a 17ª rodada da Premier League contra o Fulham no estádio Craven Cottage. Antes de fechar o placar com a vitória de 4 a 2, os Blues afrouxaram os ataques no começo do segundo tempo e permitiram que os Whites empatassem, com direito a um gol contra de Kompany.Os substitutos Jesus Navas e James Milner entraram em campo e deram a vitória ao City.


Embora nos primeiros minutos de jogo o Fulham tenha se destacado, não demorou muito até que o City alcançasse um bom ritmo e equilibrasse o ataque. Aos 21 minutos, David Silva foi derrubado em uma troca de passes entre Sidwell e Parker. Na sequência, Yaya Touré bateu a cobrança de falta e abriu o placar com um lance no lado esquerdo do gol de Stekelenburg. A bola acertou o travessão, quicou e entrou.


Bastaram mais vinte minutos para os Blues ampliarem. O segundo gol também foi um resultado bem sucedido de uma cobrança de falta. Silva bateu, Demichelis achou e pôde finalizar, mas Stekelenburg defendeu. Sem segurar, o goleiro jogou a bola direto para o pé de Kompany, que fechou o primeiro tempo em 2 a 0 para o City.


Os Cottages voltaram a ter maior destaque no início do segundo tempo. O City parecia não acompanhar a agilidade dos anfitriões. Aos 50 minutos, Richardson diminuiu ao marcar o primeiro para o Fulham.


Kompany foi responsável pelo quarto gol e também pelo empate da partida. O jogador tentou tirar um passe cruzado e, ao chutar, acabou marcando contra aos 68 minutos. Navas ainda tentou impedir, mas não alcançou a tempo. Hart havia saído do gol para marcar melhor um dos jogadores do Fulham que poderia tentar a finalização.


Em dez minutos, o City voltava a vencer com o gol de Jesus Navas. O espanhol - que entrou no lugar de Edin Dzeko aos 57 minutos - recebeu um ótimo passe de Silva, que correu bem e arriscou uma bola distante.


Aos 82 minutos, Milner distanciou os Blues dos Cottages novamente ao marcar o quarto gol. Com menos de dez minutos em campo ao substituir Nasri, o inglês recebeu um ótimo passe de Negredo e finalizou muito bem ao aproveitar o erro de Hughes, que deixou a bola passar por debaixo de sua perna. 

No momento, o Manchester City ocupa o segundo lugar na tabela. Independente do resultado da partida entre Arsenal e Chelsea a ser realizada na segunda-feira, dia 23, os Blues caem para a terceira colocação.

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Há 15 anos...


Há 15 anos, o Manchester City perdia fora de casa para o York City jogando na terceira divisão. Com aquela derrota a equipe ficou estagnada na décima segunda posição.


Depois de muita luta da equipe, o City conseguiu chegar aos Playoffs da divisão e acabou ganhando do Gillingham num jogo dramático em Wembley e conseguiu acesso a segunda divisão. Muitos acreditam que o City não suportaria mais uma temporada na terceira divisão e o clube acabaria.


Semana passada, depois de 15 anos, o mesmo Manchester City com uma equipe mista vencia o Bayern (melhor equipe do mundo) em Munique pela Champions League, o mundo deu uma volta espetacular. 

O City teve uma média de 30 mil torcedores em 1998 na terceira divisão, e muitos deles estavam em Munique assistindo a esse capítulo histórico do clube. 

O que eles estão vivendo agora é um sonho.

Por isso esses torcedores precisam ser respeitados e reverenciados, porque eles são a história e o núcleo do clube. Sem esses torcedores o City não estaria aqui nesse momento. Foram eles que carregaram a instituição por muitos anos.

Vi um post lindo de uma torcedora de mais de 50 anos dedicando a vitória de Munique para seu pai já falecido, sabe por quê? Porque foi o pai dela que desde a sua infância a levava no Maine Road todos os jogos, o amor que o pai dela sentia pelo City passou para ela. O pai dela sofreu com a equipe por muitos anos e não teve a oportunidade de ver essa nova fase.

Hoje, ela honra as tradições de seu pai e vai em todos os jogos do City seja onde for, isso se chama amor.

E ela não é a única. A maioria dos torcedores têm essa ligação familiar pelo clube, que vai passando de geração para geração.

E isso continua até hoje. Indo ao Etihad você vê crianças, até mesmo bebês, já sentindo o que é ser City.

E o mais importante de tudo foi o que eu ouvi de um torcedor uma vez: "Não importa quanto dinheiro gastamos ou vamos gastar, ou o que nós ganhamos ou vamos ganhar, devemos sempre manter a perspectiva de onde viemos e do que somos para não perdemos nossa história e essência. Caso contrário, vamos se tornar um deles (United)."

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Embalado, City vence Leicester com dois gols de Edin Dzeko



O Manchester City venceu o Leicester City por 3 a 1, fora de casa, e conseguiu se classificar para as semifinais da Copa da Liga Inglesa. Os gols do jogo foram marcados por Kolarov e Edin Dzeko (2). Dyer descontou para os Foxes. Os dois gols de Dzeko vieram após assistência de James Milner.

Embalado, o Manchester City não decepcionou mesmo sendo escalado com um time misto. Dzeko entrou no lugar de Agüero e mostrou que segue em alta.

Com a vitória, o City chega a oito jogos oficiais sem derrota, sendo sete vitória e um empate. Entre as vitórias, nada menos que um 6 a 3 no Arsenal, um 3 a 2 no Bayern de Munique na Alemanha e um 6 a 0 sobre o Tottenham.

Agora, o City e Sunderland estão classificados. Amanhã, os outros dois semifinalistas serão conhecidos nas partidas Tottenham x West Ham e Stoke City x Manchester United. Os Citizens buscam o terceiro título na competição depois de terem vencido em 1970 e 1976.

O Manchester City volta a campo no próximo sábado, às 13h, contra o Fulham no Craven Cottage, pela Premier League.

Por Kaio Esteves
Foto: Getty Images

sábado, 14 de dezembro de 2013

Six for City - Blues derrotam o Arsenal e mostram ser imbatíveis em casa


AVASSALADOR, é assim que podemos descrever o Manchester City quando joga no Etihad Stadium.

Única equipe com 100% de aproveitamento dentro de casa, e observem os placares: 4x0, 2x0,4x1, 3x1, 7x0, 6x0, 3x0, 6x3.

Acho melhor que as equipes que forem enfrentar o City no Etihad é melhor pedir W.O do que terão maior lucro.

Agora falando sério, foi uma grande partida pelos números de gols marcados, mas foi péssima pelos erros defensivos cometidos pelas duas equipes.

Vencer o Arsenal que é lider da Premier e a equipe que tem o melhor aproveitamento fora de casa é de se comemorar, mas como disse o Pellegrini depois da partida que não podemos tomar 3 gols.

Os gols do City foram marcados por Aguero, Negredo, Fernandinho(2), David Silva e Yaya Toure. Pelo Arsenal o Walcott(2) e Mertesacker descontaram.

Foi um jogo estranho como disse o Wenger, sempre que o City ia ao ataque você sentia cheiro de gol, e mesmo acontecia com o Arsenal. A partida poderia ter terminado em 10x10 que não seria um absurdo.

O lado negativo da partida foi a contusão do Sergio Aguero que sentiu a panturilha e deve ficar de fora da equipe no periodo de natal, onde o elenco conta muito.

Agora é o momento de Dzeko e principalmente o Jovetic aparecerem para ajudar os blues nessa caminhada.


O grande lado positivo da partida: FERNANDINHO o homem do jogo.

Estou muito feliz pelo jogador pelos 2 gols marcados e pela grande atuação. Fui um dos poucos que defendeu sua contratação, e muita gente veio ao nosso twitter criticar o jogador, e até hoje fazem isso.

Tive a oportunidade de entrevistar o brasileiro, e ele sempre mostrou ser muito humilde e com vontade absoluta de entrar na história do City.

Desde o começo da temporada se olharmos os números do jogador vemos o tanto que ele é importante para a equipe, e os 2 gols hoje só vieram a coroar isso.

Agora voltando a equipe, que semana para os torcedores do City. Vencemos a melhor equipe do mundo fora de casa e ainda com uma equipe mista, e agora vencemos os líderes da Premier.

Como disse o Carlo Ancelotti que conhece muito bem o City, nínguem deseja nos enfrentar nas oitavas de final da Champions League.

O City volta a campo na próxima terça-feira pela Capital One Cup onde enfrentamos o Leicester fora de casa, e no sábado voltamos a jogar pela Premier contra o Fulham fora em Londres.

É isso amigos, mês de dezembro é cheio de futebol na Premier League, e se contiuarmos jogando desse jeito vamos sair desse período de festas na liderença da competição, como deseja o Pellegrini.



All Goals - Manchester City 6-3 Arsenal - 14-12... by video4all

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

City contratou Bruno Zuculini segundo a Sky Itália



Segundo o sempre confiável Di Marzio o Manchester City contratou o argentino Bruno Zuculini de 20 anos que joga no Racing Club.

City pagou £1.5 milhões de libras pelo jogador que se juntará a equipe apenas em junho. 

O argentino que joga na seleção sub-20 é um volante que é amplamente considerado um das mais brilhantes jovens promessas da América do Sul. Além do City ele também interessava ao Barcelona, Juventus e United.

O contrato de Zuculini com o Racing vence em junho, e o clube não conseguiu renovar com o jogador. O City poderia contratar Bruno de graça, mas para manter um bom relacionamento com o clube argentino em futuras negociações resolveu pagar esse valor.

O diretor de futebol do City Txiki Begiristain vinha trabalhando duro nessa negociação desde o verão europeu, mas ficou acordado que o jogador ficaria na Argentina até junho, porque ele ainda tem esperança de ser convocado para a Copa do Mundo.


Alguns fatos da vida de Bruno Zuculini: 

-Bruno é o irmão mais novo do meia Franco Zuculini do Real Zaragoza.

-Ambos vieram através do sistema de desenvolvimento de jovens do Racing Club e Bruno fez a sua estreia na primeira divisão em 2010, aos 17 anos.

-Zuculini jogou 7 jogos na sua primeira temporada no Racing, 2 anos depois se tornou um regular da equipe principal. 

-Bruno marcou 10 gols em 79 partidas.

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

City vence Bayern, mas não é líder na fase de grupo da UCL


O Manchester City saiu vitorioso de seu último confronto na fase de grupos da atual temporada da UEFA Champions League. Os Blues foram até a Alemanha enfrentar o Bayern de Munique no Allianz Arena. Os citizens viraram o jogo no segundo tempo, fechando o placar em 3 a 2. Com a derrota, teve fim a ótima campanha do Bayern que se mantinha invicto na competição até o momento. Mesmo com o resultado, a equipe inglesa não passou a líder do Grupo D por conta da derrota que sofreu em casa para a equipe alemã na segunda rodada. O City ficaria com o primeiro lugar caso tivesse marcado mais um gol.


Os anfitriões dominaram o gramado no primeiro tempo. Com trocas de passes intensas, o Bayern de Munique abriu o placar aos 5 minutos. Müller recebeu uma bola longa, avançou um pouco para se colocar em boa posição em frente ao gol de Joe Hart. Kolarov ainda tentou marcar Müller, mas não pode impedir a finalização certeira de pé esquerdo.

Em seis minutos a equipe alemã ampliou o placar. Götze achou a bola em meio a confusão na pequena área dos Blues e marcou o segundo do Bayern.


Depois de ficar afastado por seis jogos, David Silva diminuiu para os Blues aos 27 minutos. Milner deu um bom cruzamento, Dzeko deixou passar para o espanhol que aproveitou o buraco deixado pela defesa do Bayern e mudou o placar para 2 a 1.

Hart voltou a fazer uma boa defesa ao impedir o terceiro gol do Bayern aos 43 minutos. Götze recebeu um passe por conta da desorganização da defesa na área e chutou rasteiro. O goleiro inglês conseguiu defender ao fechar a perna e impedir com a coxa.

Aos 45 minutos, a equipe alemã voltava com força. Demichelis parou o ataque de Müller com uma bela defesa, ajudando Joe Hart ao chutar para fora.

Aos 52 minutos, o goleiro Neuer fez uma defesa difícil com a finalização de Dzeko. No ataque, Milner passou para Silva, que preferiu dar um tapa e mandar para Dzeko, que estava mais próximo do gol. O bósnio chutou bem no canto e rasteiro, mas Neuer bateu e segurou logo em seguida.


Durante mais um ataque, após de participar de trocas de passes, Milner avançou pela lateral e foi derrubado por Dante durante a disputa de bola. O empate do Manchester City veio com a cobrança de pênalti aos 57 minutos, em que Kolarov bateu bem ao chutar para o lado direito do gol, enquanto Neuer caiu para o lado oposto.


Milner ampliou ao marcar o terceiro gol do City três minutos após o empate. Um erro na defesa do Bayern permitiu que os Blues fizessem uma troca de passe rápida. O jogador inglês recebeu e logo finalizou, não dando tempo para Neuer reagir.

O gol que o Manchester City precisava para conseguir passar na frente do Bayern de Munique nesta fase poderia ter saído do embate entre Negredo e Dante. O espanhol disparou em direção ao gol e finalizou, mas Neuer fez, novamente, uma ótima defesa e impediu que os Blues ampliassem.


Preview UCL: Bayern de Munique v Manchester City


UEFA Champions League - 6ª rodada
Local: Allianz Arena (Munique, Alemanha)
Data: Terça-feira, 10/12/2013
Horário: 17h45 (Brasília)
Transmissão: ESPN


Na última rodada da fase de grupos desta temporada da UEFA Champions League, o Manchester City viaja para enfrentar o Bayern de Munique. As duas equipes já estão classificadas para as oitavas de final. Os alemães se mantêm na liderança do Grupo D por terem vencidos as cinco rodadas dessa primeira fase. Já os Blues, estão logo atrás por terem perdido a partida em casa para o Bayern.

Yaya Touré está suspenso e o lateral Clichy, com uma lesão no pé, fica de fora ao lado do atacante Stevan Jovetic e do zagueiro Matija Nastasić (ambos panturrilha). David Silva tem chances de voltar aos gramados no Allianz Arena depois de perder seis jogos devido a uma lesão também na panturrilha.

Bayern tem o capitão Philipp Lahm disponível novamente depois que ele se recuperou de uma lesão na coxa. Arjen Robben (joelho) e Bastian Schweinsteiger (tornozelo) continuam fora dos gramados.

O Manchester City não marcou em apenas dois de seus 17 jogos na Champions League, ambos fora de casa e em confronto com equipes alemães (Borussia Dortmund e Bayern de Munique). Já o Bayern só sofreu dois gols nesta temporada da UEFA, menos do que qualquer outra equipe.

O Bayern tornou-se a primeira equipe na história da Champions League a vencer 10 jogos consecutivos após a partida contra o CSKA Moscou em 27 de novembro. A equipe de Guardiola ganhou por 3 a 1 no Etihad Stadium no início desta fase, ficando 3 pontos à frente do Manchester City.


sábado, 7 de dezembro de 2013

Preview: Southampton v Manchester City


Barclays Premier League - 15ª rodada
Data: Sábado - 07/12/2013
Local: St. Mary's Stadium (Southampton)
Horário: 13h (Brasília)
Árbitro: Anthony Taylor
Transmissão: FOX Sports


Confronto entre as duas equipes

Jogos fora de casa

Southampton: 16 vitórias
ManCity: 9 vitórias
Empates: 10

City marcou 35 gols e sofreu 50.


Todos os jogos

Southampton.: 30 vitórias
ManCity: 25 vitórias
Empates: 23

City marcou 108 gols e sofreu 113.


Última partida no St. Mary's Stadium

09 de fevereiro de 2013

Southampton 3 x 1 Manchester City


Vincent Kompany, após ficar afastado por um problema na coxa, fez sua primeira aparição desde 05 de outubro na última quarta-feira na vitória por 3-2 contra o West Brom. O jogador deve voltar a campo no confronto realizado no St. Mary's Stadium.

Stevan Jovetic, Matija Nastasić e David Silva ainda não voltam a competir no confronto com o Southampton devido a seus ferimentos da panturrilha. Pellegrini indicou que o trio pode integrar a equipe na partida da UEFA Champions League na próxima na terça-feira contra o Bayern de Munique.

Enquanto isso, o Southampton tem um grande desfalque na equipe por conta de lesões em jogadores titulares. A boa notícia para o time de Mauricio Pochettino é a volta de Gaston Ramirez.


Prováveis escalações:

Manchester City (Possível 4-2-3-1): Pantillimon; Zabaleta, Kompany, Demichelis, Clichy; Fernandinho, Touré; Nasri, Agüero, MIlner; Negredo.
Não jogam: SIlva, Jovetic, Nastasic (panturrilha).

Southampton (Possível 4-5-1): Gazzaniga; Chambers, Fonté, Lovren, Shaw; Ward-Prowse, S Davis, Cork, Lallana, Rodriguez; Lambert.
Não jogam: Boruc (mão quebrada), Do Prado (joelho), Schneiderlin (virilha), Fox (tendão), Wanyama (perna), Clyne (quadril), K Davis.
Dúvida: Fonté.

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Com dois gols de Yaya Touré, City vence o WBA fora de casa


O Manchester City conseguiu vencer, fora de casa, o West Bromwich Albion, por 3 a 2. Apesar do placar apertado, a equipe conseguiu vencer fácil e os gols da equipe do WBA saiu nos últimos minutos de jogo. O jogo aconteceu no The Hawthorns.

Para os Blues, os autores dos tentos foram Aguero, aos 9 minutos e Yaya Touré, aos 24 e 74 minutos de jogo.

O City, tradicionalmente veloz e apostando muito no ataque, conseguiu criar jogadas rapidamente na defesa do WBA. Zabaleta, Yaya Touré, Edin Dzeko e Kun Aguero conseguiram criar boas jogadas de gol. Já o WBA, preso, não conseguia sair da defesa e foi pressionado durante vários minutos.

No fim do jogo, os Baggies até ensaiaram uma reação com o gol contra de Pantilimon, aos 83 minutos e Anichebe aos 87, mas não conseguiram evitar a derrota para o City. O clube de Manchester volta a vencer em casa e engata uma boa sequência de vitórias.

Com o resultado, o City se mantém na 3ª posição com 28 pontos, atrás de Arsenal (34) e Chelsea (30). Já o WBA fica na 13ª colocação, com 15 pontos.

Na próxima rodada, o West Bromwich Albion recebe o Norwich City no The Hawthorns enquanto o Manchester City visita o Southampton no St. Mary’s Stadium.

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Preview: West Bromwich v Manchester City


Barclays Premier League - 14ª rodada
Data: Quarta-feira - 04/12/2013
Local:  The Hawthoms (West Bromwich)
Horário: 18h (Brasília)
Árbitro: Chris Foy
Transmissão: -----


Confronto entre as duas equipes

Jogos fora de casa

WBA.: 33 vitórias
ManCity: 16 vitórias
Empates: 17

City marcou 70 gols e sofreu 118.


Todos os jogos

WBA.: 54 vitórias
ManCity: 60 vitórias
Empates: 29

City marcou 241 gols e sofreu 234.


Última partida no The Hawthoms

20 de outubro de 2012

West Bromwich 1 x 2 Manchester City


West Brom vai ficar sem o meia Youssouf Mulumbu contra o Manchester City. O jogador foi suspenso por um jogo após acumular cinco cartões amarelos. Claudio Yacob deve entrar como substituto.

Sinclair não poderá participar do confronto. Além de não poder jogar contra o City por estar emprestado pelos Blues aos Baggies, o jogador está com um problema no tendão, ficando no banco ao lado do goleiro Ben Foster.

O capitão do City e zagueiro Vincent Kompany pode voltar no confronto com o West Brom depois de 10 jogos fora com uma lesão na coxa.

Nastasić, David Silva e Stevan Jovetic permanecem de fora por conta de lesões da panturrilha.

Costel Pantilimon deve ser mantido no gol no lugar de Joe Hart depois de ter impressionado na vitória de domingo sobre o Swansea, resultado que fez o City saltar para o terceiro lugar da tabela ao alcançar 25 pontos, ficando atrás do Chelsea, com 27, e do líder Arsenal, com 31.

Fora de casa a atuação dos Blues não tem sido muito boa. Apenas oito gols foram marcados fora em comparação com 29 em casa. As quatro derrotas das rodadas anteriores foram sofridas fora de casa.

Os Baggies marcaram apenas um gol em seus últimos seis jogos da Premier League contra os Blues.


Prováveis escalações:

Man City (Possível 4-2-3-1): Pantilimon; Zabaleta, Kompany, Lescott, Clichy; Touré, Fernandinho; Jesus Navas, Agüero, Nasri; Dzeko.
Estão fora: Silva, Jovetic, Nastasic (todos com lesão na panturrilha).
Dúvida: Kompany (coxa).

WBA (Posspivel, 4-2-3-1): Myhill; Jones, McAuley, Olsson, Ridgewell; Berahino, Yacob; Amalfitano, Sessegnon, Brunt; Long.
Estão fora: Foster (pé lesionado), Mulumbu (suspenso), Sinclair (tendão).
Dúvida: Gera (joelho).

City contrata o garoto Brahim, o "novo Messi"



Hoje, o garoto Brahim Abdelkader Diaz postou uma foto em seu Twitter dizendo rumo a Manchester. 

O garoto de 14 anos era jogador do Málaga da Espanha, e o City venceu a batalha com o Barcelona para contar com o jogador.

A equipe pagou £300 mil libras ao clube espanhol e, se o jogador chegar a equipe principal do City, o clube terá que pagar mais £2.4 milhões ao Málaga. 

Não gosto de comparações, mas dizem que ele é o novo "Messi".

É mais um novo reforço para as categorias de base do City, em que a equipe vem investindo muito pesado nos últimos anos e, com Etihad Campus ficando pronto, isso será algo constante.

domingo, 1 de dezembro de 2013

City vence o Swansea e sobe na tabela


Samir Nasri marcou duas vezes e o Manchester City manteve seu recorde de 100%  em casa e alcançou o terceiro lugar na Premier League com uma vitória por 3-0 sobre o Swansea.

Alvaro Negredo colocou o City na frente, depois de oito minutos, com uma cobrança de falta no canto inferior esquerdo. Nasri então recebendo um belo passe de Yaya Toure aumentou a vantagem da equipe aos 58 minutos, e jogador francês selou a vitória com uma linda finalização aos 77 minutos.

O resultado deixou o City no terceiro lugar na classificação após Liverpool perder para o Hull, mas a equipe ainda está seis pontos atrás do líder Arsenal.

City é a única equipe na Premier League que conseguiu ganhar todos os seus jogos em casa nesta temporada - sete vitórias em sete partidas.

Swansea teve uma boa chance de empatar pouco antes do intervalo, mas Jonathan de Guzman isolou a bola.

 O goleiro Costel Pantilimon mostrou porque é titular da equipe no momento salvando a equipe duas vezes no chutes de Jonjo Shelvey.

O City tem agora duas partidas seguidas fora de casa, na quarta feira contra o WBA e no sábado contra o Southampton. Sabendo que a equipe não está tendo um bom aproveitamento fora de casa podemos esperar grandes emoções nos próximos dias.


sábado, 30 de novembro de 2013

Preview: Manchester City v Swansea City


Barclays Premier League - 13ª rodada
Data: Domingo - 01/12/2013
Local: Etihad Stadium (Manchester)
Horário: 14:10h (Brasília)
Árbitro: Mark Clattenburg
Transmissão: FOX Sports


Confronto entre as duas equipes

Jogos em casa

ManCity: 10 vitórias
Swansea: 1 vitórias
Empates: 1

City marcou 32 gols e sofreu 10.


Todos os jogos

ManCity: 14 vitórias
Swansea: 7 vitórias
Empates: 3

City marcou 49 gols e sofreu 34.


Última partida no Etihad Stadium

27 de outubro de 2012

Manchester City 1 x 0 Swansea City


Em sua terceira disputa consecutiva dentro de casa, o Manchester City recebe o Swansea City na 13ª rodada da Premier League. Como de costume, os Blues acumulam bons resultados no Etihad Stadium na temporada. Das seis vitórias, destacam-se as goleadas nas partidas contra o Norwich City e o Tottenham. No total, os citizens marcaram 26 gols, enquanto todos os visitantes juntos somam 2 gols.

Vincent Kompany deve retornar após ficar afastado por conta de uma lesão na coxa. O zagueiro se lesionou durante a vitória de 3 a 1 em casa contra o Everton em 5 de outubro, mas já voltou a treinar desde o meio da semana.

Se Kompany, de fato, regressar, é provável que jogue com Martin Demichelis na zaga após Matija Nastasic ficar de fora por três semanas com uma lesão na panturrilha.

No entanto, David Silva, Stevan Jovetic e Jack Rodwell estão se recuperando de lesões, enquanto Joe Hart deve voltar para o banco depois de jogar na UEFA Champions League na quarta-feira.

O Swansea também entra em campo desfalcado. Wilfried Bony pode ficar de fora por várias semanas depois de sofrer uma lesão no tendão durante a derrota de 1 a 0 em casa para Valencia na UEFA Champions League na quinta-feira. O lateral-direito Angel Rangel sofreu um problema na panturrilha na mesma partida e é provável que perca o confronto. Wayne Routledge deve retornar de uma lesão na panturrilha.

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Manchester City vence Plzen novamente e avança na UCL


O placar da rodada contra o Viktoria Plzen não foi tão tranquilo como a estreia na UEFA Champions League 2013/2014. A disputada no Etihad Stadium foi mais acirrada, mas terminou com a vitória de 4 a 2 para o Manchester City. Os checos, que são os últimos colocados do grupo D, não deixaram fácil e empataram assim que os Blues marcaram. Agüero, Nasri, Negredo e Dzeko foram os autores dos gols dos Blues. A vitória veio só no fim do segundo tempo.

City teve sua grande chance aos 25 minutos. Agüero recebeu um bom passe e avançou. O argentino derrubou um dos jogadores do Plzen e foi marcada a falta. Caso não houvesse essa parada, provavelmente o jogador, grande destaque desta temporada da Premier League, teria finalizado bem e aberto o placar.

Aos 27 minutos, o Plzen teve sua melhor até o momento na partida. Rajtoral finalizou e Joe Hart tentou defender, mas não conseguiu. Por sorte dos Blues, a bola passou direto e outros jogadores do ataque não conseguiram pegar, deixando-a ir para fora ao invés de aproveitar a oportunidade do gol sem defesa.

Os checos acirraram os ataques e tornaram as tomadas de bola mais constante. Hart precisou ficar bem atento e o City contava mais com a sorte à medida que a defesa não conseguia se organizar.


O placar foi aberto por Agüero em cobrança de pênalti. Durante um ataque dos Blues, um jogador do Plzen encostou o braço na bola. Agüero bateu do lado direito do gol, deixando Kozacik sem chance ao cair para o lado oposto.

Os visitantes permaneceram atacando constantemente. Com jogadas rápidas dentro da área do City, o Plzen se aproximava cada vez mais e pressionava o empate. Aos 37 minutos, a boa execução de Rajtoral era impedida pela defesa.


Aos 47 minutos, o empate veio com um bom trabalho do Plzen. O ataque se organizou para entrar na área dos Blues, o que foi feito sem problemas. Com uma troca de passes, Horava marcou ao chutar cruzado e Joe Hart não alcançou.

No segundo tempo, com 4 minutos em campo, o Manchester City cobrou uma falta após Nasri ser derrubado. Kolarov bateu mal, jogando para fora e fora da barreira.

Enquanto estava bem posicionado, Fernandinho recebeu de Nasri e tentou finalizar. O brasileiro cabeceou, mas deixou fácil a defesa de Kozacik, que se esticou para jogar para fora. Logo em seguida, Fernandinho deixou o gramado para Yaya Touré entrar.


Yaya mal estava em campo e já participava da jogada que deu o lance perfeito para Nasri tirar proveito de sua posição privilegiada em frente ao gol e desempatar aos 64 minutos.

Em uma resposta rápida, Joe Hart foi pego de surpresa e reagiu bem com o chute forte de Kolar. O empate veio aos 68 minutos. Com trocas de passes dentro da área dos Blues, o Plzen conseguiu atrapalhar a defesa. Teci aproveitou que o Blues não estavam integrados e bateu firme. Joe Hart teve a visão atrapalhada pelos jogadores e não pôde defender para impedir o empate.


Aos 75 minutos, Nasri foi substituído por Negredo. Foram necessários 3 minutos para o espanhol colocar o City a frente de novo. Os Blues avançaram com trocas de passes. Navas chutou de longe, Dzeko não conseguiu alcançar, mas Negredo estava bem próximo e aproveitou a oportunidade de balançar as redes do Plzen sem dificuldades.


Dzeko aumentou o placar com o gol de cabeça. O bósnio estava em uma boa posição em frente ao gol sem marcação. A finalização foi simples, distanciando o Manchester City do Plzen aos 89 minutos com o resultado de 4 a 2.

Na última rodada desta etapa da UCL, o Manchester City ainda enfrentará o Bayern de Munique, atual líder invicto do grupo, no dia 10 de dezembro na Alemanha.

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Preview UCL - Manchester City v Viktoria Plzen


UEFA Champions League - 5ª rodada
Local: Etihad Stadium (Manchester, Inglaterra)
Data: Quarta-feira, 27/11/2013
Horário: 17h45 (Brasília)
Transmissão: -----


Nesta quarta, Manchester City e Viktoria Plzen se enfrentam novamente na UEFA Champions League. A disputada será realizada no Etihad Stadium, gramado que tem dado sorte para a equipe dos Blues nos confrontos da Premier League. Foram duas grandes goleadas em casa - 7 a 0 contra o Norwich e 6 a 0 contra o Tottenham.

Joe Hart, que está no banco há cinco jogos, volta como titular para essa partida. O goleiro estava afastado, sendo substituído por Pantilimon, após uma série de erros, incluindo a atuação na derrota para o Bayern de Munique no campeonato. Kompany volta aos treinos, mas ainda não está totalmente recuperado da lesão na coxa e permanece de fora. Jovetic e Silva também continuam afastados por conta de lesão na panturrilha.

As duas equipes se enfrentaram na primeira rodada desta temporada da UCL em 17 de setembro, terminando com o placar de 3 a 0 para os Blues.


Informações:

- Como o confronto com o Bayern ainda está por vir, o Manchester City está focando nos três pontos contra o Plzen e espera que os campeões tropecem na partida contra o CSKA Moskva.

- Eliminado da UEFA Champions League, Plzen chega em Manchester três pontos atrás do terceiro colocado CSKA.

- Esta é a primeira visita de Plzen a Inglaterra enquanto o City perdeu apenas um de seus últimos 22 jogos na UEFA que foram disputados em Manchester.

- Em sua atuação mais recente na UEFA Champions League, City venceu CSKA por 5 a 2.

- Plzen já sofreu quatro derrotas no Grupo D - a pior temporada de sua história europeia.

domingo, 24 de novembro de 2013

Manchester City vence Tottenham por 6 a 0 em goleada histórica


O gramado do Etihad Stadium serviu de palco para a goleada histórica do Manchester City contra o Tottenham Hotspur. A vitória dos Blues em maio de 1977 por 5 a 0 foi substituída pelo placar da 12ª rodada disputada hoje. Os anfitriões marcaram cinco gols e Sandro ajudou ao marcar contra no primeiro tempo. Kun Agüero foi o grande destaque ao fazer duas finalizações bem sucedidas, além do ataque incisivo. Navas fez a torcida do City vibrar antes do primeiro minutos de bola rolando.


Disposto a manter a hegemonia dentro de casa, foram necessários 14 segundos em campo para que os Blues abrissem o placar. Jesus Navas aproveitou o rebote deixado por Lloris ao defender a finalização de Agüero. O espanhol chutou para o canto superior direito das redes dos Spurs e não deu chance para o goleiro, marcando seu primeiro gol na Premier League.

O Tottenham pareceu não se sentir atingido. Ao invés de ficar recuado e estudar melhor o ataque do City, os visitantes apostaram em um modo mais decisivo. O empate parecia certo aos 9 minutos. Os Spurs atacaram com agilidade. Pantilimon se enrolou um pouco, deixando para a defesa a responsabilidade de impedir o gol.

Aos 18 minutos, o Tottenham novamente tinha uma boa oportunidade para o empate. O time teve direito a uma cobrança de falta, batida por Vertonghen. Pantilimon não teve dificuldades em defender o chute baixo do Spur que não foi parado na barreira.


O segundo gol para o City foi resultado do trabalho integrado da equipe e um erro dos Spurs. Nasri avançou e passou para Agüero. O argentino, por sua vez, tentou finalizar mais uma vez. Lloris espalmou, jogando a bola direto para o pé de Negredo. Sandro tentava fazer a defesa, mas acabou ajudando que a bola entrasse. O placar era ampliado aos 34 minutos.


Depois das diversas tentativas, Agüero fez uma boa finalização aos 40 minutos, marcando o terceiro gol dos Blues.

No retorno, o City entrou em campo com Lescott no lugar de Nastasic. Na alteração dos Spurs, Adebayor enfrentou a antiga equipe ao substituir Holtby.

Cinco minutos do segundo tempo e Agüero marcava seu segundo gol na partida, o quarto dos Blues. Yaya avançou bem pela lateral. Embora estivesse marcado, podia ter tentado finalizar, mas optou em passar para Agüero, que vinha livre e nem mesmo precisou de tempo para arrumar. O argentino mandou direto para as redes, marcando aos 50 minutos. Em menos de dois minutos, Lloris já era chamado novamente quando Nasri tentava ampliar, mas acabava deixando no travessão.

Foram necessários mais cinco minutos para que viesse o quinto gol do Manchester City. Negredo recebeu a bola enquanto estava de costas para o goleiro. O espanhol ajeitou para conseguir se virar e finalizou com um chute certeiro. Lloris caiu para o lado certo, mas não alcançou.

Aos 69 minutos, na segunda substituição dos Blues, Agüero saiu de campo para Javi Garcia entrar.


Para finalizar a goleada, Milner deu um passe incrível para Navas ao apostar em uma bola longa para encontrar o espanhol livre de marcação e adiantado pouco antes do apito final da partida, já nos acréscimos. Navas recebeu bem a jogada e aproveitou ao não dar espaço para uma reação da defesa e nem tempo de Lloris defender. O placar estava finalizado em 6 a 0 para o Manchester City.

Com o resultado, Os Blues passam na frente dos Spurs, que antes tinham um ponto de vantagem. Agora, com dois pontos a frente do Tottenham Hotspur, o Manchester City fica a seis pontos do Arsenal, com 28 pontos, que se mantém na liderança desde a 5ª rodada desta temporada.

sábado, 23 de novembro de 2013

Preview: Manchester City v Tottenham Hotspur


Barclays Premier League - 12ª rodada
Data: Domingo - 24/11/2013
Local: Etihad Stadium (Manchester)
Horário: 11:30 (Brasília)
Árbitro: ‬ Martin Atkinson
Transmissão: ESPN Brasil


Nesta temporada, das primeiras 11 rodadas o Manchester City saiu dos gramados vitorioso apenas seis vezes. Embora o desempenho arrebatador na goleada de 7 a 0 contra o Norwich, os Blues atualmente ocupam a 9ª posição na tabela.

O Tottenham tem 20 pontos, um a mais que o City, e está em 7º lugar. Os Spurs estão a quase um mês sem vencer na Premier, deixando o técnico André Villas-Boas em uma situação delicada.

Com a 12ª rodada a ser disputada no Etihad Stadium, espera-se um bom resultado para os anfitriões. Nesta temporada, as cinco rodadas disputadas dentro de casa até agora resultaram somente em vitória com resultados tranquilos.

Eden Dzeko marcou mais gols contra o Tottenham do que qualquer outra equipe na Premier League. Dos cinco gols, quatro deles veio em um único jogo, que teve a vitória dos Blues com o placar de 5-1 em White Hart Lane, em agosto de 2011.

Quatorze dos dezoito gols marcados nos últimos quatro encontros da Premier League entre os dois times foram feitos no segundo tempo.


Prováveis escalações:

Manchester City (Possível 4-2-3-1): Pantilimon; Zabaleta, Demichelis, Nastasic, Clichy; Fernandinho, Touré; Nasri, Agüero, Navas; Negredo.
Não jogam: Kompany (coxa), Silva, Jovetic (ambos panturrilha).

Tottenham Hotspur (Possível 4-2-3-1): Lloris; Walker, Dawson, Chiriches, Vertonghen; Dembélé, Paulinho; Townsend, Sandro, Sigurdsson; Adebayor.
Não jogam: Eriksen (tornozelo), Rose (tornozelo).

domingo, 10 de novembro de 2013

Manchester City perde por 1 a 0 para o Sunderland fora de casa


Depois da bela atuação na 10ª rodada da Premier League contra o Norwich City e na partida da UEFA Champions League contra o CSKA, o Manchester City entrou em campo com um desempenho bem diferente do normal para enfrentar o Sunderland no Stadium of Light hoje. A vitória dos Black Cats veio com o placar de 1 a 0, gol feito no primeiro tempo por Bardsley.

O Manchester City se mantinha com ataques mais constantes pelas laterais. Na tentativa de furar o bloqueio, os Blues davam preferência em desenvolver jogadas pelos cantos. Foi justamente com essa mesma estratégia que o Sunderland atacou de forma eficaz. Bardsley recebeu uma bola longa e precisou avançar pouco até conseguir sacudir as redes do gol de Pantilimon aos 21 minutos.


Aos 32 minutos, o City construiu a melhor chance do empate ao armar uma bela jogada já na área dos Black Cats. Kolarov recebeu bem e passou para a Aguero, que não estava pressionado pela defesa. Na finalização, o argentino jogou para fora, batendo por cima do gol.

Seis minutos depois, os Blues criavam outra nova oportunidade com uma cobrança de falta batida por Nasri. Aguero tentou finalizar, mas não conseguiu.

O gol no início da partida deixou o City desestruturado em campo. A equipe parecia desconcentrada e não conseguia fazer grandes ataques para buscar ao menos o empate. Na volta para o segundo tempo, Jesus Navas entrou no lugar de Javi Garcia, que pouco apareceu. Aos 46 minutos, o espanhol já travava um embate com Adam Johnson e passava uma boa bola para Negredo.


Sem conseguir progresso evidente, Pellegrini fez as outras duas substituições ao tirar Negredo e chamar Dzeko e colocar Zabaleta no lugar de Richards aos 70 minutos.

Os Blues continuaram atrás do empate, mas não conseguiram se organizar o suficiente para finalizar de forma efetiva. A defesa do Sunderland trabalhou bem para segurar os três pontos, assim como o goleiro italiano Mannone. No gol do City, Pantilimon foi chamado poucas vezes já que a defesa dos Blues dava conta do recado e o ataque dos Black Cats não ameaçava ao finalizar para fora. No último minutos dos três de acréscimo, o autor do único gol da partida, Bardsley, impediu que o City empatasse quando Kolarov fez a cobrança de falta.


quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Sheikh Mansour fala sobre o Manchester City



Sheikh Mansour bin Zayed Al Nahyan é um homem discreto, dificilmente você vê ele esbanjando sua grana para mostrar seu poder. 

Nesses anos como dono do Manchester City o Sheikh apareceu no Etihad Stadium apenas uma vez, é quase impossível ver o bilionário falando do nosso clube.

Mas depois da vitória contra o CSKA pela Champions League o Mansour proferiu algumas palavras sobre o City e seu futuro. 

"Aqueles que apoiam o clube, parabéns pela vitória ontem. Eu acho que as nossas ambições são grandes e muita gente pensou que o investimento no clube era apenas gastar dinheiro e comprar os jogadores mais caros." 

"Mas, eu acho que como um cidadão dos Emirados Árabes Unidos e como investidor no Reino Unido, eu quero entregar uma mensagem, do que nós somos - sim nós temos uma grande quantidade de bens, mas devemos usá-la de forma correta e devemos ser bons em nossos investimentos e usar o nosso dinheiro de forma correta."

"Acreditamos que este investimento no clube é bem sucedido porque o clube era um time que ficava no meio da tabela, mas agora é clube distinto, não porque gastamos um monte de dinheiro, mas em comparação com outros clubes no Reino Unido e fora do Reino Unido, que gastaram mais do que o Manchester City nas temporadas passadas e os resultados foram decepcionantes." 

"O que é mais importante para nós é dar uma boa impressão do investidor Emirados no Reino Unido, na Europa e no Ocidente." 

Sheikh Mansour aproveitou e disse que este clube é apoiado por muitos árabes na Europa e eles assistem muitos jogos no Etihad, e que este clube é para todas as pessoas no Oriente Médio. 

"Eu quero salientar algo muito importante que temos feito nas últimas 3 ou 2 temporadas. Focamos a nossa atenção sobre os jovens. Não só isso, também focamos em colaborar com a comunidade local, pois a filosofia dos clubes da Europa é que parte do trabalho comunitário aconteça na cidade local."

"Então, isso nos deu uma experiência nova, porque a maioria dos nossos clubes locais (clubes dos Emirados Árabes Unidos) concentram toda a sua atenção em apenas uma coisa, uma idéia, e eles se esquecem do trabalho comunitário."

"A nova academia foi feita para ajudar os habitantes locais em Manchester. Também focado em talentos que jogam fora da Europa, os jogadores sul-americanos, africanos, em sua maioria jovens e investir neles." 

"Eu gostaria de dizer que os investimentos em um clube não deve ser apenas sobre a compra de jogadores, mas sua sobre os jovens, a infra-estrutura, a comunidade local e os alunos dos Emirados Árabes Unidos que vão para o clube, para aprender com a sua experiência porque eu acho que a competição no Reino Unido é a melhor competição do mundo." 

Essas palavras do Mansour deixou claro o que sempre repetimos aqui, o investimento no clube é planejado e foi feito para durar muitos anos. 

O que o Sheikh fez e vem fazendo para a comunidade de Manchester o United nunca chegou aos pés. 

A área onde está sendo construído o Etihad Campus era a antiga parte industrial da cidade que estava toda abandonada. Mas agora está sendo toda rejuvenescida, com o clube doando um terreno para a prefeitura construir um colégio no local. 

Fora os outros investimentos feitos em transporte, infra-estrutura, saúde... Tudo para beneficiar o povo da cidade de Manchester. 

Quem já teve a oportunidade de ir em Manchester antes é depois da era Sheikh Mansour entende de como as coisas mudaram por lá.

Sheikh Mansour comprou o Manchester City a vista, não fez como a Família Glazzer que adquiriu o United em forma de empréstimo e até hoje continua pagando juros altíssimos para os bancos. 

Existe uma diferença muito grande entre os dois clubes, e a cada dia isso fica mais evidente dentro e fora de campo.

O nosso futuro é próspero amigos, podem ter certeza disso. 

Falas do Sheikh Mansour tiradas do That Kun Aguero Blog 




Assuntos

#FollowTheCaptain (1) #ManchesterCity #ManchesterUnited #Derby #City #United #RoyKeane #Ferguson (1) #SemanaDoClássico (4) #TOGETHER (3) 11ª rodada da Premier League (8) 12ª rodada da Premier League (3) 12ª rodada da Premier League 2013/2014 (2) 13ª rodada da Premier League 2013/2014 (1) 13ª rodada Premier League (1) 13ª rodada. (1) 14ª rodada da Premier League 2013/2014 (1) 14ª rodada Premier League (3) 14ª rodada Premier League 2013/2014 (2) 15ª rodada da Premier League (2) 16ª da Premier League (1) 16ª rodada da Premier League (2) 17² rodada da Primier League (1) 17ª Premier League 2013/2014; Premier League; Premier League 2013/2014; Kompany (1) 17ª rodada da Premier League (2) 18ª rodada Premier League 2013/2014 (1) 19ª rodada da Premier League (3) 19ª rodada da Premier League 2013/2014 (1) 1ª rodada da Premier League 2013\14 (3) 20ª rodada da Premier League (1) 20ª rodada da Premier League 2013/2014 (1) 21ª rodada da Premier League (3) 22ª rodada da Premier League (3) 23 (1) 23ª rodada da Premier League (4) 24ª rodada Premier League (3) 25ª rodada da Premier League (3) 26ª rodada da Premier League (4) 27ª rodada Premier League (2) 28ª rodada da Premier League (2) 2ª rodada da Premier League (2) 2ª rodada da Premier League 2013/2014 (1) 2º rodada Premier League (1) 30ª rodada da Premier League (1) 34ª rodada da Premier League (1) 35ª rodada da Premier League (2) 36ª rodada Premier League (3) 37ª rodada da Premier League (2) 38ª rodada da Premier League (2) 38ª rodada Premier League (1) 38ª rodada Premier League 2013/2014 (1) 3ª rodada Premier League 2013/14 (1) 4ª fase (2) 5ª rodada da Premier League (3) 5º rodada (1) 6ª rodada da Premier League (1) 7ª rodada da Premier League (4) 7ª rodada da Premier League 2013/2014 (1) 8ª rodada da Premier League (4) 9ª rodada (1) 9ª rodada Premier League (2) Abdul Razak (2) Abu Dhabi (1) Academia (19) Adam Johnson (48) Adam Sadler (1) Adebayor (38) ADUG (4) Aguero (86) Agüero (4) Aguero. (1) AJ (13) Ajax (5) Ajax. (1) Al Alin (1) Al Hilal (2) Alan Shearer (1) Alessio Cerci (1) Alex Ferguson (5) Alex Nimely (1) Alexis Sanchéz (2) Alvaro Negredo (16) Amistoso (3) Amistosos (6) Análise Tática (4) Ander Herrera (1) Anelka (1) Anfield Stadium (1) Arsenal (26) Ashley Young (1) Aston Villa (14) Atacantes (5) Aubameyang (1) Audi Cup (1) baines (1) bale (1) Balotelli (76) Barcelona (10) Barclays NY Challange (3) Barclays Premier League (2) Barnsley (2) Barry (35) Bayern (11) Belgica (1) Belhanda (1) Bellamy (16) Bellamy. (1) Bem Haim (1) Ben Mee (1) Benjani (2) Benteke (1) Besiktas (2) Birmingham (4) Birmingham. (1) Blackburn (7) Blog do City (3) Blog na Mídia (1) Blue Moon (1) Blue Moon Rising (1) Boa Vista (1) Boateng (3) Boca Juniors (1) Boca Júniors (1) Bojinov (1) Boleyn Ground (1) Bolton (3) Borussia Dortmund (5) Boyata (7) Boyota (1) Brasil (1) Brasileiros no City (1) Brian Kidd (2) Brian Marwood (1) Bridge (15) Brighton (1) Brittania Stadium (1) Caicedo (1) Camarões (1) Cameroon (1) Camisa nova (2) Campeões (3) Capital One Cup (8) Cardiff City (1) Carling Cup (29) Carlos Tevez (67) Categorias de base (10) Cavani (6) Centro de Treinamento (1) CEO (1) Champions (7) Champions League (54) Champions League 2012/13 (27) Champions League 2013/14 (2) Champions League Sergio Aguero Manchester City Alvaro Negredo Stevan Jovetic Vincent Kompany (2) Chelsea (33) Cisse (1) City (6) City Football Academy (1) City of Manchester Stadium (16) City v United (1) Cityticketx (1) Clichy (12) Community Shield (7) Complex Etihad (1) Comunicado Blog (2) Contratações (12) Contratações 12/13 (5) Contratações 13/14 (1) Contusões (5) Copa da Liga 10/11 (2) Copa da Liga 13/14 (1) Copa das Nações (2) Copa das Nações Africanas (3) Copa do Mundo 2010 (4) Copa Ueda 07/08 (1) Copa Uefa 08/09 (5) Copa Uefa 10/11 (4) Costa do Marfim (1) Costel Pantilimon (10) Crise no City (6) Crystal Palace (2) CSKA (2) Cunningham (1) Curiosidades (2) Daniel Agger (1) Danielle De Rossi (6) data FIFA. (2) David Gonzalez (1) David Luiz (3) David Moyes (1) David Platt (6) David Silva (109) david villa (2) De Jong (25) Deadlineday (1) Defensores (12) Deloitte (1) Demba Ba (1) Demichelis (2) Denis Suarez (4) Derby (32) Derby de Manchester (3) Desfalques (1) Dispensa 10/11 (3) Dispensa 12/13 (1) doping (1) Dubli Super Cup (2) Dunne (2) Dynamo Dresden (1) dzeko (38) Eden Hazard (5) Edin Dzeko (70) Edinson Cavani (2) Edison Cavani (2) EDS (20) Elano (5) Elenco (1) Eliaquim Mangala (2) Eliminatórias Copa 2014 (1) Eliminatórias Euro 2012 (4) Emirates Stadium (1) Empréstimos (3) Empréstimos 10/11 (6) Empréstimos 11/12 (3) Empréstimos 12/13 (5) English Team (3) Enquete (2) Entrevista (36) equipe do blog (1) Espanha (3) Especulação (16) Especulação 08/09 (11) Especulação 10/11 (43) Especulação 11/12 (18) Especulação 12/13 (22) Especulação 13/14 (3) ESPN (2) ESPN Brasil (3) Etihad (1) Etihad Campus (3) Etihad Stadium (70) Etuhu (1) euro 2012 (4) Euro2012 (4) Europa League (10) Everton (14) Executivos do City (15) FA (4) FA Cup (36) FA Cup 10/11 (18) FA Cup 11/12 (10) FA Cup 12/13 (12) FA Cup 2012/2013 (1) FA Cup 2013/2014 (5) FA Cup Final (4) Fabregas (1) Fábrica do City (9) Falcão (1) Fatos Bizarros (14) Ferguson (1) Fernandinho (8) Fernandinho. (1) Fernando (2) Ferran Soriano (8) FFP (2) FIFA (1) FIFA 12 (1) Financial Fair Play (3) Fiorentina (3) Foe (1) Football Association (1) Fox Sports (1) Frank de Boer (1) Fulham (8) Futebol Brasileiro (1) Gabriele Marcotti (1) Gael Clichy (12) Gai Assulin (1) Gareth Bale (4) Gareth Barry (8) Gary Cook (1) Gary Neville (1) George Evans (1) Gerrard (2) Gervinho (1) Gil Vicente (1) Giroud (1) Given (12) Goleiros (4) Gols (32) Grupo D (3) Hamann (1) Hargreaves (5) Harry Redknapp (1) Hart (50) Hazard (2) História (5) Howard Webb (2) hulk (3) Hummels (2) Ibrahim (5) Ibrahimovic (3) Iheanacho (1) Imagem (2) Inglaterra (2) Inter (5) Internacionalizar (1) Internet (1) Ireland (5) Isco (4) Jack Rodwell (6) James Milner (15) James Rodriguez (1) Janela de Transferências (4) Javi Garcia (14) Javi Martinez (1) javier pastore (1) Jerome Boateng (1) Jesus Navas (5) (6) Joan Roman (2) Joe Hart (31) Jogos Olímpicos 2008 (1) John Guidetti (14) Jose Mourinho (2) José Mourinho (6) Juan Mata (2) Karim Rekik (1) Keep Calm (1) Khaldoon Al Mubarak (4) Kia Joorabchian (1) Kolarov (44) Kolo Touré (20) Kompany (46) Kun Aguero (4) Kun Agüero (4) Lampard (1) Lavezzi (1) Lech Poznan (1) Leeds United (2) Leicester City (1) Lendas do City (20) Lescott (38) Liga do Reservas (1) Liga dos Campeões (4) Liga dos Campeões 4ª rodada (1) Liga Europa 10/11 (12) Liga Europa 11/12 (9) Ligue 1 (1) Lille (1) Linha Cronológica (1) Liverpool (21) Llorente (1) Logan (1) Londres (2) Lyon (1) Maicon (8) Maine Road (2) Maine Road FC (2) Málaga (3) Manchester (1) Manchester City (174) Manchester City Arsenal Etihad Stadium Premier League 13/14 Ingressos (1) Manchester City Arsenal Premier League 2013-14 Fixtures Manchester United (1) Manchester City Benfica Alvaro Negredo Stevan Jovetic Fiorentina Sevilla Eduardo Salvio (1) Manchester City Capital One Champions League Premier League Chelsea CSKA Newcastle (1) Manchester City Dortmund Mario Götze Isco Edin Dzeko (1) Manchester City Etihad Airways Bussiness negócios (1) Manchester City Etihad Campus Etihad Stadium Sheikh Mansour Premier League (1) Manchester City Etihad Stadium Premier League (2) Manchester City Fernandinho Premier League Champions League Manchester United Derby Shakhtar Entrevista (1) Manchester City Fernandinho Shakhtar Premier League Season 2013/14 Contratações Manuel Pellegrini (3) Manchester City Ferran Soriano Malaga Manuel Pellegrini New York City (1) Manchester City Hong Kong Champions League Camisa Away (1) Manchester City Ladies (1) Manchester City LG Etihad Stadium Etihad Campus (1) Manchester City Maicon Roma Serie A Premier League (1) Manchester City New York Yankees New York City Major League Soccer MLS NYCFC (1) Manchester City Portugues Site Ferran Soriano (1) Manchester City Racing Club Bruno Zuculini Argentina (1) Manchester City Real Madrid Isco Pellegrini (1) Manchester City Sevilla Jesus Navas Manuel Pellegrini Ferran Soriano Temporada 2013/14 Premier League (1) Manchester City Sheikh Mansour Etihad Campus Etihad Stadium Fernandinho Jesus Navas New York City Transferências (1) Manchester City Tour Nelson Mandela África do Sul (1) Manchester City Transferências Premier League Deadline Day Jovetic Barry Everton Fernandinho Negredo Navas (1) Manchester United (56) Mancini (27) Manoel Pellegrini (1) Manuel Pellegrini (15) Manuel Pellegrini Manchester City Roberto Mancini David Silva (1) Marc Vivien Foe (1) Marco (1) Marcos Lopes (2) Mario Balotelli (42) Mário Balotelli (10) Mário Balotelli. (2) Mario Gotze (1) Mark Hughes (23) Marketing e Propaganda (4) Mata (1) Matija Nastasic (12) MCFC (2) McGivern (2) Meias (12) Melbourne Heart (1) Melhor do Mundo (1) melhor jogador do mês (1) Mercado (2) Messi (1) Micah Richards (36) Michael Johnson (8) Michu (1) Milan (8) Milner (29) Mohammad Abu (1) MotM (32) MotM 10/11 (20) MotM 11/12 (4) Mourinho (1) Napoli (9) Nasri (27) Nastasic (3) Natalie Pike (1) Negredo (1) Negredo. (1) Neil Warnock (1) Neil Young (1) Newcastle (6) NextGen (1) Neymar (1) Nielsen (2) Nigel De Jong (11) Nike (2) Nir Biton (1) Noel Gallagher (3) Norwich (6) Norwich City (3) Notas (2) Nova Era (1) Numeração Plantel 10/11 (1) Oasis (11) Oitavas de final da Carling Cup (1) Old Trafford (1) Onuoha (5) Opinião (37) Oscar (2) Ozil (1) Pablo Zabaleta (9) Pablo Zabaletta (6) Parceria (1) Pellegrini (4) Peter Crouch (1) Petrov (4) Pizarro (6) Platt Lane (3) Polêmicas (7) Pontos Perdidos (1) Porto (9) Pós-jogo (5) Pré-Temporada 08/09 (6) Pré-Temporada 09/10 (4) Pré-Temporada 10/11 (15) Pré-Temporada 11/12 (4) Pré-temporada 12/13 (12) pré-temporada 13/14 (2) Pre-temporada Pre-Season Manchester City Manuel Pellegrini Jesus Navas David Silva Fernandinho Premier League 13/14 (1) Premier (1) Premier Academy League (1) Premier League (160) Premier League 07/08 (6) Premier League 08/09 (3) Premier League 09/10 (8) Premier League 10/11 (46) Premier League 10ª rodada (3) Premier League 11/12 (76) Premier League 12/13 (25) Premier League 13/14 (3) Premier League 14/15 (1) Premier League 1ª rodada (1) Premier League 2012/2013 (12) Premier League 2013/2014 (19) Premier League 2014-15 (1) Premier League 29ª rodada (2) Premier League 31ª rodada (2) Premier League 33ª rodada (1) Premier League 34ª rodada (1) Premier League 6ª rodada (3) Premier League Premier League 13/14 Manchester City Manchester United Everton Tottenham Newcastle (1) Premier League sub-21 (1) Premier League. (3) Preview (41) Projeto do Sheik (54) Promoção Blog Man City (4) PSG (4) QPR (7) Radames Falcão (1) Rafa Benitez (4) Ratings (1) Rayo Vallecano (1) Reading (1) Real Madrid (13) Recordar é viver (1) Renovação de contrato (4) Responsabilidade Social (1) Retrospectiva 2011/12 (11) Retrospectiva da temporada (11) Richards (10) Rio Ferdinand (1) Roberto Mancini (194) Roberto Mancini Manchester City Gazzetta Dello Sport (1) Roberto Mancini Manchester City MEN Gazzetta Dello Sport (1) Robinho (27) Roma (1) Roman Abramovich (1) Roque Santa Cruz (1) Rumores (4) Rumours (2) Saint Etienne (1) Samir Nasri (33) Santa Cruz (14) Santiago Bernabéu (1) Savic (12) Scapuzzi (2) Scott Sinclair (10) Seleção Argentina (1) Seleção Brasileira (1) Seleções (4) Sergio Aguero (62) Shakhtar Donetsk (1) Shaun Goater (1) sheikh mansour (15) Silva (17) Sky Sports (1) Sneijder (2) Soccer City in the Community (1) Southampton (6) Sporting Lisboa (3) St Mary's Stadium (2) St. Mary's Stadium (1) Stadium of Light (2) Stamford Bridge (3) Stevan Jovetic (9) Stoke City (13) Stuart Taylor (2) Sturridge (2) Suarez (2) Sub-18 (1) summer transfers (2) Sunderland (11) Super Sunday (1) Swansea (13) SWP (8) Sylvinho (3) Taison (1) tecnologia móvel (1) Temporada 2012/2013 (3) Temporada 2013/2014 (2) Tevez (132) The Hawthoms (1) Thiago Silva (3) Thomas Muller (1) Tottenham (18) Toure (7) Toure's (3) Transferência (1) Transferência 08/09 (5) Transferência 10/11 (17) Transferências (23) Transferências 11/12 (11) Transferências 12/13 (14) Txiki Begiristain (3) Txiki Berigistain (1) UCL (5) UCL 1ª rodada (1) UEFA (7) UEFA 12/13 (2) UEFA 13/14 (4) UEFA Chamipons League (1) UEFA Champions League (27) UEFA Europa League (1) UEL (1) Umbro (2) Uniforme (1) Uniforme 2010/2011 (3) Uniforme 2011/2012 (2) Uniforme Novo (1) United (9) Valência (1) Van Persie (5) Viagogo (1) Vidal (1) Vídeo 11/12 (1) Vídeos (3) Vieira (21) Viktoria Plzen (5) Villarreal (4) Villas Boas (1) Vincent Kompany (35) Vydra (1) Wabara (1) Walcott (1) Watford (2) Wayne Bridge (1) Wayne Rooney (4) WBA (2) Weidman (1) Weiss (5) Wembley (5) Wenger (1) West Bromwich (7) West Ham (13) Wigan (11) wilshere (2) Wolves (3) Wright-Phillips (15) Wright-Phillips e Santa Cruz (1) Yaya (11) Yaya Toure (120) York (1) Zabaleta (38) Zacharias Faour (1) Zola (1)